Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto e ao que me rodeia! Educação é a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto e ao que me rodeia! Educação é a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! email: ag_silva@hotmail.com

5º Aniversário do Grupo do Tacho/ 37º Convívio

Acta Nº1 

tacho5.jpgtacho11.jpgtacho13.jpg
tacho12.jpgea3.jpgtacho16.jpggtcamisolas2.jpg
 

Aos trinta dias do mês de Agosto do ano de 2004, algures em Canas de Santa Maria, compareceram para realizar uma reunião, “Os Amigos do Tacho”, os fundadores, Exmos. Sr. Carlos A. Henriques, Agostinho Silva, Fernando Figueiredo, José Carlos Amaral, Luís F. Sá e Ernesto Antunes.
Sendo vinte horas, e estando todos devidamente acomodados em suas cadeiras, à volta do “Tacho” e com as velas devidamente acesas, deu-se por aberta a sessão que tem como ordem de discussão o seguinte:
- Deliberar sobre a marcação de um dia fixo para a realização das sessões dos “Amigos do Tacho”;

- Discussão sobre o tema lançado por um fundador “a idade das placas toponímicas indicadoras do inicio da povoação de Parada de Gonta;

- Outros assuntos.

Lançado o primeiro assunto a discussão, e após algum tempo foi deliberado estipular a ultima quarta-feira de cada mês para estas reuniões com a marcação do local e hora das reuniões a confirmar a todos os participantes.
Passado ao segundo tema e após algumas velas queimadas foi posta em causa a idade das placas que um fundador afirmava terem cerca de cem anos não tendo sido conclusiva a discussão, ficando esta em aberto a novas investigações.
Na discussão de outros assuntos, foi sugerido convidar para participar em algumas sessões uma pessoa da aldeia de Parada de Gonta, com experiência de vida suficiente para contar histórias, e ou acontecimentos de tempos longínquos ocorridos em Parada de Gonta.
E, após se rapar o tacho e várias velas se terem consumido e ainda por nada mais haver a discutir, deu-se por encerrada esta reunião, que serviu de motor de arranque a muitas outras, esperamos nós.

 Ass. Os fundadores. 

Ficam os cantares ao desafio do 1º aniversário, o mais animado de todos.

Homenagem da Azoriana ao Grupo do Tacho. Lindissimo!...Vale a pena ler e reflectir.

 

Em 2009,  foi comemorado  o   5º aniversário  do   Grupo do Tacho  na ADRC de Parada de Gonta, com animação quanto baste, discussão e análise do quotidiano. Mas o mais importante é que as amizades perduram...

Foi assim que nasceu o grupo do tacho....Fez ontem,  30 de Agosto, 5 anos.


Campanha Autárquica por Parada de Gonta..3/Postal..34

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!

 

O Jardim de Santa Ana...merece ser bem observado!. A beleza e o enquadramento paisagístico conseguido neste jardim faz com que este largo, seja um local priviligiado das visitas a Parada de Gonta. É duma beleza impar e a sua envolvência enquadrada com a Igreja Matriz, requalificada com calçada "tipo portuguesa", faz deste espaço um local de eleição.

É preciso para isso, que se saibam escolher as pessoas certas para gerir os destinos da Freguesia, porque não basta haver dinheiro para que as obras se façam, o gosto e o conhecimento são um factor importante para que não se façam atropelos visuais, só para inglês ver, que venhamos mais tarde a arrepender-nos. Muitos dizem, o que interessa é obra, não se pode concordar com esta afirmação, imagine-se este largo todo alcatroado, a quem serviria?...

No lado direito continua a sondagem Arte por um Canudo 2, com os cabeças de lista de cada partido, mais tarde se irão pôr as ideias principais de cada candidato, sobre a forma como quer gerir a Freguesia e os nomes dos 5 primeiros que compõem cada lista.

Faça parte da sondagem...

A todos paradenses e a todos que passam por este blogue, BOM FIM DE SEMANA.


EN337 - Apela-se ao seu arranjo!.

