Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

FELIZ ANO NOVO-2010

Pasagem de ano 2010.jpg

PASSAGEM DE ANO - PINTURA S/ACRILICO DE 50X60

Quadro feito para a entrada no ano de 2010 (Passagem de Ano).

De realce a folia da passagem do ano com champanhe a brindar, os foguetes a estalar e o relógio marca o compasso como que a saudar o ano novo de 2010. Com cores escuras como fundo (passado) e cores luminosas (futuro) na esperança de um ANO BOM que vos saúdo e desejo a todos com umas EXCELENTES ENTRADAS NO 2010 
 
VER OUTROS QUADROS
 
Agora como passo a passagem do ano
Quando os meus amigos  perguntam, como vais passar a passagem de ano? Conto sempre a mesma história, ou seja, uma história que já vem da minha infância. Lembro-me dos meus familiares em Penafiel, minha terra natal,  que se juntavam e brindavam a entrada do ano novo com uma canção, portas abertas e muito champanhe. Faziam assim e é assim que me recordo. Actualmente, apesar de estar noutro lugar, Parada de Gonta – Tondela, também vou mantendo com os meus familiares daqui a mesma tradição. Com a mesma canção e também de portas abertas faço uma homenagem ao Ano Novo.
É uma forma segura de comemorar a entrada no Ano Novo. Pelo menos não existe o problema dos excessos do álcool e das consequências que daí podem surgir.
A história resume-se a juntar os familiares e quando chega a meia-noite do dia 31 de Dezembro, abrem-se as portas e janelas da casa e no ponto mais alto com uma garrafa de champanhe na mão brindamos a entrada do Ano Novo começando a cantar uma canção de boas-vindas que tem a seguinte letra:
 
               I
Vai-te embora ano velho ---refrão
Que és um grande macacão ---- refrão
O novo que vem agora ---refrão
Vai-me aumentar a ração. ----refrão
               II
Noz, arroz e bacalhau
Para isso já estamos
O pior é o açúcar
Que nem para isso ganhamos.

               III
Foste um ano duvidoso
E também muito poupado
Não me deste o totoloto
Nem sequer um rebuçado.  
              
               IV
2010 vem agora
Vem agora de mansinho
Traz contigo a boa sorte
Faz desta casa o teu ninho.
               V
O ano novo que chegou
Faz promessas de verdade
A todos nesta casa desejou
Paz, saúde e felicidade.
 
Sei que as duas primeiras quadras são originais (na segunda quadra nota-se que na altura o bacalhau era a comida dos menos abastados) as outras foram acrescentadas só para rimarem, mas o espírito da saudação ao ano novo mantém-se.
Se ficarem por casa não se esqueçam de saudar o novo Ano!
 
Quem por minha casa passar brindará comigo com um copo na mão…
 
A todos os Bloguistas e a quem aqui passar desejo um  Feliz Ano Novo.
 

Mas que propostas são estas?

 

 

Se a proposta do ME passar no dia 30 de Dezembro, e se fizermos as contas verificamos que alguém anda a brincar com os sentimentos e a bolsa dos professores. Ninguém gosta de passar de "cavalo para burro" ou dizendo de outra forma, ninguém gosta que lhe chamem “palerma”, mas se houver acordo, o que se dirá dos professores?
Então, vamos fazer as continhas…
Até aqui, o que é que acontecia?
. Em 100 Prof., 70 chegavam ao índice do
. Em 100 Prof., 30 tinham hipótese de chegar ao topo.
Agora, o que se propõe?
. Em cada 100 Prof., 80 passam do para o escalão (80%)
. Dos 80 Prof. que passaram ao escalão, só 40 chegarão ao escalão (50%)
. Dos 40 Prof. que passaram ao escalão, apenas 12 passarão ao escalão(30%)
. Destes 12, só alguns chegarão ao topo.
A tudo isto, é necessário ter em conta as cláusulas da transição
Quem estava no índice 245, ao fim de 6 anos, passava ao índice 299
Agora, que está no índice 245, se transitar ao 7º escalão, transita ao índice 272, ao fim de 4 anos e ao índice 299, ao fim de 8 anos (2 a mais do que anteriormente), mas estes serão uma percentagem muito baixa, serão os tais 12 dos 100.
Alguém de bom senso acredita que esta proposta é melhor que a anterior? Quem irá assinar um acordo destes?

