Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Ai esta ADD!..

Foi hoje o último dia da entrega do relatório de autoavaliação dos docentes contratados, a última fase dum modelo de avaliação muito contestado, que até teve promessa em campanha para as eleições Legislativas do partido que hoje é governo de acabar com ele. Muitos dos professores ainda tinham  uma réstea de esperança de que uma das 1ªs medidas de atuação do governo seria suspender este modelo. Pois, hoje foi o último dia para os docentes contratados e via-se neles assim como nos outros uma tristeza por saber que vai continuar uma forma de avaliação que nada tem a ver com melhor qualidade de aprendizagens para os alunos e melhor qualidade nos professores. As coisas quando nascem tortas raramente se endireitam e apesar de todas as reformulações continua a ser um  modelo contestado por todos os agentes educativos e ainda das  promessas dos politicos (quando estão fora da governação) para acabar, vai perdurar, pela falta de coragem politica dos nossos governantes em romper de vez com o que é mau e que já originou situações de conflito nos pares em várias escolas.

As minhas expetativas não foram frustadas, já tenho idade suficiente para saber o que é antes e o que é depois das eleições, porque já passei por muitas das campanhas e das promessas nessas campanhas, para saber com o que conto.

Já agora, foi hoje também conhecido mais um imposto extraordinário sobre os trabalhadores portugueses, embora não possa concordar com o imposto, acho totalmente justa a medida do governo em cortar no subsídio de Natal acima do valor do ordenado minimo. Acho justa porque protege os salários mais baixos e quanto aos outros passa a ser um sacrificio dividido por todos e não só por quem trabalha no sector público como aconteceu até agora. OS SACRIFICIOS SÃO PARA TODOS!.

Peddy-Pappier

 

O Peddy-pappier das Línguas teve lugar na semana cultural, terça-feira, dia 21 e contou com a participação de 6 equipas constituídas por alunos dos 2º e 3º ciclos.A prova consistia de exercícios de vocabulário, gramática e cultura essencialmente lúdicos nas 3 Línguas, Português, Inglês e Francês.

O percurso foi realizado no interior do recinto escolar e os alunos conseguiram  resolver a maioria das actividades propostas de forma eficaz e célere.
Os vencedores foram 3 alunos do 5ºA.

Adriana Costa

Ana Silva

Bruna Costa

Roteiro AAE - 3

 

Métodos e Técnicas de Análise de Dados

 

- Análise de Conteúdo -

 

Análise de Conteúdo do Relatório de Avaliação da Sala de Estudo do 2º CEB

 

(3º Período 2009/2010)

 

Participação e Desenvolvimento Cívico

Grau de satisfação

[Pertinência]

Equilíbrio medidas / acções

[Coerência]

Relação qualidade / custos

[eficiência]

Consideração das condições de tempo e espaço

[eficiência]

Percentagem de participação

[eficiência]

 

P.10

(…) praticamente todos os alunos frequentaram a Sala de Estudo sem qualquer obrigatoriedade e o nível de assiduidade foi muito positivo.

 

 

 

 

 

 

 

P.5 (1ª)

Principais tarefas desenvolvidas com os alunos foram, entre outras:

Orientação na realização dos trabalhos de casa;

Apoio na organização dos materiais de trabalho;

Esclarecimento de dúvidas, apoio à consulta de dicionários, enciclopédias…;

Acompanhamento em pesquisa de informações;

Formulação de opiniões/sugestões para a realização de trabalhos académicos;

Participação com os alunos em tarefas de memorização/consolidação de novos conhecimentos;

Prestação de informações sobre estratégias e métodos de estudo.

 

P.3

Órgão de Direção – cedência de recursos materiais;

BE/CRE – na disponibilização de recursos (manuais, dicionários, computadores portáteis…).

 

P.5 (1ª)

Das 17 sessões (blocos de 90 minutos), realizaram-se as 17 (incluiu 1 visita de estudo).

