Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Feliz Ano Novo de 2009

 

 


Pintura de acrilíco s/tela com 40x50
Quadro feito para a entrada no ano de 2009
(Sem nome, alguém arrisca?).

De realce a folia da passagem do ano com champanhe para esquecer o que de pior houve em 2008 e saudar o ano novo de 2009. Com cores escuras como fundo (passado) e cores luminosas (futuro) na esperança de um ANO BOM que vos saúdo e desejo a todos umas EXCELENTES ENTRADAS NO 2009.

 

Agora como passo a passagem do ano

Quando os meus amigos  perguntam, como vais passar a passagem de ano? Conto sempre a mesma história, ou seja, uma história que já vem da minha infância. Lembro-me dos meus familiares em Penafiel, minha terra natal,  que se juntavam e brindavam a entrada do ano novo com uma canção, portas abertas e muito champanhe. Faziam assim e é assim que me recordo. Actualmente, apesar de estar noutro lugar, Parada de Gonta – Tondela, também vou mantendo com os meus familiares daqui a mesma tradição. Com a mesma canção e também de portas abertas faço uma homenagem ao Ano Novo.

É uma forma segura de comemorar a entrada no Ano Novo. Pelo menos não existe o problema dos excessos do álcool e das consequências que daí podem surgir.

A história resume-se a juntar os familiares e quando chega a meia-noite do dia 31 de Dezembro, abrem-se as portas e janelas da casa e no ponto mais alto com uma garrafa de champanhe na mão brindamos a entrada do Ano Novo começando a cantar uma canção de boas-vindas que tem a seguinte letra:

 

               I
Vai-te embora ano velho ---refrão
Que é um grande macacão ---- refrão
O novo que vem agora ---refrão
Vai-me aumentar a ração. ----refrão
               II
Noz, arroz e bacalhau
Para isso já estamos
O pior é o açúcar
Que nem para isso ganhamos.


               III
Foste um ano duvidoso
E também muito poupado
Não me deste o totoloto
Nem sequer um rebuçado.  
              

               IV
2009 vem agora
Vem agora de mansinho
Traz contigo a boa sorte
Faz desta casa o teu ninho.
               V
O ano novo que chegou
Faz promessas de verdade
A todos nesta casa desejou
Paz, saúde e felicidade.

 

Sei que as duas primeiras quadras são originais (na segunda quadra nota-se que na altura o bacalhau era a comida dos menos abastados) as outras foram acrescentadas só para rimarem, mas o espírito da saudação ao ano novo mantém-se.

Se ficarem por casa não se esqueçam de saudar o novo Ano!

 

A todos os Bloguistas e a quem aqui passar desejo um  Feliz Ano Novo.

 

Rancho Folclórico de Parada de Gonta-Cantares das Janeiras-2008

Cada terra com sua com sua tradição e em cada lugar as pessoas comemoram a entrada das Janeiras de forma diferente. Em Parada de Gonta é assim:

Hoje, Domingo, o dia 28 de Dezembro de 2008, manteve-se a tradição e no Largo das Amoreiras de Parada de Gonta, num recanto de casas de granito e calçada, foi o encontro de Cantares das Janeiras por volta da 17 horas. Neste dia, foram vários os grupos que com os seus cânticos encantaram as gentes de Parada. Depois dos cantares foi a vez da confraternização à volta de um repasto.

Parabéns ao Rancho Folclórico de Parada de Gonta pela sua organização e parabéns aos grupos de Vila Nova de Tázem, Mundão e Poives por estarem presentes.

Força com essas tradições. Continuem.

O Rancho Folclórico de Parada de Gonta deseja a todos umas Boas entradas no ano 2009.

 

 

 

Natal de Familia-2008

 

O Natal é e tem associado vários significados tais como: amor, paz, solidariedade, luz, natividade, celebração, festejos, família, etc.

Os adjectivos podem ser muitos mais e todos tem o seu maior valor dependendo da circunstância e do momento em que se está a viver o Natal, e por isso, aquele que me debruço neste dia é sobre a família. A família é o pilar de suporte de qualquer grupo que viva em sociedade para o seu bem-estar social e equilíbrio emocional.

Falar de família que muito prezo e adoro é falar das minhas raízes em Penafiel, pais e irmãos, e falar de Parada de Gonta, terra onde resido com mulher e filho.

