Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto. Arte e Educação de mãos dadas!. Dizer o que me vai na alma: É sentir o que me rodeia! email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto. Arte e Educação de mãos dadas!. Dizer o que me vai na alma: É sentir o que me rodeia! email: ag_silva@hotmail.com

Com champanhe vos saúdo!..


Boas Entradas no ano de 2007

Quando os meus amigos  perguntam como vou passar a passagem de ano, conto sempre a mesma história, ou seja, uma história que já vem da minha infância. Lembro-me de meus familiares em Penafiel, minha terra natal, se juntarem e fazerem a entrada do ano novo com uma canção. Apesar de estar noutro lugar em Parada de Gonta – Tondela, também vou mantendo com meus familiares daqui a mesma tradição, com a mesma canção e também de portas abertas faço uma homenagem ao Ano Novo. Sei que já existem alguns seguidores na zona de Viseu, porque é uma forma segura de comemorar a entrada no Ano Novo. Pelo menos não existe o problema dos excessos do... e das consequências que acarretam.

A história resume-se a juntar os familiares e quando chega a meia-noite do dia 31 de Dezembro, abrem-se as portas e janelas da casa e no ponto mais alto com uma garrafa de champanhe na mão brindamos a entrada do Ano Novo começando a cantar a canção de boas-vindas que tem a seguinte letra:

 

               I
Vai-te embora ano velho
Que és um grande macacão ---- refrão
O novo que vem agora
Vai-me aumentar a ração.
               II
Nós arroz e bacalhau
Para isso já estamos
O pior é o açúcar
Que nem para isso ganhamos.
               III
Foste um ano duvidoso
E também muito poupado
Não me deste o totoloto
Nem sequer um rebuçado.  
              IV
Ano novo vem agora
Vem agora de mansinho
Traz contigo a boa sorte
Faz desta casa o teu ninho.
               V
O ano novo que chegou
Faz promessas de verdade
A todos nesta casa desejou
Paz, saúde e felicidade.

 

Sei que as duas primeiras quadras são originais (na segunda quadra se nota que na altura

o bacalhau era a comida dos menos abastados) as outras foram acrescentadas ao longo dos tempos, mas o espírito da saudação ao ano novo mantém-se.

Se ficarem por casa não se esqueçam de saudar o novo Ano!

 

A todos os Bloguistas e a quem aqui passar desejo um  Feliz Ano Novo.

 

Balanço da J.F. de Parada de Gonta do ano 2006


Correios e Sede da Junta de Freguesia

Balanço do mandato no ano 2006

Realizou-se no dia 29 de Dezembro de 2006 a Assembleia de Freguesia de Parada de Gonta, na sede da ex-Junta de Freguesia pelas 20.00h e na presença de cerca de sete dezenas de pessoas. Foram descritas as actividades realizadas pela Junta de Freguesia nestes últimos três meses e também foi aprovado o Orçamento para 2007 com as opções do Plano de Investimentos.

Nesta fase em que é preciso decidir quais as prioridades que a aldeia necessita para um investimento de 20.000.00 € que tinha sido prometido numa visita de trabalho pelo Presidente da Câmara Municipal de Tondela, foi aqui surgiu a grande divergência entre a Junta de Freguesia e alguns moradores dum loteamento que reclamam que as vias de acesso a suas casas não tem as condições mínimas para se lá entrar. Assim a Junta de Freguesia foi acusada de não ter escolhido bem as suas prioridades, ou seja, esse caminho melhorado e alcatroado que vem sendo reclamado pelos moradores. Como é uma assembleia para o povo e estavam outros que também poderiam ter razões de queixa, foi dito a esses moradores que existiam outros nas mesmas condições e que o dinheiro que a CMT dava era para requalificações de zonas “históricas ???” e sua envolvência e nada tendo a haver com as acessibilidades de caminhos públicos ou privados.
Passado este momento de alguma crispação é altura de fazer o balanço de mais um ano como membro desta Junta de Freguesia.
Sabemos que o Município de Tondela tem 26 filhos sendo um deles Parada de Gonta e todos eles reclamam pão, mas esse pão parece não chegar a todos, e na minha opinião porque uns são mais filhos que outros. Então, existem os filhos e os enteados e todos sabemos que Parada de Gonta é um filho que se pode considerar bastardo. Assim temos que nos alimentar com o pouco que há(porque do pai até agora só promessas) e este tem que ser bem repartido por todos moradores.

