Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

Halloween 2007 em Parada de Gonta

 

Elas estiveram por cá..

Pediam gostosuras!.. Quem não desse... nem que fosse apenas um sorriso, levava com  travessuras.

Foi assim que um grupo de jovens comemorou uma tradição Celta dos povos que habitaram a actual Irlanda, popularizada com as abóboras e a famosa frase "Doces ou Travessuras" pelos Estados Unidos da América, mas que começa a ter muita aceitação por cá.


Desfile de Hallowe'en

 

Organizado pelo grupo de Inglês do 2º e 3º ciclos, foi comemorado o hallowe’en na escola EB 2,3 Prof. Dr. Mota Pinto, com um desfile na “passerelle”, onde os alunos perfilavam perante um júri que atribuía pontos à melhor caracterização.

Comparecerem no desfile cerca de três dezenas de alunos que fizeram o melhor para convencer o júri das suas propostas. Muitos foram os aplausos do muito público presente que não se fez rogado e aplaudiu a criatividade dos colegas. Estão de parabéns todos os participantes pela criatividade e imaginação demonstrada e ainda pela forma elevada como mostraram as suas criações.

Como foi um desfile concurso e embora todos sejam vencedores, aqui fica o registo daqueles que tiveram mais pontos:

1º - Lúcia, Paula e Cristina do 7º B – 25 pontos

1º - Luís Louro do 5ºA e Rui Pereira do 6ºB – 25 pontos

3º - Filipe Pais do 6ºA – 23 pontos.

Nota: Claro que o que interessa aqui ao blog é realçar a criatividade dos alunos na criação das suas personagens, do que a tradição em si.

 Ver desfile de Hallowe'en


30º Convívio do GT!..


O Grupo                                                               O registo da nossa passagem

 

Foi em Falorca- Silgueiros no restaurante o Martelo que o Grupo do Tacho se reuniu pela 30ª vez. Foram oito os elementos que compareceram à convocatória. Apesar de serem poucos este grupo teve animação com o Sr. do restaurante, conhecido por Sr. António Martelo, e recordou-nos que naquele restaurante já recebeu a maioria dos políticos deste país e que muitos deles lá deixaram a sua mensagem. Este restaurante é conhecido pela sua boa comida e também pelas mensagens que cada grupo pode deixar assinalando a sua passagem pelo restaurante. Forrado por centenas e centenas de mensagens que contam a história de quem lá passou, o Restaurante Martelo tem levado a todos cantos de Portugal os pratos tradicionais das gentes daquela região.


Domingo cultural

Momento em palco

 

Não podia deixar passar este belo momento proporcionado pelo grupo de teatro, jovens de Parada de Gonta inseridos no Teatro Infantil da Associação “Os Amigos de Parada de Gonta” a convite da ACERT neste Domingo nos palcos de Tondela.

Foi um momento alto de boa disposição e de profissionalismo demonstrado pelo Grupo de Teatro Infantil da Associação "Os Amigos de Parada de Gonta" ao representarem duas das suas  peças mais características “O Zé das Moscas” e o "Rei das Espinhas de Carapau e das Escamas de Bacalhau" que fizeram rir as muitas pessoas que assistiram ao espectáculo no anfiteatro da ACERT.

Para que as gentes de Parada de Gonta pudessem assistir ao teatro foi posto à disposição pela CMT um autocarro para levar as pessoas enquanto a carrinha da Junta de Freguesia levava os actores. Assistiram mais de uma centena de pessoas e os nossos jovens de tenra idade (desde o pré escolar até ao 3º ciclo) mostraram que para eles os palcos são como os bancos da escola.

Foi bonito ver as crianças felizes a actuarem e bem mereceram as palmas de todos aqueles que assistiram. Parada de Gonta esteve representada em força com o Presidente da Junta de Freguesia, o Presidente da ACR “Os Amigos” e sua gentes.

Estão de parabéns a Professora Sílvia e a Professora Lina por ensaiarem e ensinarem estes jovens a representarem tão bem em palco.

 

Nota: Este grupo de teatro representará  amanhã dia 22 de Outubro, dia das bibliotecas, no Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão.

 

Ver o brilharete deste grupo de jovens na EB 2,3 Prof. Dr. Mota Pinto.