Foram-se os Titulares..Ficaram as barreiras.

Até agora nada disse sobre as mudanças que estão a surgir e das outras que estão na forja sobre o reino da educação, mas há sempre uma 1ª ocasião e enfim fica a minha opinião como balanço de ano.

Muito se contestava a divisão da carreira dos professores em, professores e titulares, divisão que já foi banida, ou seja, os titulares foram varridos do mapa, falta é agora rever a sua situação para que não fiquem prejudicados com as colocações que tiveram nos concursos “Titulares”. É de lembrar que estes professores em nada ganharam com o título de titular a não ser um encargo de funções e serem prejudicados nos concursos, porque estes para professores titulares surgiram com muitas menos vagas e estes professores titulares não puderam concorrer ao concurso normal onde houve realmente deslocações.
A meu ver a carreira só tinha uma barreira que era a entrada para professor titular do 7º Escalão para a frente, mas agora a emenda por acabarem os titulares (fez-se a vontade da maioria) é de 3 barreiras, ou seja, no 3º, 5º e 7º escalões, o que se afigura muitíssimo pior e parece-me que existe um entorpecimento geral da classe no consentimento destas medidas.
Se era o nome que incomodava, tirava-se o nome e ficava-se só com aquela única barreira do 7º para o 8º escalão. Agora, muitos vão ser os professores que não passarão do 5º escalão e até do 3º repercutindo-se esta medida no seu vencimento.
Não admira que daqui a bem pouco tempo não existam professores para completar as colocações nas escolas, porque acaba naturalmente a classe por não ter candidatos por falta de estímulos. Já acontece em algumas disciplinas não haver professores para substituição quando algum docente adoece como o já verificado em várias escolas. É uma profissão em vias de extinção, e no futuro só irá para professor quem não tenha lugar nos outros lados.

Quanto aos acordos com os sindicatos, a fenprof já disse que não faz o jeito a ninguém e possivelmente não vai assinar o acordo, é contra “mecanismos administrativos de controlo das progressões”, enquanto que a fne e ANP são capazes de assinar ficando como propostas os professores poderem ir até ao topo da carreira desde que tenham a menção de Bom, aumento da carreira contributiva (40 anos no mínimo), aposentação a partir dos 65 anos de idade, topo da carreira aos 34 anos, continuação de horários de trabalho exagerados com a função lectiva e não lectiva por esclarecer.

Como conclusão a mudança não é para melhor, foram-se os titulares, mas ficaram  as barreiras no 3º,5º e 7º Escalão, entrada na profissão com prova de ingresso, aumento da carreira contributiva e aumento da idade de reforma e perca significativa nos vencimentos. Posso dizer que foi uma troca que o ME soube negociar tirando vantagem dela. É Natal…

Que o Ano de 2010 seja repleto de sucessos.

O acaso que fica para história de Natal

 