P.5 (2ª)

Manutenção da funcionalidade da sala, perspetivando-a como um espaço dinâmico, atrativo e propiciador do desenvolvimento da autonomia dos alunos:

Organização de instrumentos de registo para os alunos (grelhas para registos dos trabalhos de casa, fichas de orientação do trabalho a realizar na sala de estudo...);

Reorganização dos dossiers de fichas de reforço às aprendizagens;

Produção de fichas de trabalho e informativas (métodos de estudo, técnicas de pesquisa de informações, elaboração e apresentação de trabalhos…);

Promoção da motivação dos alunos voluntários de apoio à sala e aos colegas (incentivando alunos do 3º CEB para o desempenho destas funções);

Comemoração de momentos especiais com distribuição de brindes aos frequentadores mais assíduos;

Divulgação dos mapas de assiduidade;

Criação / colaboração de artigos para o blogue da Sala de Estudo.

 

P.5 (1ª)

Das 17 sessões previstas (blocos de 90 minutos), realizaram-se as 17 (inclui 1 visita de estudo);

N.º total de presenças contabilizadas (nas 17 sessões) – 241 (80+67+54+40).

P.9 (Quadro 1)

Número de vezes, por turma, que os alunos frequentaram a Sala de Estudo.

 

 

 

Abrangência do currículo

Relação com o PEE

[pertinência]

Articulação das variáveis

[coerência]

 

P.4

Dos enunciados no Projecto, seleccionaram-se os mais pertinentes para alcançar durante o presente ano lectivo:

Promover a interacção entre alunos e professores;

Fazer da Sala de Estudo um espaço de desenvolvimento, de formação pessoal e académica;

Promover a autonomia dos alunos nas aprendizagens;

Promover hábitos e métodos de estudo;

Contribuir para a melhoria do sucesso dos alunos.

 

P.3

Contribuíram para o sucesso da Sala de Estudo:

Órgão de Direcção – cedência de recursos materiais;

Directores de Turma – na sensibilização dos Pais/EE, no encaminhamento dos alunos para a Sala de Estudo, no fornecimento de informações pertinentes, no incentivo aos alunos à frequência da Sala de Estudo e acompanhamento / supervisão dos seus desempenhos;

Professores (em geral) – no incentivo e encaminhamento dos alunos;

BE/CRE – na disponibilização de recursos (manuais, dicionários, computadores portáteis…).

 

 

 

Valorização dos Saberes e das Aprendizagens

Relação da actividade

com o programa

[pertinência]

Consecução dos objectivos

[coerência]

Qualidade dos processos

[eficiência]

Resposta às necessidades

[eficiência]

Verificação dos

efeitos pretendidos

[eficácia]

Qualidade dos produtos

[eficácia]

P.8

É relevante reforçar a importância desta atividade (Sala de Estudo) como fundamental nas aprendizagens dos alunos, bem como no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem.

 

P.5 (1ª) e P.9 (Quadro 2) Principais atividades realizadas pelos alunos e por eles referenciadas foram:

Realização dos trabalhos de casa;

Estudo;

Registos;

Pesquisas;

Organização de materiais.

 

P.9 (Quadro 3)

Disciplinas mais trabalhadas: L. Port., CN, Ing., Mat. e HGP.

P.6.1

As atividades previstas foram, na sua maioria, desenvolvidas.

 

P.6.2

O projeto respondeu aos objetivos:

Promoveu a interação entre alunos e entre alunos e professores;

Evitou a monotonia e apresenta uma variedade de estratégias para a realização das tarefas escolares;

Privilegiou a autonomia dos alunos, respeitando as suas opções individuais;

Diversificou as suas áreas de intervenção, tentando valorizar aspectos cívicos e culturais (divulgação de trechos musicais, …).

 

P.10

O principal objetivo da atividade foi atingido, porque, praticamente, todos os alunos frequentaram a Sala de Estudo sem qualquer obrigatoriedade e o nível de assiduidade é muito positivo.

P.8

É relevante reforçar a importância que teve esta atividade (Sala de Estudo) como fundamental nas aprendizagens dos alunos, bem como no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem.

P.5 (2ª)

Manutenção da funcionalidade da sala, perspetivando-a como um espaço dinâmico, atrativo e propiciador do desenvolvimento da autonomia dos alunos:

Organização de instrumentos de registo para os alunos (grelhas para registos dos trabalhos de casa, fichas de orientação do trabalho a realizar na sala de estudo...);

Reorganização dos dossiers de fichas de reforço às aprendizagens;

Produção de fichas de trabalho e informativas (métodos de estudo, técnicas de pesquisa de informações, elaboração e apresentação de trabalhos…);

Promoção da motivação dos alunos voluntários de apoio à sala e aos colegas (incentivando alunos do 3º CEB para o desempenho destas funções);

Comemoração de momentos especiais com distribuição de brindes aos frequentadores mais assíduos;

Divulgação dos mapas de assiduidade;

Criação / colaboração de artigos para o blogue da Sala de Estudo.