Terminadas as férias, desloquei-me de carro, pela estrada nacional 337, a única (muito mais perto) que existe para o meu local de trabalho na EB 2,3 Prof. Mota Pinto e o que verifico, apesar dos apelos constantes das entidades governamentais à limpeza das matas e das bermas das estradas, fico surpreendido com a negligência com que as nossas estradas são tratadas pelos nossos governantes, neste caso autarcas.

A Estrada Nacional 337, via de comunicação entre Parada de Gonta e Carregal do Sal, passando por S. Gemil e Cabanas de Viriato, é a estrada onde circula o transporte escolar que leva os alunos de Parada de Gonta para o Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão.  

Sabendo-se o estado lastimoso em que se encontra a estrada 337, depois de atravessar a ponte sobre Rio Pavia, que faz a divisão entre o Concelho de Tondela e o Concelho de Viseu, é precisamente no local onde começa o Concelho de Viseu, Freguesia de Silgueiros, que se verifica a negligência com que as estradas são tratadas. O percurso nesta via a partir deste local e até ao Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão é um autêntico labirinto, com a vegetação a entrar pela estrada dentro e com as raízes das árvores a entrar também pela estrada, levantando o alcatrão e fazendo com que os condutores façam piruetas pondo em perigo a sua vida e outros que nela circulam.

Sabendo os autarcas, Sr. Presidente da Junta da Vila de Silgueiros, Sr. Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta e o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Tondela, que esta é a única via por onde são transportados os alunos de Parada de Gonta e também que é uma via com muito tráfego, onde existe interesses comuns entre os dois Concelhos, seria de bom-senso que conversassem sobre o estado da estrada 337 e até da ponte sobre o Rio Pavia, onde se tem dado vários acidentes, para que se limpasse e cuidasse mais desta via para não perigar quem passa nela.

Na 1ª fila, fotos da EN337 que passa por Parada de Gonta  e na 2ª fila, fotos da EN337 que passa por  Silgueiros, a mesma estrada dum lado e do outro da Ponte sobre o Rio Pavia.

 

 


Campanha Autárquica por Parada de Gonta..2


casinos poll

Sondagem  Arte por um Canudo 2

 

Parada de Gonta é uma terra apetecível e é pena que o "poder" não queira reconhecer que assim é.
Parada de Gonta, tem a nível associativo 5 associações que preenchem a alma do povo com actividades desportivas, de lazer, de recreio, de cultura e de solidariedade.
Parada de Gonta tem também a nível de romarias, as chamadas festas de Verão das melhores do Concelho, como é do senso comum, dizer-se. Parada de Gonta recebe no Verão os seus filhos às centenas e é visitada pela altura das festas de Santa Ana por milhares de pessoas.
Por tudo isto, Parada de Gonta é uma terra aberta, as suas gentes partilham a opinião, são influenciadas e influenciam com os seus gostos, gostam da discussão, analisam politicamente o que acham correcto e o que não está bem, divergem do alinhamento muitas vezes natural por não ser comodistas, mantendo uma rica diversidade de opiniões.
Parada de Gonta e das poucas Freguesias do Concelho de Tondela que resiste ao poder “único” e as suas gentes com a diversidade de opiniões são ricas em ideias que se transformam em ideais. Assim para manter a sua diversidade, Parada de Gonta apresenta 3 listas a votação para a Junta de Freguesia.
Cada grupo que compõe as listas tem uma opinião própria como deve ser gerida a Freguesia. São homens e mulheres válidos que querem o melhor para a Freguesia. Todos estão orgulhosos daquilo a que se propõem fazer e querem mostrar ao "poder" que quem comanda os destinos da Freguesia são os Paradenses.
Até ao dia 9 de Outubro de 2009, fica aqui no lado direito do blogue, a sondagem da arte por um canudo 2, sobre quem deve gerir os destinos da Freguesia. Basta clicar no espaço (cada computador só dá um voto) correspondente ao nome da pessoa que encabeça a lista por determinado partido. É uma forma divertida de estarmos atentos às notícias que se vão colocando aqui sobre a campanha por Parada de Gonta.