É mesmo assim que se pode dizer “o acaso entrou na minha história de natal”. Nunca tinha acontecido mas como aconteceu fica registado para mais tarde recordar. Recordar sim…porque parece ser um acaso tão normal, como dizem alguns, que não é nenhum  acaso, mas sim um caso normal. Tão normal é que as próprias noticias não lhe deram qualquer importância. Parece ser mesmo um caso normal num país cheio de casos, que este não passa dum caso insignificante. Ora, passemos à história. Em vésperas de Natal, desde que fui viver para Parada de Gonta – Concelho de Tondela, vou sempre buscar os meus pais a Penafiel, terra da minha naturalidade, para passarmos o Natal juntos e assim fazermos a tradicional Ceia de Natal com os familiares de Parada de Gonta e já vai no vigésimo terceiro ano consecutivo.  É também aqui em Penafiel na casa dos meus pais que fazemos a troca de prendas todos os anos entre irmãos e sobrinhos, ou seja os familiares desta zona . Ainda há pouco tempo não havia auto-estradas entre Penafiel e Viseu e sempre o fiz pelas estradas normais mesmo com neve na serra de Montemuro, sempre cheguei a tempo de fazermos a Ceia de Natal pelas 19. 30 horas. Mas desta vez, no dia 24 de Dezembro de 2009, com auto-estradas, onde se paga um balúrdio para que haja segurança e sem desperdicio de tempo, pelas 19.30 ainda estava e estaria parado em plena auto-estrada A4 no sentido Penafiel-Porto e sem perspectivas da hora de chegar a Viseu-Parada de Gonta. Não me resigno e tenho que denunciar esta situação, porque neste dia não tive a habitual Ceia de Natal com os meus  familiares por causa dum acidente na referida auto-estrada. Não vi referirem-se nas notícias a este transtorno para milhares de pessoas, a uma espera em plena auto estrada de 3h e 30 min, com as pessoas transtornadas, com fome, com vontade de ir à casa de banho, com os seus familiares à espera e posso dizer que foi um caos e nem um pedido de desculpa por parte ninguém. Se o acidente foi às 16h e previam uma demora tão grande, só às 20h e alguns minutos é que se passou para um percurso alternativo, não seria lógico da parte das autoridades ou de quem leva o dinheiro que se paga nas portagens, que impedissem as pessoas de entrar naquela auto-estrada. Será que não existe bom senso nas pessoas que nos governam? É para cobrarem mais  uns tostões que não se respeitam os valores humanos. Se o acidente foi por volta das 16h e eu só entrei na auto-estrada às 17.15h para andar 5min e ficar parado, porque é que não me avisaram que a auto-estrada estava cortada? Só para me apanharem o dinheiro da entrada na auto-estrada? Pois, só pode ser isso. É que mesmo passados três horas parados e depois sermos desviados por um percurso alternativo de saída no meio daquele caos de buzinões e tudo mais, havia 2 saídas, uma com via verde e outra a cobrarem a saída, ridiculo. Pois eu saí pela via verde porque não tinha hipótese de desviar-me para a outra. Só espero que depois disto tudo ainda vá pagar uma multa por saír na via verde. Mas estarei aqui para ripostar porque guardei os talões desta aventura. Ridiculo é o que é, e aonde chega a falta de respeito para com os utentes e os valores humanos. Estamos sem rumo, mas como é Natal a esperança permanece de que para o ano haja mais respeito pela quadra e pelas pessoas.

 


Ceia de Natal - 2009 / EB 2,3 Prof. Mota Pinto

CEIA DE NATAL-2009
No dia 22 de Dezembro de 2009, como já vem sendo costume na EB 2,3 Prof. Mota Pinto ao longo dos anos, realizou-se a tradicional Ceia de Natal, que juntou professores, funcionários, familiares e convidados. Neste convívio de Natal, também estiveram presentes o Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, Sr. Luís Fernando, o Presidente da Junta de Freguesia de Ferreiros do Dão, Sr. Luciano Costa, Representantes da Autarquia / Câmara Municipal de Tondela, Dr.ª Raquel e Dr.ª Catarina, a Psicóloga da ASSOL Dr.ª Susana e da Equipa de Apoio às Escolas Dr.ª Rosa e Dr.ª Ilda.  A entrada da escola estava decorada com luzes de várias cores encenando figuras natalícias a condizer com a época, como que a chamar os visitantes e a convidá-los a participar na Ceia de Natal. Logo no 1º Hall de entrada, os participantes na ceia, deparavam com uma árvore em tons dourados e uma exposição de presépios feitos pelas escolas do Agrupamento. Imaginação e criatividade foram o mote para estes Presépios de Natal.
No 2º hall havia decoração natalícia em tons azulados com que estrelas a anunciar o presépio que iam encontrar mais à frente, construído à base de papel de seda, um coro de anjos, e um pai Natal a descer da chaminé. É realçada a criatividade, originalidade e imaginação dos nossos docentes.
            Mais à frente  encontrava-se  uma mesinha com aperitivos e por cima um placar onde se lia FELIZ NATAL. Na sala onde ia servida a ceia, os visitantes encontraram uma sala muito bem decorada em tons dourados e grená, com que os colegas “encarregados da decoração” quiseram brindar os visitantes.
Passando à ceia, pode-se dizer que foi um convívio excelente, com amizade e alegria propícia da época, entrando pela noite dentro com música (da casa) e cantores também da casa, em que o karaoke foi vedeta.
Também houve a tradicional troca de prendas e o Pai Natal para os mais pequenos, que não se esqueceu deles porque se portaram muito bem, segundo eles, e trouxe um saco cheiinho de prendas, enchendo o seu coração de felicidade.
O Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão deseja aos professores, encarregados de educação, alunos, funcionários e a Comunidade educativa,
 FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO.