P.5 (1ª)

N.º total de presenças contabilizadas (nas 17 sessões) – 241 (80+67+54+40).

 

P.9 (Quadro 1)

Grau de participação dos intervenientes na Atividade / Projeto:

Número de vezes, por turma, que os alunos frequentaram a Sala de Estudo.

 

 

P.5 (2ª)

Manutenção da funcionalidade da sala, perspetivando-a como um espaço dinâmico, atrativo e propiciador do desenvolvimento da autonomia dos alunos.

 

P.6.2

O projeto respondeu aos objetivos:

Promoveu a interação entre alunos e entre alunos e professores;

Evitou a monotonia e apresenta uma variedade de estratégias para a realização das tarefas escolares;

Privilegiou a autonomia dos alunos, respeitando as suas opções individuais;

Diversificou as suas áreas de intervenção, tentando valorizar aspectos cívicos e culturais (divulgação de trechos musicais, …).

 

P.11

Toda a documentação produzida e a referenciada neste relatório encontra-se arquivada no dossier da Sala de Estudo.

 

 Trabalho produzido por: 

- A. M. | Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão

- A. S.| Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão

- P. C.| Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão

- R. C. | Diretora do CFAE Planalto Beirão

3º Trabalho da Acção de Formação "Auto Avaliação de Escolas"

S.João em Parada de Gonta

 

Eles lá estavam a comemorar o S.João em Parada de Gonta. A iniciativa pertenceu ao grupo ACR "Os Amigos de Parada de Gonta" que comemorou o S.João em Parada de Gonta e onde estiveram presentes largas dezenas de paradenses. Estes três pertencendo ao Grupo do Tacho e da fornada de 1957, fizeram questão de ficar até altas horas da madrugada marcando presença neste evento da ACR "Os Amigos". Parabéns ao Grupo ACR "Os Amigos" por esta bela iniciativa.

Passadeira de Flores em Vouzela

Passadeira de Flores Vouze2011

Passadeira de Flores em Vouzela.

Hoje, feriado e dia do Corpo de Deus, fui até Vouzela apreciar as lindas passadeira de flores que os habitantes daquela cidade todos os anos fazem. Por onde passa a procissão, cada morador está incumbido de fazer parte da passadeira de flores  que se estende por largas dezenas de metros ao longo da Cidade e sempre unida sem qualquer interrupção. Cada morador tem a sua criatividade na sua apresentação e é um gosto que eu todos os anos tenho ao ir ver esta magnifica passadeira de flores cheia de cores.

 

Marchas de St. António pelo Rancho Folclórico de Parada de Gonta-2011

Vídeo enviado por email dum Paradense sobre a apresentação no largo do Terreiro das Marchas de St. António pelo Rancho Folclórico de Parada de Gonta. Os agradecimentos ao amigo Paradense que assim faz chegar a todos Paradenses que não foram às marchas de Tondela e a todos Paradenses no estrangeiro que assim podem ver esta apresentação. Pena é a pouca luz para que se visualize os arcos e o vestuário cheio de cores e muito bem concebido. Parabéns ao Rancho Folclórico de Parada de Gonta.

Sarau Cultural - Ópera"Nos Castelos de D.Afonso Henriques"

 

Encerramento das actividades lectivas na EB 2,3 Prof. Mota Pinto com Sarau Cultural e a Ópera "Nos Castelos de D.Afonso Henriques". Foi a chamada Semana Cultural que começou no dia 20 e terminou ´no dia 22 de Junho. Nestes dias foram apresentadas várias actividades desde a prova de orientação, jogos de futsal, exposições, cinema, pinturas e não esquecendo os exames do dia 20 a Lingua Portuguesa e no dia 22 a Matemática. Para os alunos o Agrupamento de Escolas da Lajeosa do Dão deseja-lhes BOAS FÉRIAS!...

Ópera "Nos Castelos de D.Afonso Henriques

 

Convidam-se os Pais, Encarregados de Educação e Público em geral para assistir ao encerramento do ano lectivo na EB 2,3 Prof. Mota Pinto - Lajeosa do Dão, com a apresentação musical da Ópera "Nos castelos de D. Afonso Henriques" de José Carlos Godinho.