Por isso a desilusão vai crescendo à medida do que se quer fazer e não se pode e depois alguns ainda acusam de não conseguirmos mais do Pai (obrigá-lo a dar, como?) para satisfazer todas as necessidades da aldeia.

Como as coisas estão posso realçar de positivo e como já foi referido noutra post, o tratamento que esta Junta de Freguesia tem para com a população, no respeito e na igualdade. Tem atendido todos da mesma forma tentando resolver e solucionar da melhor maneira os seus problemas, umas vezes com a colaboração da CMT (Câmara Municipal de Tondela) e maioria das vezes através do diálogo e  entendimento entre as partes, sendo que alguns casos que se pode dizer mais complicados estão em instituições (Justiça) que possam julgar e dar a possível solução.

Também de positivo foi o apoio às escolas, nomeadamente, através das refeições aos alunos e transportes dos mesmos para estas e para escola e ainda melhoramentos e arranjos nas instalações escolares.

Também se melhorou e embelezou o cemitério com melhor acessibilidade à água para limpeza das campas e ainda foram feitos outros melhoramentos e acatadas novas regras de utilização dos utensilios. Uma coisa é certa, pode-se considerar Parada de Gonta como uma terra limpa e asseada tendo para isso a Junta de Freguesia recorrido ao Centro de Emprego para contratualização de pessoal e também recorrido a pessoal especializado da terra.

Quanto ao resto e no plano de acessibilidades, saneamento básico, electrificação, asfaltagem, etc., as coisas deixam muito a desejar. Sabe-se que as Juntas de Freguesia não têm meios de resolver estes problemas e a solução passa pelo (pai) CMT. Se fizermos uma retrospectiva ao que a CMT gastou durante este ano de 2006 com a nossa Freguesia, o que verificamos? Pois é isso mesmo... exceptuando a electrificação (mais umas lâmpadas e uns postes) da borralheira.

Por último, é de referir que a Junta de Freguesia elaborou alguns projectos (cerca de uma dezena e meia) ou como lhe queiram chamar “planos de intenções” que foram comunicados à CMT a nível de necessidades da Freguesia e foi-lhe comunicada que quatro desses projectos foram contemplados, como atrás noutro post tinha dito.

Mais tarde esta promessa desvaneceu-se alegando a CMT dificuldades económicas devido aos cortes do governo, ficando só um projecto aprovado o da electrificação da borralheira.

Mais tarde ainda foi-nos comunicado que ainda haveria a possibilidade de outro ser aprovado que é o da electrificação da Rua do Emídio.

Para o ano de 2007, esperemos que as coisas corram melhor e a igualdade de tratamento para com todos filhos seja uma realidade.

Em nome da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, desejo a todos os Paradenses residentes e emigrantes umas BOAS ENTRADAS NO ANO DE 2007.

Em nome pessoal a todos os bloguistas que aqui passam desejo BOAS ENTRADAS NO ANO DE 2007.

 

Natal em família

Como é hábito todos os anos no Natal reúne-se a minha família que vem de Penafiel com a família de Parada de Gonta. São vinte anos de alegria, de união e convívio. A tradição manda (véspera de Natal) que seja o bacalhau cozido com batata o prato mais apreciado nesta quadra pelos portugueses e nesta casa não se foge à regra. Regado com um bom vinho da casa a conversa alonga-se por durante toda a noite e com o bom humor sempre patente nesta família.
No dia de Natal, manda a tradição que seja o cabrito assado no forno também regado com um tintinho do bom.