39º Convívio do GT - Ceia de Natal

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!
 CARREGAR NA IMAGEM PARA VER MAIS FOTOS

 
Decorreu o 39º Convívio do Grupo do Tacho, conhecida pela época natalícia como Ceia de Natal, na Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Parada de Gonta. Compareceram a esta confraternização cerca de três dezenas de convivas. Foi um convívio bastante animado e que para alguns durou até às tantas, com muita alegria, humor e amizade que é característica deste grupo.
Foi neste convívio o baptismo dos nossos conterrâneos e amigos, Sr. Rodrigo Xavier e o Eng. Nuno, que passam a pertencer ao Grupo do Tacho. Pelas fotos verifica-se que o nosso grande jeito é mesmo para o convívio à volta dum bom néctar e dum tacho recheado.
Saudámos os novos membros do GT com votos de Boas Tachadas.
O Grupo do Tacho deseja a todos um FELIZ NATAL.  

 


Postal de Parada de Gonta...42

A Junta de Freguesia de Parada de Gonta, realizou ontem a ceia de Natal de 2009, nas instalações da ASSODREC e segundo dados da JF estavam cerca de duas centenas e meia de Paradenses. Foi uma forma dos paradenses dizerem ao novo elenco, "nós estamos convosco" assim o queiram e façam o bem pela freguesia. No discurso do Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, Sr. Luis Fernando, houve o agradecimento a todos que estiveram presentes e no discurso do Vereador, Dr. José António, uma informação mal dada, ao dizer que era a 1ª vez que se fazia uma ceia de Natal conjuntamente com as Associações Paradenses, o que não está correcto e basta ver a Ceia de Natal de 2005, para se corrigir o erro.

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!


Sarau de Natal.09-EB 2,3 Prof. Mota Pinto

Dia 18 de Dezembro de 2009, foi o dia da Festa de Natal, conhecido no programa como Sarau de Natal, para os alunos e toda a comunidade educativa pertencente à EB 2,3 Prof. C.A. Mota Pinto – Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão.

O programa da festa iniciou-se com provas de atletismo para os alunos inscritos nestas modalidades, seguido do sarau, onde os alunos mostraram e brindaram toda a comunidade educativa com a sua alegria e arte de bem representar. Foi uma festa bem animada com a participação de todas as turmas da escola e apesar da quadra natalícia ser de meditação e reflexão que algumas turmas o souberam muito bem transmitir, outras houve que deixaram o público a vibrar com o seu bom humor e a sua alegria em palco.

Nos intervalos das actuações foram também distribuídos os prémios aos alunos vencedores do atletismo e também houve a entrega dos prémios por parte da Biblioteca Escolar dos vários concursos deste 1º período aos alunos vencedores das várias modalidades.

No final houve a tradicional mensagem de Feliz natal e Boas Festas, passando-se de seguida ao Almoço de Natal, como é costume desta escola todos os anos, e onde os encarregados de educação, professores e alunos conviveram em total harmonia.