No Natal consigo fazer a ponte entre as duas famílias e juntar em Penafiel, pais, irmãos, cunhados e sobrinhos e fazer a tradicional troca de prendas e desejar um Bom Natal a todos, porque irão todos celebrar o Natal junto das suas famílias, assim como eu em Parada de Gonta, celebrarei com a família de cá o Natal. É lindo que haja sempre união e todos os esforços devem ser feitos nesse sentido mas muito mais lindo seria, para mim, se um dia pudesse mesmo juntar os irmãos com as suas famílias e eu com as minhas famílias. Seria uma família tão grande que se poderia aplicar o ditado que diz: “somos todos irmãos”.

 

Votos de um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO.

 

Jogo Amigo Secreto-2008

O jogo do “Amigo Secreto” já faz parte do currículo da escola e está integrado como uma actividade extra curricular do Plano Anual de Actividades do Agrupamento. Já tem uns anos e quem no trouxe para a escola foi a Prof. Isabel de Ed. Moral que é ainda a grande impulsionadora do jogo.  

Ao longo dos anos já foi jogado de várias formas, criou-se um blog do Amigo Secreto,  e uma outra versão com a criação do blog Jogo dos Padrinhos, mas sempre com o mesmo principio, fomentar a amizade, integrar os que chegam de novo à escola e criar laços de companheirismo entre todos os colegas.

O jogo consiste em ter um amigo que lhe calha por sorteio, a quem lhe vai dando pistas sobre si (quem dá as pistas é o chamado amigo secreto) até ele descobrir quem é. Por sua vez, o amigo do amigo secreto, também tem um amigo (e é amigo secreto) que lhe calhou no sorteio e a quem faz o mesmo. Com este jogo já se contam algumas peripécias bem engraçadas na escola. O amigo secreto ser amigo do seu próprio amigo secreto e a mandarem pistas um ao outro sem saberem. Claro que por fora vão jogando os colegas que não sabendo quem é o seu amigo secreto, acabam por saber quem é o amigo secreto de outros e vão-se divertindo com os acontecimentos.

Pois este foi o jogo que se vem desenrolando desde o princípio de Novembro e hoje, dia 22 de Dezembro de 2008, foi desvendado num almoço na escola. Todos os anos as surpresas são muitas e acabam sempre por divertir todos que participam no jogo.

O Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão deseja a todos:           FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO

 

Ceia de Natal.2008 - J.F. Parada de Gonta

 
Realizou-se no dia 20 de Dezembro de 2008, a Ceia de Natal da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, com a colaboração das Associações Paradenses (ADRC de Parada de Gonta, ACR “Os Amigos”, Rancho Folclórico, Clube Caça e Pesca e ASSODREC).
Compareceram à última Ceia de Natal deste elenco da Junta de Freguesia, centena e meia de pessoas (creio ter sido a maior) para um bem animado repasto com o tradicional bacalhau à portuguesa bem apaladado com o azeite da zona e para regar as gargantas o vinho suave, melodioso e muito saboroso da região do Dão.
Foi uma ceia muito animada, onde não faltou a boa disposição, alegria, convívio, amizade e teve a animação do grupo de cantares “Terras de Tomás Ribeiro”, com os seus cantares suaves e melodiosos de letras e poemas da nossa terra e da região. Com as gargantas já bem recheadas do bom néctar do Dão, houve também quem se aventurasse num pezinho de dança.
Já na parte final, também houve o discurso pelo presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, Sr. Fernando Amaral, onde se destaca o agradecimento a todos que participaram nesta ceia de Natal, desejando-lhes um Feliz Natal e o agradecimento às Associações pela sua colaboração nesta ceia.
Como tinha prometido quando entrei para o cargo na Junta de Freguesia ao longo destes quatro anos, fiz a cobertura das actividades da Junta de Freguesia de Parada de Gonta e sempre que possível das associações nos eventos em que estive presente. Digo isto, porque talvez seja a última Ceia de Natal como representante da Junta de Freguesia que levo aos emigrantes a mensagem do que se passa na terra. A quem assumir este cargo na Junta de Freguesia desejo que faça o mesmo ou melhor, porque os nossos emigrantes bem no merecem.
O balanço deste mandato far-se-á na Assembleia da Junta de Freguesia dia 27 de Dezembro.
Em nome da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, muito obrigado a todos e desejos de um FELIZ NATAL E UM BOM ANO NOVO

 

Ver Ceia de Natal da JF de Parada de Gonta de 2007

 

Ver Ceia de Natal da JF de Parada de Gonta de 2006

 

Ver Ceia de Natal da JF de Parada de Gonta de 2005

 

Ceia de Natal-2008 na EB 2,3 Prof. Mota Pinto

 

No dia 19 de Dezembro de 2008 e como já vem sendo costume na EB 2,3 Prof. Mota Pinto ao longo dos anos, realizou-se a tradicional Ceia de Natal, que juntou professores, funcionários, familiares e convidados.