Cenas de um Natal passado com a familia:

Ver fotos da familia de Parada e Penafiel.

Ver vídeo da familia em Penafiel.

Ver vídeo do dia seguinte ao Natal

FELIZ NATAL

                  

Recado ao poder: Natal ...desigual.

Um dia alguém cantou…Natal é sempre que o homem quer, pois bem!..até poderia ser, se todos os homens olhassem uns para os outros da mesma forma que olham para si.
A verdade é nua e crua e é só uma, cada vez existem mais pobres e cada vez mais riqueza acumulada em alguns, sendo o fosso entre ricos e pobres cada vez maior, o que faz transformar a frase que imortalizou a canção de Natal noutra bem mais consentânea com a realidade, Natal é só para alguns e sempre que o queiram.

Natal, tem como simbologia a Natividade e traz associadas mensagens de Amor, Paz, Solidariedade, Esperança e Luz. Todos os anos se repete e todos os anos a fé se multiplica numa quadra de esperança de que algo seja melhor do que até aqui.
Somos um povo que acredita até ao fim e vamos mantendo essa esperança mesmo sabendo que ela é uma réstia do pouco que resta dentro de nós. Não nos queixamos! Aceitamos o que nos impingem porque é para bem do país. Podem aumentar os impostos, podem fechar as maternidades, podem fechar as escolas, podem cortar no que dizem ser direitos (regalias) de alguns, se é para bem da economia, se é para endireitar o país, para que saia do fosso (dizem eles) em que caiu, que o façam, porque somos um povo solidário e até vamos acreditando no que dizem como sendo a única forma de melhorar o país. Mas cuidado que o tempo está a esgotar-se e as melhorias nem ao fundo do túnel se avistam…

Com frio ou sem frio, com salários em atraso ou em dia, com o desemprego a aumentar, com fome ou com fartura, com presépio ou sem ele, há sempre, pelo menos, a chama de um graveto para nos aquecer o coração. Nem que essa chama seja apenas a do calor de duas mãos que se apertam.

Por esta altura de Natal, a luz que transportamos acende-se enchendo o coração de esperança e iluminando o espírito de fé, olhando para o alto entre lábios vamos pedindo: para o ano que seja melhor. Vamos acreditando.

Para todos BLOGUISTAS que aqui passam FELIZ NATAL!.

 AGOSTINHO

 

Ceia de Natal/Escola/2006

No dia 20 de Dezembro de 2006 e como já vem sendo costume na EB 2,3 Prof Mota Pinto ao longo dos anos, realizou-se a tradicional Ceia de Natal, que juntou professores, funcionários, familiares e convidados.

 A entrada da escola estava decorada com luzes de todas as cores e figuras natalícias que os alunos fizeram em Educação Tecnológica como que a chamar os visitantes a convidá-los a participar na Ceia de Natal. Logo no 1º Hall de entrada, os participantes na ceia, deparavam com uma árvore em tons dourados excelentemente decorada nas aulas de Educação Visual seguida do 2º hall que tinha uma decoração natalícia, feita pelos alunos de EVT, em que os motivos de natal (pais natais) se desprendiam do tecto como que estrelas a anunciar o presépio que iam encontrar mais à frente e muito bem construído à base de materiais recicláveis com as três figuras míticas (S.José, Menino Jesus e Nª senhora).