BOM NATAL a todos e um BOM ANO NOVO.

Ver FOTOS 

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!

CARREGAR NA IMAGEM

 

Artº 79 do código civil "direito à imagem"


Sarau de Natal09-Escolas de Parada de Gonta

O 1º CEB e o Jardim de Infância de Parada de Gonta realizaram o Sarau de Natal nas instalações da ACR " Os Amigos", perante uma assistência que enchia completamente o salão onde foi organizada a festa  e constituida por pais, irmãos, avós e outros familiares  dos mais pequenos.Música, dança, poesia e canções de Natal foi a animação deste sarau. Também foram sorteados 4 cabazes de Natal. Estão de parabéns os nossos pequenos artistas, os professores e os auxiliares, assim como a ACR "Os Amigos" por terem proporcionado este momento especial às crianças e aos seus familiares, nesta quadra tão querida a todos.

Artº 79 do código civil "direito à imagem"

 


Preparativos de Natal - 2009

 

 

 

Como vem sendo hábito, todos os anos se comemora o Natal na EB 2,3 Prof. Mota Pinto sede do Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão. Vão chegando alguns presépios representativos das Escolas e Jardins do Agrupamento que vão sendo colocados no átrio da escola para que possam ser apreciados por todos. Imaginação e criatividade não falta.

 

Retirado do Jornal Online "As Nossas Vozes"


Faz 30 anos que...Angola.

 

As coisas que uma pessoa recorda..faz hoje, dia 15 de Dezembro de 2009, 30 anos que fui  para Angola.
Naquele distante dia, com a sacola às costas rumei de Penafiel até Angola ao abrigo dum acordo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República de Angola, através do Ministério da Educação. Lembro que a disciplina que ia dar era Formação Manual e Politécnica e tinha sido colocado em N´Dalatando (ex Cidade Salazar), capital da província do Cuanza Norte.
Naquele dia, de Penafiel, parti eu e a Zita, mais tarde juntaram-se-nos o Zé Augusto, o Alexandre, o Hugo (amigos de infância) o Rodrigo, o Álvaro, o Zé Alberto, o Mário, todos dos arredores de Penafiel, mas colocados em pontos diferentes de Angola. Foram tempos difíceis mas agradáveis que recordo com saudades.
Estive 3 anos em Angola, dos quais 1 em N´Dalatando e os outros 2 no Waco kungo (ex cidade Cela), província do Cuanza Sul.
Muitas peripécias, tempos difíceis (a luta ainda se travava entre a UNITA e o MPLA) mas que valeram a pena..
Dentro desta luta lembro alguns dos episódios que me marcaram devido à guerrilha na altura. Tinha um colega cooperante, o Carlos, amigo que hoje mora no Porto, mais precisamente na Póvoa, que em Angola tinha um carro citroen 2 cavalos, e ia nele do Wako Kungo a Luanda passar todos os fim-de-semana, para se encontrar com os colegas de Luanda (a maioria dos cooperantes estava lá) e trazer mantimentos para a semana.
Eu costumava ir sempre com ele e eram 530Km, 1060Km  para ida e vinda, mas nem sempre as estradas estavam transitáveis, porque a guerrilha fazia-se sentir e então passamos alguns momentos de arrepiar os cabelos. Uma das vezes que as estradas estavam cortadas e já há bastante tempo, os alimentos começavam a rarear, mas nós lá ìamos e vinhamos sem que nada nos acontecesse, até o Director da Escola nos pedia boleia, porque só connosco é que podia passar.
Foi então que soubemos, mais tarde, que os nossos próprios colegas da escola, Angolanos, também faziam parte desses controles e eram membros da facção contrária ao poder e quando nós saíamos com o 2 cavalos havia uma rede de comunicação para nos deixarem passar.
Lembro também que a 1ª viagem que fiz para a escola onde tinha sido colocado no Wako Kungo, ía de autocarro de Sumbe (capital do Kuanza Sul) da casa do meu amigo José Augusto, ele dizia-me, não vás que ainda não existem condições para passar na estrada, mas eu fui e foram 2 autocarros, ia no 2º quando o meu aflitivamente deu a volta para trás, vim a saber que o 1º autocarro tinha sido queimado. Mas passado uns tempos lá me levaram numa escolta para a minha escola do Wako. 
Mesmo neste clima de tensão, recordo que já no final do meu contrato, não ia renovar e por isso regressava a Portugal e quando já estava em Luanda pronto para embarcar, fizeram-me ver que faltava um documento, julgo eu o “cartão DEFA”, que tinha que entregar no aeroporto. Tinha-me esquecido dele no Wako Kungo, como não havia transporte, por causa da guerrilha,  fui à boleia e para ir e regressar demorei uma semana nas viagens, dormindo em casa de Angolanos que nem me conheciam e recordo dormir numa das noites numa esteira numa cubata junto dos Angolanos que me deram o jantar da sua famosa gastronomia “o Funge” muito apreciado e que se comia com a mão.
São apenas recordações que deixam saudades. Saudades daquele povo que apesar das dificuldades vividas, notavam-se nos olhos a esperança dum futuro melhor. Saudades daquele entrada de ano em plena praia com a areia florescente. Saudades dos meus alunos, cheguei a ter 80, digo bem, oitenta alunos numa sala, de pé ficava metade e era um silêncio para deixar o professor falar. Destes oitenta, chegaram ao final cerca de 30, não porque desistiam mas porque a vida assim os obrigava. Saudades dos meus colegas, são 30 anos, dos quais alguns nunca mais vi. Até saudades do 2 cavalos do carro Carlos que nunca nos deixou no caminho.
Saudades….