Decreto Regulamentar n.º 14/2009- Prolongamento do modelo de avaliação de desempenho simplificado.

Foi promulgado o Decreto Regulamentar n.º 14/2009 de 21 de Agosto, que diz respeito à ADD.

No seu preâmbulo diz, “O Governo tem desenvolvido um esforço assinalável para introduzir um sistema de avaliação do desempenho do pessoal docente com consequências, que permita, por um lado, identificar as necessidades de formação e de desenvolvimento profissional dos professores e educadores e divulgar e disseminar as suas boas práticas e, por outro, garantir a prestação de contas pelo serviço público de educação e regular a progressão na carreira com base no reconhecimento do mérito”. Quem não concorda? ..

As dificuldades sentidas em implementar o modelo de avaliação estabelecido pelo Decreto Regulamentar 2/2008, devido à contestação generalizada dos professores e depois do entendimento com a plataforma sindical dos professores, em Abril de 2008, surgiu como refere no seu preâmbulo Assim, e pelo Decreto Regulamentar n.º 1 -A/2009, de 5 de Janeiro, o Governo veio já aprovar um conjunto de medidas que, no seu conjunto, concretizaram o aperfeiçoamento e a simplificação dos procedimentos de avaliação, permitindo responder às dificuldades identificadas na sua aplicação, mantendo-se disponível para continuar a melhorar o sistema de avaliação do desempenho do pessoal docente”.

Ainda na sequência deste entendimento com a plataforma sindical dos professores diz ainda o preâmbulo, Na perspectiva desse aperfeiçoamento, e na sequência do memorando de entendimento assinado com a plataforma sindical dos professores, em Abril de 2008, o Governo solicitou a entidades independentes a elaboração de estudos e pareceres sobre o processo de avaliação em curso, que pudessem sustentar a necessária tomada de decisão política”. Perante tais estudos e pareceres, designadamente os que foram elaborados pelo conselho científico para a avaliação de professores, por uma consultora internacional e pela OCDE, identificando vários pontos fortes do sistema de avaliação, o governo entende, “Nestas circunstâncias, o Governo entende que a solução mais adequada é, na actual conjuntura, prorrogar a vigência do regime previsto no Decreto Regulamentar n.º 1 -A/2009, de 5 de Janeiro, até que estejam reunidas as condições para a revisão do regime de avaliação do desempenho previsto no Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário”.
A prorrogação da vigência do regime previsto no Decreto Regulamentar n.º 1 -A/2009, de 5 de Janeiro, permitirá, pois, que as escolas e os professores iniciem o ano escolar de 2009 -2010 com a adequada segurança jurídica e a necessária tranquilidade, sendo a sua primeira medida “o prazo limite para a definição do calendário de desenvolvimento do processo de avaliação previsto no artigo 2.º do Decreto Regulamentar n.º 1 -A/2009, de 5 de Janeiro, é fixado em 30 de Outubro de 2009”.

Quanto á justeza desta medida considerada por muitos como o simplex 2-A, do Decreto regulamentar 14/2009 de 21 de Agosto, creio que continuará a ser contestado, porque vai continuar a obrigar a preencher montes de papéis que não avaliam nada e são um desperdício de tempo. Vai continuar a criar injustiças porque os objectivos a cumprir com os alunos, não são mensuráveis, nos termos de cumpriu ou não cumpriu, devido à sua complexidade. Vai continuar a ser subjectiva nos termos de apreciação do que é bom ou menos bom, porque depende de quem aprecia. Vai continuar a ser contestada, porque se sabe que na maioria dos parâmetros de avaliação é impossível criar critérios objectivos que possam verdadeiramente medir o mérito.

Na minha opinião, creio que é um factor positivo, a não obrigatoriedade da avaliação a todos os professores por este modelo (só quem pedir a componente cientifico-pedagógica), como estipula o decreto regulamentar 14/2009 de 21 de Agosto.