         A entrada da escola estava decorada com luzes de várias cores encenando figuras natalícias a condizer com a época que os alunos construíram em Educação Tecnológica, como que a chamar os visitantes a convidá-los a participar na Ceia de Natal. Logo no 1º Hall de entrada, os participantes na ceia, deparavam com uma árvore em tons azulados excelentemente decorada nas aulas de Educação Visual. No 2º hall tinha uma decoração natalícia, feita pelos professores e alunos de Educação Visual e Tecnológica, em que os motivos de natal se desprendiam do tecto como que estrelas a anunciar o presépio que iam encontrar mais à frente, construído à base de papel de seda um coro de anjos a convidar os visitantes, muito bem concebido, com a criatividade e a originalidade.

         Mais à frente  encontrava-se  uma mesinha com aperitivos e por cima um placar onde se lia FELIZ NATAL. Quando se entra na sala que ia ser o convívio desta ceia, os visitantes encontraram uma sala muito bem decorada em tons de azul e prateado, que os colegas “encarregados da decoração” quiseram brindar os visitantes.

Passando à ceia, pode-se dizer que foi um convívio excelente, com amizade e alegria propícia da época, entrando pela noite dentro com música (da casa) e cantores também da casa, em que o karaoke foi vedeta onde todos puderam mostrar o que valiam.

Também houve a tradicional troca de prendas e o Pai Natal para os mais pequenos, que não se esqueceu deles porque se portaram muito bem, segundo eles, e trouxe um saco cheio de prendas, enchendo o seu coração de felicidade.

O Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão deseja aos professores, encarregados de educação, alunos, funcionários e a todos em geral FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO.

 

 

 

Ver mais fotos da Ceia 2007

     Ver fotos da Ceia de 2005 e 2003

Almoço de Natal 2008. Rancho Folclórico Parada Gonta

 

 

Realizou-se no dia 14 de Dezembro de 2008, o almoço de Natal do Rancho Folclórico de Parada de Gonta.
Compareceram ao almoço de Natal, na sede da ex-Junta de Freguesia, várias dezenas de pessoas para um bem animado repasto tradicional prato português “cozido à portuguesa” bem apaladado e para regar as gargantas o vinho suave, melodioso e muito saboroso da terra.
Foi um almoço que o rancho folclórico quis presentear os paradenses e todos os elementos do rancho, na comemoração natalícia de 2008.
Em nome do rancho Folclórico de Parada de Gonta, muito obrigado a todos e desejos de um FELIZ NATAL E UM BOM ANO NOVO.

 

Um Dia Diferente..Ed. Especial


Clicar na foto para ver mais

 

Em homenagem ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de Dezembro de 2008) a equipa da Educação Especial da Escola Prof. Dr. Mota Pinto decidiu levar a cabo algumas actividades com o objectivo de proporcionar aos alunos com Necessidades Educativas Especiais um dia divertido e diferente.
Para comemorar este dia, os alunos foram passar uma manhã ao Palácio do Gelo onde puderam conviver e apreciar as delícias do Natal! Tirámos muitas fotografias!
Vamos agora dar conta da diversão!
Entrámos nas lojas dos brinquedos, tirámos fotografias com o Pai Natal, lanchámos no Mc Donalds e visitámos a pista de gelo!
Tivemos direito a balões oferecidos por uma loja de roupa e andámos no carro dos bombeiros!
Na escola, pintámos umas telas para pedir as nossas prendas ao Pai Natal! As professoras fizeram uma exposição dos nossos trabalhos e fomos muito elogiados! Algumas pessoas nem acreditavam que tínhamos sido nós a fazer essas pinturas embora com a ajuda das professoras!
No próximo dia 16 de Dezembro, vamos também assistir a uma peça de teatro na ACERT em Tondela dinamizada pelos alunos da Instituição Vários. Um deles foi ex-aluno da nossa escola: é o Hugo!
E assim vai ser celebrado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência na nossa escola!