 


Desenho de Observação


Alunos do 6º ano

 

Através de quatro conceitos básicos sobre o Desenho de Observação: Enquadramento, Composição, Perspectiva e Proporções, os alunos do 6º ano representaram algumas figuras geométricas colocadas à sua frente e desenharam a sua forma de ver realista das mesmas. Assim foram interiorizando alguns conceitos ao representarem através dessas figuras e que só praticando é que se verificam. A noção de Luz-Sombra e Claro-Escuro também foi introduzida para se realçar os volumes.

Pequena curiosidade sobre o  desenho de observação.[1]

O desenho pode ser definido como a interpretação de qualquer realidade, visual, emocional, intelectual, etc., através da representação gráfica.

O desenho de observação é sobretudo um meio para se adquirir o domínio sobre os fundamentos do desenho (que não são regras), sobre a percepção visual e sobre o espaço no qual se desenvolve a obra de arte, seja ela bi ou tridimensional, e leva-nos a conhecer todos os elementos que compõem a linguagem gráfica. É um meio para que se conheça a linguagem da arte visual, através de uma investigação da realidade plástica à nossa volta, e para que cada um conheça sua própria maneira de lidar com esta linguagem.

No exercício do desenho de observação desenvolve-se o pensamento analógico e concreto, o senso de proporção, espaço, volume e planos.

A sensibilidade e a intuição são espicaçadas enquanto se passa a apreciar melhor os outros elementos da linguagem gráfica: textura, linha, cor, estrutura, ponto e composição.

Descobertas feitas nos últimos vinte anos revelam que se usa um pensar ligado, predominantemente, ao lado direito do cérebro, quando se desenha por observação (pensamento analógico, holístico, concreto, espacial, etc.) e estas descobertas facilitam a aprendizagem do desenho. No entanto, o lado esquerdo também é usado, principalmente no desenho de volume e no desenho criativo.

Segundo estudos recentes, iniciados pelo Dr. R. W. Sperry no California Institute of Technology e continuados em várias universidades no mundo inteiro, indicam como o ser humano pensa. A professora Betty Edwards utilizou esses estudos para criar o conceito "desenhando com o lado direito do cérebro" no seu livro Drawing On The Right Side of The Brain ("Desenhando com o Lado Direito do Cérebro", Edições Ediouro).

Segundo a mesma fonte este conceito ajudou muito no ensino do desenho de observação, porque realmente precisamos usar os atributos localizados no lado direito do cérebro para desenhar realisticamente. No entanto, os atributos do lado esquerdo também desempenham um papel importante no desenho.

A  mesma fonte diz que a preocupação com o resultado é consequência do domínio dos atributos do lado esquerdo do cérebro. O lado direito trabalha com outros atributos, menos importantes para nossas actividades diárias: analogia, síntese, intuição, conceitos concretos, espaciais, geométricos e holísticos. Daí ganhar peso a concepção de que para o artista, o prazer está no fazer da obra e não na obra produzida. Para quem está desenhar, é o processo no qual está envolvido que é importante e não o produto que resulta desse processo.

Para o aluno é importante lembrar isso, porque não se deve preocupar com o desenho acabado, mas com o processo de aprendizagem e descobrimento. O aluno deve-se preocupar com o entendimento e o domínio dos elementos que formam uma obra de arte visual, e aí o produto será uma consequência natural desse domínio.

 

 Ver mais trabalhos

[1] Excertos tirados de alguns sites e tratados pelo “arte por um canudo”

 

 



Cavalo ou burro..4

 

Mais uma vez o burro foi ressuscitado das entranhas de uma arrecadação e voltou a ser figura de proa na comemoração do Dia Mundial da Alimentação carregando com os legumes para a banca onde estavam a ser confeccionadas refeições saudáveis.

Foi visto e reconhecido como o “burro que queria ser doutor” e fez o que mais gostava de fazer carregando, mostrando e ensinando aos alunos os ingredientes para uma alimentação saudável.

Mais uma vez fez o seu papel com a mestria que lhe é reconhecida estando a ser apelidado como um animal  flexível e sempre pronto a novas adaptações como mandam os tempos que correm. Nem certas classes profissionais têm tanta facilidade na resposta adequada a novas situações como o burro.

O burro tem já 4 episódios engraçados que vale a pena seguir através dos seguintes links:

Cavalo ou burro..1

Cavalo ou burro..2

Cavalo ou burro..3

 

Também já passou  o Atlântico e foi referido no Voz do Seven

 

Com a facilidade de adaptação destes animais  a novas situações a flexibilidade no trabalho/emprego que tanto apregoa o governo está garantida...

 


Na rota dos 50


Pintura a lápis de pastel

 

Porque existe uma montanha de fichas para preencher em casa e na escola e os aborrecimentos cada vez são maiores com a burocracia existente...