 


Campanha Autárquica por Parada de Gonta..1

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!
Não se vislumbravam naquele denso nevoeiro...Os sons calaram-se, as vozes fecharam-se e o silêncio que cada um trazia era o único murmúrio que se ouvia. Desta vez não há corajosos capazes de irem à luta na defesa da sua terra, era o pensamento corrente. Outros pensariam que não vale a pena porque é tudo do mesmo. Mas, as estratégias estariam montadas e cada grupo cumpria o plano à risca. Cada um escondia do outro os trunfos que trazia na manga.
Quem se apresenta...Quem se apresenta...Ninguém! faziam-se ouvir as carpideiras, prontinhas a fazer o funeral à Freguesia, já muito perto do final do prazo para entrega das listas. Mas, eis que surgem os primeiros rumores, dum candidato com coragem para ir à luta. 
O povo fica contente, a sua terra é normal como as outras e já pode vir nos noticiários, não por ser diferente, mas por ser igual.Quem é? Quem é? Mas se não há concorrência, que importa saber quem é!. Já ganharam e podem  festejar.

Novamente este povo bravo se pôs a magicar..só uma lista nem dá gosto ir votar, não há hipótese de escolha, sejam bons ou sejam maus, eles é que vão ficar.

Surge então,  já perto do dia do fecho para apresentação das candidaturas, mais duas listas para votação aos orgãos autárquicos. Ficam a ser três listas concorrentes à Freguesia de Parada de Gonta. Partido Socialista, Partido Social Semocrata/PPD e Centro Democrático Social. Hà muitos anos que não se via igual e quando se julgava que não ia haver nenhuma, aparecem três, o que revela que os paradenses gostam de escolher bem quem vai gerir os  destinos da sua terra.
Afinal, os desejos do povo foram cumpridos, já pode votar e pode escolher quem mais lhe agradar.
Os foguetes ficam para o final...


Férias..Visita a Lamego e ao Mosteiro de S.João de Tarouca

Que bom!..

Inicio de férias e como todos os anos um começo cultural. Visita ao Santuário de Lamego e ao conhecido Mosteiro de S. João de Tarouca. Neste mosteiro tivemos como cicerone o Sr. Caetano, que nos deu a conhecer a história do Mosteiro.

De certa forma é preocupante que um Mosteiro do Sec. XII, lembre-se que o 1º Rei de Portugal, D. Afonso Henriques, fez o lançamento da 1ª pedra, como mostram os azulejos do painel colocado numa das paredes laterais, e o que é preocupante é que um Mosteiro com esta dimensão, não tenha ninguém que possa servir de guia aos turistas e se encontre fechado. 

O Sr. Caetano, um senhor já com uma certa idade e com problemas motores ( anda de muletas), é que faz de guia como pode, mas de forma voluntária, porque parece que o IPPAR (governo) não tem dinheiro para pagar a quem possa fazer de guia.

Apetece dizer..ó Sr. ministro, com tanta gente a receber do fundo do desemprego, ou tanto jovem a querer um emprego, e não encontra ninguém para o lugar,  parece ser uma mentira  que por muito que se repita nunca chega ser verdade.O turista não tem culpa e só quer ter direito, a ver o que de bonito, o nosso Portugal tem.

 

Ver álbum completo "Férias..entre a Praia e a Serra"


6º Jantar/Convívio – ADRC de Parada de Gonta

Realizou-se no dia 15 de Agosto de 2009, o 6º Jantar/Convívio da ADRC de Parada de Gonta com cerca de 100 pessoas. Lembre-se que estes jantares também servem de apoio financeiro à Associação para que possa prosseguir com os objectivos traçados. E o que se pode dizer, é que o apoio parece desvanecer-se, a ver pelo número de pessoas que corresponderam ao apelo, e uma Associação não pode viver se não tiver o apoio e o carinho das pessoas. São Associações como esta que lançam os jovens no caminho do desporto, incute-lhes regras, socializam-nos e ensinam-lhes a conviver com hábitos saudáveis de vida. São estes os jovens do amanhã que praticarão o bem ou o mal conforme as ferramentas e os ensinamentos que lhes dermos para que possam enfrentar o futuro. Para quem está numa terra pequena é a única forma que os nossos jovens têm de praticar desporto e também para os mais adultos uma forma de se recrearem e de se divertirem aos Domingos com os jogos de futebol. Teremos é que manter a chama de outros anos, veja-se o 2º Jantar/Convivio da ADRC ou o 4º Jantar/Convivio da ADRC e verifique-se aquela chama que existia no apelo para angariação de fundos à Associação Desportiva e Recreativa de Parada de Gonta.