 Mais à frente,  encontrava-se  uma mesinha com aperitivos e por cima um placar onde se lia FELIZ NATAL. Quando se entra na sala que ia ser o convívio desta ceia, os visitantes encontraram uma sala excelentemente decorada em tons de vermelho, verde e dourado, que os colegas encarregados da decoração quiseram brindar os visitantes.
Passando à ceia, pode-se dizer que foi um convívio excelente entre todos.
Também foi revelado o Amigo Secreto. Este jogo do Amigo Secreto teve muitas surpresas e foi divertido ver a cara de alguns quando descobriram quem era o seu amigo, quase não acreditando que era verdade.
Para os mais pequenos, o Pai Natal não se esqueceu deles que se portaram muito bem, segundo eles, e trouxe um saco cheio de prendas, enchendo o seu coração de felicidade.
A Escola EB 2,3 Prof. Mota Pinto, deseja a todos um Feliz Natal e um Bom Ano Novo

Ver fotos da Ceia de Natal na Escola

Cavalo ou burro?..3

 

Voltando à carga com a história do dito burro que era para ser cavalo, porque ele saíu da sala das arrumações e voltou a animar as hostes no sarau da escola EB 2,3.

Como foi noticiado no post cavalo ou burro?..1, onde foi concebido para ser a mascote do 6º A para decoração da mesa de S.Martinho como sendo o “Cavalo de S.Martinho”, só que depois de uns arranjos num lado e mais arranjos no outro, o cavalo que nunca chegou a ser, mais parecia um burro (jumento). Tantas voltas se deu na Área de Projecto, (área curricular não disciplinar que tem como princípio a metodologia de projecto), e ao qual ele foi concebido num projecto bem executado (pelo menos bem intencionado) pelos alunos, mas infelizmente a sua concretização nunca se pareceu com o dito cavalo.

Que volta se havia de dar?

Como os alunos são muito imaginativos e para não perderem a sua mascote para decorar a sua mesa, resolveram pôr-lhe uns óculos e um livro à sua frente, como se noticiou neste post cavalo ou burro?..2 e chamaram-lhe doutor. E como salientava eu nesse post “Foi uma volta engraçada que o bicho levou, mas o certo é que se portou muito bem como mascote da turma do 6º A na festa de S. Martinho que se realizou na escola EB 2,3 Mota Pinto”.

Pois ele agora voltou, não para dar mais voltas ao seu visual e reclamar o seu estatuto merecido de equídeo, mas porque os alunos resolveram desenterrar a questão: "ser cavalo ou burro?". Então decidiram que o dito animal devia ser vendido para que não houvesse mais discussão. Foi assim criada uma peça de Teatro com o nome “Comércio Amador”. Aqui  posso garantir que foi um original criado pelos próprios alunos, que fez rir e a bom rir todas as pessoas que assistiram ao Sarau de Natal.

Foi assim a Área de Projecto.. mesmo correndo mal a realização do que se tinha projectado, conseguiu-se dar a volta de forma positiva sem perder os princípios da metodologia do projecto e com uma certa dose de humor foi dada uma solução ao problema inicial surgido.

Como nota de rodapé, digo que esta história já passou para o outro lado do Atlântico e foi muito bem ironizada pelo Voz do Seven 2. Vale a pena espreitar…

 

Ver fotos do Sarau de Natal

26º Convívio do GT!..


Restaurante das Bombas - Canas de Santa Maria

O Grupo do Tacho fez ontem, dia 16 de Dezembro de 2006, o seu 26º convívio materializado numa ceia aos seus membros no “Restaurante das Bombas” – Canas de Santa Maria. Desta vez, tivemos a presença do Gilberto Amaral que estando de férias fez questão de confraternizar com o GT antes da sua ida para os EUA – Califórnia nesta quadra natalícia. Mais uma vez, foi um convívio agradável e animado como mandam as regras.  

O GT deseja a todos: FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO. 

 

Ceia de Natal/JF/2006

Ceia de Natal da Junta de Freguesia de Parada de Gonta!

 

Realizou-se no dia 15 de Dezembro de 2006, a Ceia de Natal da Junta de Freguesia de Parada de Gonta.

Compareceram à Ceia de Natal uma centena de pessoas para um bem animado repasto com o tradicional prato português “batatas com bacalhau” bem apaladado com o azeite da zona e para regar as gargantas o vinho suave, melodioso e muito saboroso da terra.