Postal de Parada de Gonta..41

Solar Tomás Ribeiro - Pintura a acíilico s/tela

 

Mais uma das casas senhoriais  de Parada de Gonta que deve manter a sua traça na nova função a que se destina. Está a cargo da ASSODREC, Associação de Solidariedade Social.

Este quadro é para oferecer ao meu amigo Rogério, até porque este edificio já pertenceu à sua familia.

Um pouco da sua história recente "Solar da Família Tomás Ribeiro. Foi vendido por seu neto, Tomás Colaço, em 1938, a Antonio Santana sendo mais tarde, por herança, da família Neri". 


EB1 de Parada de Gonta - Bom Natal

A EB1 de Parada de Gonta deseja:

 

 

Que os sinos do Natal sejam mensageiros de Boas Festas e que o Ano Novo seja repleto de realizações. Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

 

São os nossos votos,

Alunos, professores e auxiliar

 

 

POSTAIS DE NATAL

 

A Escola desejou as Boas Festas a toda a Comunidade Educativa (Escolas, Jardins e Concelho Executivo do Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão e Junta de Freguesia e Associações de Parada de Gonta)  através de postais elaborados pela escola com a colaboração da professora Margarida (AEC - EA).


Este Natal, Vamos ser Amigos do Ambiente

 Carregar nas imagens ..

 

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!

 

 

  1. Opte pelo papel reciclado para embrulhar os seus presentes;
  2. Adquira uma árvore de natal sintética e reutilize-a durante muitos anos (se for bem acondicionada na caixa mantêm-se com óptimo aspecto);
  3. Reutilize enfeites de Natal e crie os seus próprios, reutilizando materiais;
  4. Opte por produtos de produção local ou nacional porque reduz o impacte ambiental associado ao seu transporte;
  5. Depois do Natal, guarde laços e papel de embrulho para utilizar em outras ocasiões, por exemplo em aniversários;
  6. Quanto aos presentes, opte por prendas duradouras, inócuas e sem excesso de embalagens;
  7. Nas compras de Natal reduza os sacos de plástico, opte por um de pano ou papelão. Muitas vezes cabe mais do que uma prenda no mesmo saco;
  8. Na sua festa de Natal evite os pratos, copos e talheres descartáveis;
  9. Recorra a panos de cozinha e guardanapos de pano, em vez de toalhas e guardanapos de papel;
  10. Reutilizando os papelões poderá criar os seus próprios postais de Natal, por exemplo para a troca de prendas entre a família ou convites para aniversário.
  11. Separe todos os resíduos, consoante o tipo de material: papel, vidro, embalagens de metal e plástico, pilhas e para a fracção orgânica. Depois, deposite-os no ecoponto mais próximo.
Faça um tratado com o Ambiente. Não precisa de ir à cimeira de  Copenhaga para ser convencido a cuidar do Ambiente. Não deixe que seja apenas uma palavra que está na moda. Neste Natal faça o seu Presépio, a sua  Árvore e os seus Postais, através da reutilização de materiais. Se cada um de nós o  fizer, será um contributo  na esperança de vida do amanhã.