Baptizado da Inês.

 

O dia 15 de Agosto foi um dia diferente para a família. Foi o Baptismo da Inês!.
Na Igreja Matriz de Lobão da Beira, uma igreja bicentenária com um valor artístico muito rico, foi baptizada a Inês, filha dos meus cunhados, na sua terra natal, onde juntou os familiares para assistirem ao baptismo. Logo neste dia, havia 2 baptizados na mesma igreja e à mesma hora, e foi diferente a forma como os 2 casais, pais dos filhotes, foram abordados pelo padre da freguesia, fora da Igreja e junto à porta principal da igreja, nos preliminares e preparação do baptismo.
Já dentro da Igreja, junto à pia baptismal, as duas famílias com o padre, deram inicio à cerimónia propriamente dita do Baptismo. Os Baptizados foram realizados em simultâneo, dando uma forma diferente ao acto, ora, orando uma família, ora, orando outra família.
Depois do acto solene, foi a vez do convívio junto com os familiares…
Parabéns à Inês e aos Pais…  

Acumulações na Educação?

Respondendo a uma questão colocada  no Prof. Avaliação, sobre acumulações no ensino, mas que tem a ver com a minha forma de ver a escola e a politica, deixo a minha opinião, e não importa se é politicamente correcta.
No contexto actual de escola e politica, o ser-se professor obriga a estar a tempo inteiro na escola e qualquer acumulação seja no público, no  privado ou na politica, não me parecem ser compativeis e só se prejudicam, por isso, a minha recusa em fazer parte das listas dos partidos concorrentes às autarquias.

Cito o que disse no Prof. Avaliação " Ainda não entendo como se coloca a questão!.. Os horários são organizados com critérios pedagógicos rigorosos e estes tem a ver com a melhor exequibilidade nos alunos. É inaceitável que um aluno entre às 16 horas só porque não se pode prejudicar a acumulação do professor".
A questão é que nas escolas e terras pequenas isso não acontece e porquê? Já imaginaram um aluno ter que se levantar às 6 ou 7 horas da manhã para ir para o transporte escolar ( aqui não existem transportes a qualquer hora) e só depois ao final da tarde é que teria aulas. Não é aceitável e seria pedagogicamente incorrecto.
Os professores também não podem acumular ( os de horário completo, nos outros, é uma questão de sobrevivência) porque as reuniões surgem em qualquer altura e sempre depois do horário escolar dos alunos que é às 17. 30 horas.Coloco o meu caso que era o secretário duma junta de freguesia e tenho que deixá-la, nem ponho a hipótese de concorrer, apesar das pressões existentes para que o faça, mas não posso porque não podia cumprir um simples horário pós-laboral já marcado para atender as pessoas. É que as reuniões de escola obrigaram-me a não cumprir e a ter que faltar ao atendimento, por isso o meu abandono da politica.
Se ainda se pode noutras escolas, porque é também uma questão de acumulação, parece-me que neste ponto as terras do interior e as escolas pequenas estão em desvantagem com as outras, porque a questão para este ano nem se coloca.