Foi lindo!..

 

 

A festa do Sarau Cultural em Tondela acabou com um grande momento de Ópera "Nos Castelos de D. Afonso Henriques" que a EB 2,3 de Lajeosa do Dão levou a cabo neste Sarau. Os alunos do Agrupamento da Lajeosa do Dão do 4º ano também se portaram à altura dos acontecimentos. Parabéns a todos.

Sarau Cultural em Tondela

 

 

No próximo dia 17 de Junho de 2011 (6ª feira) vai decorrer no Parque Urbano de Tondela, pelas 20:00 horas um Sarau Cultural, no âmbito das Atividades de Enriquecimento Cultural do Concelho, organizado pela Autarquia de Tondela.

Inserido nesta iniciativa, os alunos da Escola EB 2,3 de Lajeosa do Dão (alunos do 2º e alguns do 3º Ciclo) vão apresentar uma Ópera “Nos Castelos de D. Afonso Henriques”, de José Carlos Godinho, com encenação e direção Musical de Mário Barreiros.

 

ÓPERA

“Os Castelos de D. Afonso Henriques”

De José Carlos Godinho, com Encenação e Direção Musical de Mário Barreiros

 

Resumo

“Os Castelos de D. Afonso Henriques” é uma ópera ligeira, um fantasiado encontro entre castelos, que, subitamente, se apercebem que não sabem onde anda D. Afonso Henriques.

A história está ligada ao que foi o 1º Rei de Portugal, em que os castelos recriam, num relato de episódios que as suas muralhas presenciaram, no sentido de darem pistas sobre o seu paradeiro.

A pouco e pouco, a ansiedade dos castelos vai crescendo, não passando de referências ao passado, já que o presente de todos está vazio.

Num momento de súbita lucidez, o castelo de Coimbra comunica que, por momentos, todos os castelos abandonaram o seu passado, para se olharem e tomarem consciência do seu presente sem futuro.

O apelo final e a mensagem desta ópera incidem sobre a necessidade de se conhecer o passado para entender o presente e perspetivar o futuro.

É, igualmente, um apelo à preservação do património histórico edificado e, através da pesquisa e da reanimação de episódios do passado, ao fortalecimento de uma consciência e identidade regional e nacional.

Personagens:

Castelo de Guimarães, Castelo de Leiria, Castelo de santarém, Castelo de Alcácer do Sal, Castelo de Évora, Castelo de Beja, Castelo de Tomar, Castelo de Almourol, Castelo de Palmela, castelo de Sesimbra, Castelo de Lisboa, Castelo de Coimbra.

Esta atividade vai envolver todos os alunos do 2º ciclo e alguns do 3º ciclo.

A duração desta peça é de cerca de 30 a 35 min..

Exposição / Mostra de materiais “ Um olhar sobre as orientações Curriculares no JI”

 

Esta a decorrer no átrio da EB2,3 a Exposição / Mostra de materiais “ Um olhar sobre as orientações Curriculares no JI”, organizada e dinamizada pelo Departamento do Pré Escolar; tendo por objectivo divulgar o trabalho desenvolvido nos JI do Agrupamento, e dar a conhecer à Comunidade Escolar de um outro modo, as Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar.

 

Por casa.

Projecto de uma casa de Parada de Gonta. Pintuta a acrilico de 60x80.

Ficar por casa e poupar nos gastos é o que a troika recomenda. O país andou a gastar mais do devia e agora todos temos que pagar. Mas também não me considero no grupo (embora tenha que pagar) que levou o país a esta situação, sempre cumpri com as minhas obrigações, não devo nada a ninguém e tenho os meus impostos em dia. Se alguém andou a viver à grande e gastar  mais do que aquilo que recebia, esse é um problema deles e que paguem. Quando se viram para este país e dizem que somos um país que trabalha pouco, gasta muito e gosta de viver à grande, fico triste com tamanha injustiça. Sempre trabalhei e sempre soube gastar  de acordo com o que tenho, mesmo que para isso tenha que cortar numas férias como já aconteceu. Pedir dinheiro ao banco para ir de férias é o cumulo e os portugueses eram peritos nisto, segundo os países estrangeiros que agora nos vigiam e dizem o que devemos fazer. Bem...mas como gosto de cumprir, e a TROIKA recomenda lá estou eu à volta das pinturas. Poupo nos gastos e vou fazendo umas brincadeiras artisticas.