 


Até onde irá?

Isto começa a ficar negro para lado dos alunos!. Ao contrário do que se apregoa "excesso de professores", o que se verifica é que  começa a haver falta de professores em certas disciplinas. Está a acontecer no Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão assim como em muitos outros Agrupamentos a que tive  conhecimento. Daqui a uns tempos é preciso ir para os supermecados com um cartaz a dizer "Precisam - se de professores".

 

Já lá vai uma semana que a vaga foi para a bolsa de recrutamento da DGRHE, mas até agora nada. Já aconteceu com as AEC de Inglês, mas por agora está resolvida a situação. A de Fisico-Quimica é que parece que não vai ter ninguém. Isto num país com previsão de 10,2% da sua população activa sem emprego até parece um paradoxo. Não bate a bota com a perdigota.  De quem será a culpa?


Sapadores no J.I. de Parada de Gonta

 

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!

          CARREGAR NA IMAGEM PARA VER MAIS FOTOS

 

 Estávamos ansiosos para que chegassem e finalmente chegaram com a sua carrinha amarela e a luz ao cimo a cintilar…Foi uma festa para as crianças! Foram para as janelas e perante o seu entusiasmo, acedi a que os fossem esperar lá fora… e em romaria fomos recebê-los junto á sua carrinha. Entretanto , saíram devidamente preparados para nos fazerem o simulacro de um incêndio no Jardim de Infância.
Voltei a reunir as crianças no cantinho da leitura e foram relembradas os símbolos que criámos e que nos diziam o que fazer em caso de Incêndio;
1-Bota- deixar tudo;
2-lagarta- sair com calma;
3- seta vermelha- dirigirmo-nos para a porta e sairmos ordenadamente;
Entretanto os sapadores entraram e pegando nas crianças dois adois, levaram-nos lá para fora onde num síto do recreio afastado do suposto incêndio fizemos um círculo de mãos dadas para ver se estavamos todos e aguardar novas ordens!...
Depois, foi momento de conjuntamente com os sapadores as crianças explorarem a mangueira e outros objectos e cada um lançou jactos de água para o recreio simulando o apagar do fogo…
Houve muitas explicações e vivências muito positivas com estes senhores que prestam um bem à comunidade!...
Foi muito real para as crianças! E é assim, vivendo as situações, que as crianças se preparam para a aprendizagem … neste caso,  do Plano de evacuação em caso de incêndio, para que depois o possam executar…
No final, todos queriam ser Bombeiros!
Obrigado, Sapadores pelo êxito desta colaboração que resultou numa excelente iniciativa!
Ficam as fotografias como testemunho daquilo que se passou no dia 18 de novembro de 2009 no jardim de Infância de Parada de Gonta!
A Educadora de Infância:
Maria da Conceição Rei

 

Retirado do Jornal Escolar On-Line "As Nossas Vozes"


Limpar Portugal

Também faço parte do Limpar Portugal e estou incluído no grupo de Tondela. Vamos limpar a floresta Portuguesa no dia 20 de Março de 2010. As lixeiras tem que ser varridas do planeta terra. Todos os lixos tem um local próprio para serem tratados.
Vamos cuidar do ambiente..olhando por ele.


Visit LimparPortugal


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.