Seria bom se todos nós olhássemos para as pessoas portadoras de deficiência por aquilo que elas são e não pela deficiência que têm. Assim, vamos ajudá-los a sentirem-se melhor neste mundo ao qual elas têm de se adaptar constantemente.

 

Clicar  para ver power point sobre o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Equipa da Ed. Especial da EB 2,3 Prof. Mota Pinto

Todos Diferentes..Todos Iguais..


Trabalhos dos alunos da Ed. Especial
Clicar na imagem para ver mais.

 Foi assinalado na Escola EB 2,3 Prof. Mota Pinto o 60º Aniversário da declaração dos direitos do Homem, com trabalhos dos alunos do Dec. Lei 3/2008 e com um pouwer point de sensibilização a toda a comunidade educativa

 Porque a diferença não deve ser motivo de exclusão social. Independentemente da cor, raça, religião, defeitos e deficiências todos merecemos respeito e felicidade.

In escola EB 2,3 prof. Mota Pinto

DECLARAÇÂO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS CELEBRAÇÃO DO 60º ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÂO DOS DIREITOS DO HOMEM 1948 - 2008 10 de Dezembro de 2008 “O 60º aniversário da adopção da Declaração dos Direitos Humanos é a ocasião propícia para renovar os compromissos firmados nos seus princípios. Hoje, a sua relevância continua a mesma do dia em que foi adoptada. Espero que adopte a Declaração dos Direitos Humanos como parte integrante do seu modo de vida”. Extracto da Mensagem do Secretário-Geral das Nações Unidas Ban Ki-moon

Endereços:
- http://www.amnistia-internacional.pt/ Amnistia Internacional Portugal – –Kit de Actividades para Escolas – 2008
- http://www.unric.org/ - Centro Regional de Informação das Nações Unidas – material pedagógico - 2008
- http://www.unhchr.ch/udhr/lang/por.htm -Texto da Declaração
- http://www.knowyourrights2008.otg/ - Para consultar programa de actividades comemorativas planeadas em todo o mundo
- http://www.ohchr.org/EN/UDHR/Pages/60UDHRIntroduction.aspx - Para informação sobre o 60º Aniversário.
- http://www.gddc.pt/ - Para informação sobre direitos humanos em Portugal
- http://sitio.dgidc.min-edu.pt/recursos/Lists/Repositrio%20Recursos2/Attachements/790/contexto_escolar.pdf - Guião de Educação para a Cidadania em contexto escolar…Boas Práticas

Procissão Nª Sª Conceição em Parada de Gonta

Clicar na foto

 

Parada de Gonta demonstrou, mais uma vez, a sua enorme generosidade e a sua forte entrega aos valores da Fé! Foram centenas de pessoas que participaram na Procissão da Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Portugal, desde a Igreja Matriz onde houve missa dirigida pelo Sr. Padre João, passando pelo largo do Cruzeiro e pela Capela da Nossa Senhora da Conceição onde foi deixada a imagem da Imaculada e voltando novamente à Igreja Matriz.
 Parada de Gonta tanto demonstra o seu culto pela fé como demonstra o seu apego por valores culturais.

 

Final da história..do Pinóquio.

 