Ver trabalho final AQUI!

Que união europeia é esta?

Que união europeia é esta?

Uma questão que se coloca face aos últimos desenvolvimentos da política europeia, é perguntar que união europeia é esta? Será que os países estão loucos para não parar estas políticas sem rumo?

Os bancos criaram a crise e são os bancos que ganham com a crise! Onde está o segredo? São eles os detentores do capital, bancos Alemães, no capital está o poder que faz girar o mundo e quando vêm que outros começam a ter as rédeas para usufruir desse capital, cortam a torneira. O homem foi criado em hierarquias uns mandam outros cumprem. Uns são os senhores outros são os que alimentam esses senhores. Nos países o mesmo sistema os chamados países ricos alimentam-se dos países pobres. Veja-se o caso da Alemanha de Merkel, toca a colocar a Grécia, Irlanda e Portugal no seu lugar. No cantinho dos pobres. A Espanha por estar a resistir, vão mandando uns “recados” como e.coli para arruinar a agricultura Espanhola, colocá-los em situação difícil e remetê-los ao seu lugar, que é o dos pobres. Estes países terão que cortar no seu essencial, para não poderem fazer frente aos mais ricos a troco duns euros. A seguir quem será? Não é difícil de adivinhar e esta Europa unida ficará até a Alemanha de Merkel querer, com os pobres a serem mandados e os países ricos a ditarem as ordens. Uns detêm o poder os outros acatam o poder. Quem vai julgar a Alemanha por se comportar assim? Em tempos a Alemanha usufruiu de medidas abonatórias para desenvolver a sua economia que alguns destes países pagaram. Agora é o que se vê.

Dia do Ambiente – Visita a um moinho junto ao rio Pavia

Dia do Ambiente – Visita a um moinho junto ao rio Pavia

                De acordo com o Plano Anual de Actividades, o Jardim de Infância de Parada de Gonta comemorou o Dia Mundial do Ambiente junto a um moinho de água no rio Pavia próximo à localidade de Parada de Gonta. Desta forma, estivemos de mãos dadas com o Ambiente, pois efectuámos uma caminhada pedestre onde, de facto, vimos e sentimos os sons da Natureza. Este moinho artesanal serviu, também, para mostrar às crianças que se podem utilizar outras energias alternativas não prejudiciais ao Ambiente.

O nosso muito obrigado ao Sr. António (moleiro) que amavelmente nos recebeu e à Junta de Freguesia e associação Assodrec que nos facultaram o transporte!

A Educadora,

Mª da Conceição Rei

 

Parceria com o Jornal Online "As Nossas Vozes" 

Dia Mundial do Ambiente - Dia de Eleições

 
Em dia de eleições esquecemos de comemorar o Dia Mundial do Ambiente. Fica aqui o registo duma preocupação de muitos.
RESULTADO DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS EM PARADA DE GONTA

 

Partidos

Parada de Gonta

Percentagem

País

Percentagem

PSD

271

58,15%

38,63%

PS

91

19,53%

28,05%

CDS

46

9,87%

11,74%

CDU

15

3,22%

7,94%

BE

14

3%

5,19%

MRPP

3

0,64%

1,13%

PAN

3

0,64%

1,04%

Brancos

11

2,36%

2,67%

Nulos

12

2,58%

1,36%

Votantes

466

47,21%

58,90%

Inscritos

987

 

 

Dia da Criança 2011 - Viva escola

Tondela comemorou o dia da criança com animações, jogos desportivos e de entretenimento, perante cerca de 2 mil crianças dos J. I. e 1º CEB do Concelho. Depois de feita a apresentação de cada escola, deu-se início ao evento com a chegada da bandeira do Viva Escola através dum aluno fazendo slide. Falou o Vereador da Educação, Dr. José António e o Presidente da Camara Municipal de Tondela, Dr. Carlos Marta, saudando as crianças e felicitando todos aqueles que colaboraram para que este evento se realizasse. Cantou-se o Hino Nacional e o Viva Escola, onde as crianças vibraram e deram largas à sua alegria. Foi também feita a largada de pombos e a largada de balões simbolizando o dia da criança.
Foi um dia inesquecível para as crianças...


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.