Foi uma ceia muito animada, onde não faltou a boa disposição, alegria, convívio e amizade. Com as gargantas já bem recheadas do bom néctar da terra houve malabarismo por parte de alguns que ainda quiseram fazer com que o pessoal se soltasse e desse um pezinho de dança.

Nota: Não houve discurso porque o momento da quadra em que estamos não é propício a isso. O balanço deste mandato far-se-á na Assembleia da Junta de Freguesia dia 29 de Dezembro.

Em nome da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, muito obrigado a todos e desejos de um FELIZ NATAL E UM BOM ANO NOVO

 

ver fotos da Ceia de Natal

 

Ver vídeo da Ceia de Natal

Presépio de Natal - 2006

Como  prometido... aqui está o presépio construido à base de materiais recicláveis e reutilizáveis.

Construção: Faz-se uma cruzeta de madeira com a altura que se quer das personagens e com uma base para se segurar de pé. Depois enrola-se papel (sacos da ração de galinhas) para enchimento do corpo. Por fim, com um pouco de imaginação ou papeis de várias cores se faz as vestes das personagens.
Claro que também se usa cola a quente para segurar as vestes e outros adereços.

É económico e muito fácil de fazer..

A entrada do 1ª átrio da escola também ficou bonita, embora não seja com materiais recicláveis como se vê na 2ª imagem.

Ver presépios de outros anos  e árvores de natal da EB 2,3 Mota Pinto

Tá quase!.

Está em fase de andamento e já se notam os pormenores do presépio que vai estar no átrio da EB 2,3 Prof. Mota Pinto.
Depois de várias ideias (projectos, intenções, como lhe queiram chamar...) de como devia ser feito e que materiais havia de ser construido, arregaçou-se as mangas e aos poucos (fora das horas lectivas) lá se vai construindo em materiais recicláveis (papel), aquele que será o anfitrião das visitas à escola nesta época Natalícia.

Amanhã (dia 12) terá a sua conclusão e estará prontinho a ser visitado por toda a gente.

Capela da NªSª Conceição


Pintura acrílico s/ tela - 50x40

Tempo Chuvoso, um cavalete, umas tintas e uns olhares mais observadores, são ingredientes suficientes para aparecer o 3º Post de Pintura   "Olhares de Parada de Gonta".

O Primeiro post de pintura sobre "Olhares de Parada de Gonta" foi dedicado à Igreja principal e o segundo post de pintura sobre"Olhares de Parada de Gonta" foi dedicado à Igreja nova.

O terceiro post é dedicado a esta Capela que é de 1738, foi a 1ª (igreja??)em Parada de Gonta e onde se celebraram  as primeiras missas da aldeia. Por isso se situa no centro da aldeia na Rua Direita.

Hoje merece destaque especial, por ser o dia da Imaculada Conceição à qual se fez erguer esta Capela com o seu nome. Também se comemora o dia da Nª Sª da Conceição com festa religiosa ( missa cantada e procissão).

Para todos os que aqui espreitam um Bom Fim-de-Semana mais compridinho...

 

Bela, tão bela

Bela, tão bela

 

A menina bela

Tem olhos cintilantes

Unhas arranjadas

E muito brilhantes

 

A menina bela

Tem cabelo louro

Anda arranjada

Com pulseiras de ouro

 

A menina bela

Tem corpo elegante

Usa sempre maquilhagem

Para ficar radiante

 

Se abrires os olhos

E a ouvires falar

É uma bruxa

Sempre a refilar

 

Se abrires os olhos

E a bem cheirares

Não cheira nada bem

Vale mais te afastares

 

Se lhe deres a mão

Vês que é rugosa

E não contes com essa amiga

Pois ela é mentirosa

 

 

Joana e Inês - 5º A

Nota: Poema feito por alunas de Parada de Gonta

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.