Pinóquio VIII
A história do pinóquio (nome fictício) tem oito capítulos e vai desde 25 de Outubro de 2006 até Dezembro de 2008. ( Ver os oito capítulos )
O regresso de pinóquio apanhou os professores de surpresa e deixou todos espantados. Deixaram de acreditar nas instituições que têm a seu cargo estes casos problemáticos, é de lembrar depois de tantos processos a nível disciplinar, de ameaças aos colegas, faltas de respeito a professores e auxiliares, tinha sido encaminhado pela via dum mandato do tribunal para outra escola, com um currículo mais prático de acordo com as suas necessidades específicas a pensar na sua plena integração.
Regressou à escola, diz-se que o pai assinou a vinda para a escola da sua área de residência, até parece que nestes casos a lei não é para cumprir e joga a favor daqueles que não cumprem e por isso a escola teve que se preparar para um miúdo problemático que não gostava nada da escola.
Foi-lhe arranjado um plano específico para que ele frequentasse só algumas aulas, uma tutora, para o ajudar na sua organização e nas aprendizagens básicas que ele tanto necessitava. Mas Pinóquio como filho do vento que era, as paredes duma sala de aula eram como uma prisão e raramente aparecia nas aulas. Quando aparecia numa sala era para criar distúrbios e faltar ao respeito aos professores.
No recreio era o terror, ameaçava os colegas com tudo o que tinha à mão para conseguir o que queria. Até que um grupo de pais se juntou e fez uma participação colectiva para se tomar medidas contra o pinóquio para que ele deixasse os seus filhos em paz, já que muitos começavam a ter medo de ir para a escola.
Mais uma vez Pinóquio e depois de várias participações dos auxiliares e professores, foi chamado ao Conselho Executivo para tomar conhecimento da pena que ia ter devido ao seu comportamento. Depois disto e dando conhecimento às instituições que deviam tratar destes casos, foram chamados pela “protecção de menores” o Director de Turma, o Presidente do Conselho Executivo, a Interlocutora do Agrupamento para os alunos em risco de abandono e alguns pais, sendo-lhes comunicado que nada podiam fazer porque se trata de um menor e as acusações contra ele, juridicamente, não eram superiores a três anos de pena, e embora ele tivesse várias, não eram acumuláveis.
Pinóquio podia continuar a fazer o que fazia porque estava imune à lei, por força de ser menor e também porque as queixas apresentadas pelos pais não eram para dar seguimento. Ora aqui está um dos calcanhares de Aquiles dos tribunais, para dar seguimento às queixas os pais tinham que perder os seus dias de trabalho sempre que fossem chamados, como diz uma mãe: gastei dinheiro num táxi, perdi o dia de trabalho na apanha da azeitona, desisti da queixa porque preciso de alimentar a família. E assim vão os pinóquios infestando as escolas sem regra nem lei que os possa suster.
Mas todas as histórias têm um fim e parece que o Pinóquio, depois da pena que a escola lhe aplicou, continuou a fazer das suas fora da escola e foi levado para um Centro Educativo, onde vai permanecer até que seja reeducado conforme o previsto na lei.
Estas histórias “dos Pinóquios” só demonstram a incapacidade das escolas para dar resposta a este tipo de miúdos e o que toda a comunidade educativa sofre até que sejam encaminhados.  

Assinalar o Dia Mundial Contra a Sida

 

 

A EB 2,3 Mota Pinto não deixou passar esta data e o Clube de Saúde com o grupo 11ºB (Ciências Naturais do 3º Ciclo e Ciências da Natureza do 2º Ciclo) abraçou-a com diversas actividades:
- Foram distribuídos e afixados vários folhetos informativos aos alunos;
- Através de Power Point foi divulgado e mostrado aos alunos do Agrupamento atitudes e comportamentos face a esta doença;
- Foi constituído o símbolo da Abraço com velas acesas no átrio da escola;
- Foi construído um painel na átrio da escola com mensagens dos alunos.

A mesma luta!..

Este post foi colocado em 30 de Novembro de 2007. Continua tudo na mesma.
Pela desburocratização!..

 

Em dia de greve dos professores e nas incertezas dos números entre sindicatos e o governo, fica o registo de quem aderiu à greve, crendo estar certo das suas convicções, nesta luta reivindicativa na  melhoria das condições para exercer com profissionalismo a sua profissão.

Ninguém pode ficar alheio ao que se passa nas escolas onde a burocracia implantada vem substituindo a arte de ensinar. Enquanto que os pais reivindicam melhores aprendizagens para os seus educandos e estas só se conseguem com metodologias e estratégias eficientes e eficazes dentro da sala de aula, o que sai das normas impostas pelo Ministério da Educação que passam pelas Direcções Regionais e que chegam às escolas, parece que o que é importante é tratar de papelada para ficar bonitinha dentro dos dossiers como prova de “estatística” que o ensino vai bem. Um profissional de ensino gasta mais tempo a preencher papeis do que dentro duma sala de aula. As suas energias são gastas a saber como actuar com papéis e mais papéis do que saber como deve melhorar as aprendizagens dos seus alunos. E nisto este governo é pródigo, quando diz que as reformas são precisas só para enviar despachos e mais despachos, alguns transformados em decretos-leis, para as escolas que ainda uns não foram consolidados já outros estão na lista de espera.

Não só por isto mas também por isto, hoje estou em luta…

 

Ver (http://arteagostinho.blogs.sapo.pt/183726.html )

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.