"Arte por um Canudo 2"


XXVI Festival de Folclore - Parada de Gonta

 

Realizou-se no dia 8 de Agosto de 2009, o XXVI Festival Nacional de Folclore, organização a cargo do Rancho Folclórico de Parada de Gonta.
Como vem sendo apanágio do Rancho Folclórico de Parada de Gonta, foi servido no laranjal um jantar a todos os participantes no festival e aos seus convidados, muito bem servido a cerca de três centenas de convivas que saborearam e se regalaram com o petisco oferecido. No jantar estiveram presentes também os representantes das Associações Paradenses, representante da Federação Portuguesa de Folclore e algumas pessoas que de uma forma ou outra têm contribuido com o Rancho Folclórico de Parada de Gonta. Embora mais tarde, também esteve presente e a assistir ao festival o representante da Camara Municipal de Tondela, Dr. Zé António.
O XXVI Festival teve início com o desfile dos ranchos que iam actuar pela Avenida principal abaixo, desde a Igreja Matriz até ao laranjal, local onde se iria realizar o encontro. Aqui e já perante uma plateia completamente cheia de pessoas, a fazer fé nos cálculos de alguns presentes, estiveram a assistir cerca de setecentas pessoas que não se cansaram de aplaudir conforme os ranchos iam actuando e apresentando as suas músicas e danças.
Os ranchos que abrilhantaram este festival, além do Rancho folclórico de Parada de Gonta, como organizador, estiveram também presentes, o Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito - Santarém, o Grupo Regional Folclórico Agrícola de Pevidém – Guimarães, o Rancho Folclórico da Nossa Senhora da Lapa - Rio Tinto e o Rancho regional da casa do Povo de Ílhavo, todos ranchos pertencentes à Federação Portuguesa de Folclore e que deram o seu melhor numa bela demonstração de danças e cantares típicos e tradicionais portugueses. Foi um espectáculo digno de se ver e os paradenses mostraram o seu agrado aplaudindo cada actuação, não arredando pé e ficando até à última dança, já a altas horas da noite. Está de parabéns o Rancho Folclórico de Parada de Gonta, pela sua organização do festival e pela forma como receberam os seus convidados, assim o demonstraram os ranchos que iam actuando ao elogiar a organização e agradecendo o convite para este grande festival. Os paradenses gostaram e aplaudiram e desejam aos elementos que constituem o Rancho Folclórico de Parada de Gonta, Boa Viagem na sua caminhada até à Austria e que representem a sua terra e o seu país, além fronteiras, com honra e orgulho como o têm feito até aqui.

Grupo do Tacho - 36º Convívio

Decorreu o 36º Convívio do Grupo do Tacho, num restaurante de Silgueiros com o nome de Martelo e com a sua famosa pinga “Curral da Burra”. Foi um convívio como tantos outros, muito animado, com alegria e a amizade que é característica deste grupo.
Foi neste convívio o baptismo dos nossos conterrâneos emigrantes Sr. Manuel Viegas e Sr. Fernando, que passam a pertencer ao GT.
Pelas fotos e vídeo, verifica-se que não somos nem músicos nem cantores e já tentamos muitas outras vocações, mas para o que temos jeito é mesmo para o convívio à volta dum bom néctar e dum tacho recheado.
Saudámos os novos membros do GT com votos de Boas Tachadas..

 

Para rever todos os momentos do Grupo do Tacho é carregar aqui:
 http://arteagostinho.blogs.sapo.pt/tag/grupo+do+tacho 


Em Homenagem ao Dia do Pai no Brasil

 

O Dia dos Pais tem origem na antiga Babilônia, há mais de 4 mil anos. Um jovem chamado Elmesu moldou em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.[1]
História
Nos Estados Unidos,Sonora Luise, resolveu criar o Dia dos Pais em 1909, motivada pela admiração que sentia pelo seu pai,William Jackson Smart. O interesse pela dados difundiu-se da cidade de Spokane para todo o Estado de Washington, DC e daí tornou-se uma festa nacional. Em 1972, o presidente americano Richard Nixon, oficializou o Dia dos Pais.
Comemoração
Devido à história, nos Estados Unidos, ele é comemorado no terceiro Domingo de Junho. Em Portugal é comemorado a 19 de Março. No Brasil, é comemorado no segundo Domingo de Agosto. A criação da dados é atribuída ao publicitário Sylvio Bhering, em meados da década de 50, festejada pela primeira vez no dia 14 de Agosto de 1953, dia deSão Joaquim, patriarca da família. (dia que tambem se comemora o dia do padrinho segundo a tradição católica)
Ranking da Lista de Blogs Portugueses
113
247012
729
468472
1074
114
321694
724
416453
823
115
97112
714
226412
1464
116
516652
706
1672198
2161
117
2016331
703
3061504
1089
118
252648
701
328064
849
119
478399
686
721834
885
120
511103
684
754938
920