E para alegrar exponho um quadro que os colegas me ofereceram há 10 anos na escola. Fez-me rir e se na altura era preciso chamar o António com 40 anos, quem devo chamar com 50?

Humor para levantar o astral...


50


Foto tirada em 1960 (Penafiel) - Mãe, Pai e Eu

 

Hoje (15 de Outubro), também mereço os Parabéns!…

Nada de lamúrias..são cinquenta anos com altos e baixos mas bem vividos.

Pronto para continuar o caminho com o sonho de chegar ao novo século....

 


Mordaça nos professores.

 

Mais uma mordaça lançada contra os professores..

Parece que este governo elegeu como inimigo público nº 1, os professores e quem os representa. Desta vez foi uma busca não se sabe a mando de quem a uma organização da Fenprof mais concretamente ao sindicato dos professores com sede na Covilhã e pelos vistos com certas intimidações.

Ainda com contornos muito difusos, mas nas vésperas de uma visita do primeiro ministro a uma escola da região, a sede local dos professores foi revistada e levados alguns documentos, o que leva a crer que os direitos e liberdades consagrados na constituição da republica sobre o direito de se manifestar começam a ficar em perigo.

Custa-me a crer que um governo democrático e a favor das liberdades fundamentais consagradas na constituição portuguesa esteja a agir contra os seus principios.

Creio e espero que muitas vozes se levantem contra esta forma de agir do governo por esta atitude intimidatória, autoritária e violadora dos mais elementares direitos democráticos e da liberdade do Povo Português.

 


Incertezas do ensino..2

 

 

A escola anda numa agitação por causa de alguns pedidos aos professores  sobre articulações curriculares para tudo que existe. São articulações no projecto educativo, são articulações no projecto curricular de cada turma, são articulações para as áreas não disciplinares e agora são as articuçações para a Coordenação do Departamento.

Para tudo são articulações, quem manda pode... só que não sabe porque se manda. Diz o CE que são directrizes do ME e o mexilão (faz de tudo) vai acatando tudo o que se lhe pede  e vai produzir mais papelada.Faz parte da engrenagem do elo da burocracia. O que interessa é a papelada desde que esteja com boa apresentação mesmo não servindo de nada para os alunos, isso sim... é o que os nossos responsáveis querem para poderem justificar que vai tudo bem.

O que ninguém é capaz de ter coragem de dizer à Srª MLR é que quanto mais se preocupa o professor com papelada menos se preocupa com os alunos porque o tempo não chega para tudo. Se os professores fossem a cumprir as aberrações das articulações não poderiam dar os programas e a maioria dos conteúdos ficaria aquém do desejado. Depois lá vem os exames que nada tem a ver com as articulações...

Um exemplo para EVT: faria só desenhos de acordo com uma ou outra disciplina e pouco mais se as articulações fossem cumpridas à regra.

Também hoje quinta-feira, reparei que os alunos estavam muito agitados e procurei saber a razão. Fiquei a saber que os alunos só podem ter uma hora para comer porque se forem duas horas é considerado furo e então são obrigados a irem para a biblioteca, caso contrário têm falta.

Outra hora considerada furo é no final do dia à última hora em que eles iam mais cedo para casa, já não o podem fazer porque é obrigatório permanecerem na biblioteca até ao último toque  da escola. Os alunos entram às 8.30h na escola e saiem às 17.30 h, só com uma hora para almoço.  Veja-se as horas que os alunos têm que estar dentro de quatro paredes.

Outra consequência grave desta medida é que a biblioteca passa a não ser um local tranquilo para estudo ou para fazer qualquer trabalho de investigação.

Os alunos que iam até à biblioteca nessas horas livres para preparar seus trabalhos, passam a ter mais um problema..é que agora também lá estão os outros que nada querem da biblioteca e só estão lá porque são obrigados,  por isso as condições ideias para estudo desaparecem.

Obs: Hoje é o Dia Mundial do Professor.

 


Dia Mundial da Música



Ao som de Vangelis, a EB 2,3 Prof. Mota Pinto comemorou a Dia Mundial da Música  ( 1 de Outubro) com uma coreografia muito bem  interpretada pelas alunas da escola.
Esta actividade foi realizada no intervalo das aulas e faz parte do Plano Anual de Actividades do  Departamento de Expressões e como Coordenador dou todo o meu apoio e sempre que possivel estarei presente para as divulgar.

Ver mais fotos

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.