 

Post / Título da Página
Visitantes
% De visitas
Lembranças para o Dia do Pai - Arte por um canudo 2
16 341
61,66%
Arte por um canudo 2
2 297
8,67%
Dia do Pai!. - Arte por um canudo 2
763
2,88%
Dia do Pai! .. - Arte por um canudo 2 .. (arteagostinho)
390
1,47%
PLANIFICAÇÕES EVT - Arte por um canudo 2
273
1,03%

 

Este é o post mais visto do Arte por um canudo 2, nos últimos quinze dias. Lembranças para o Dia do Pai, realizadas com os alunos da EB 2,3 Prof Mota Pinto - Lajeosa do Dão, está a ser visto a uma média diária de 1.100 visitantes, com tendência na aproximação do Dia do Pai no Brasil, para subir. Quem mais procura o Post são os nossos irmãos Brasileiros que no segundo Domingo de Agosto comemoram o DIA DO PAI. Parabéns para todos os Pais e em especial para o Pais Brasileiros, por este seu dia magnífico. O Post do dia 19 de março de 2008, é assim:
Lembranças para o Dia do Pai
Não se esqueceram e como coração assim o exige fizeram lembranças para o Dia do Pai. Mãos à obra e várias lembranças foram feitas mas ...
Nos Quintos anos e uma lembrança para oferecer nenhuma preferida Dia do Pai. A tradicional camisa com uma mensagem dentro é a que eles gostam mais. Pintam-na a seu gosto e na parte interior escrevem um texto ou um poema dedicado ao pai. É simples de fazer, basta ter um rectângulo de cartolina e dobrá-la pelos lados menores do rectângulo até ao meio do lado maior. Depois é só acrescentar pequenos pormenores como um Gravatá, Bolso e dobrar a parte superior para os colarinhos. Também se pode fazer uma Dobra na parte inferior do rectângulo e depois é só pintar segundo o padrão que mais gostarem.
Parabéns PAI! .. ESTE É MAIS UM DIA DE TODOS OS DIAS ter.
Alguns resolveram fazer outra lembrança.
Dentro de uma cana da índia enrolaram um diploma com uma dedicatória ou poema para oferecer aos Pais.

Falar de...Parada de Gonta

Falar de Parada de Gonta nos meses de Julho/Agosto tem obrigatoriamente que se falar nas festas que são promovidas nesta pequena aldeia e Freguesia do Concelho de Tondela.

As festas de Parada de Gonta são consideradas por muitos daqueles que as visitam como sendo das melhores festas de Verão do Concelho de Tondela. Têm um vastíssimo programa ao longo de duas semanas.
O seu início é dado pela Associação “
Os Amigos” com o excelente cartaz cultural apresentado ao longo duma semana e de seguida pelas festas em honra da padroeira de Parada de Gonta, as conhecidas festas de Santa Ana.
Mas como estamos em Agosto, mês do regresso da maioria dos emigrantes Portugueses para férias e com eles os filhos da terra, citando algumas fontes
Será mesmo a Aldeia do Concelho de Tondela com maior número de Emigrantes entre os seus filhos!.“, as festas continuam e ainda temos o Festival Nacional de Folclore, promovido e organizado pelo Rancho de Parada de Gonta, a festa em honra do emigrante promovida pela ADRC e a festa do Clube Caça e Pesca.
É um mês em cheio, que procura dar aos filhos da terra (emigrantes) razões para que ao fim dum ano de trabalho, venham cada vez mais passar os seus momentos de lazer em Parada de Gonta e se mantenham junto dos seus familiares.

"Arte por um Canudo 2"


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.