Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

O Blog trata de brincadeiras artísticas, escola, paradadegonta e bisbilhotices. Costumo dizer "arte sem arte é uma nova forma de arte". Dizer o que vai na alma ..é sentir o que me rodeia. email: ag_silva@hotmail.com

Hallowen em Parada de Gonta - 2012

 

 

 

Eles e elas estiveram por cá..

Pediam doçuras!.. Quem não desse... nem que fosse apenas um sorriso, levava com  travessuras.

Foi assim que fui surpreendido por 3 momentos da juventude de Parada de Gonta. Truz..truz..quem é! nada. abre-se a porta e...

Pela calada da noite, pé ante pé, palmilhavam os caminhos e batiam às portas.

Ao longe  ouvia-se o alarido de vozes a sussurar para fazer maldades. Gritos, mais um. Quem aparecia levava um susto de morte e depois a famosa frase "Doçuras ou gostusuras". A noite estava fria e a pouca luz ajudava a pregar o susto. Muitos foram surpreendidos outros já sabiam que era o 31 de novembro, dia das bruxas.

Estes jovens vão mantendo uma tradição que embora seja importada é já muito apreciada por cá. Parada de Gonta tem jovens que gostam de se enriquecer culturalmente e é pena que estas manifestações um pouco avulso não sejam organizadas por quem de direito.

Parabéns aos jovens pela sua disponibilidade em manter esta tradição, pela sua criatividade na caricaturização e nos trajes envergavam.

Hallowen na escola - 2012

Ainda continuam por cá…as bruxas e as bruxinhas, é o dia delas e que ninguém ouse contrariá-las.

Pediam doçuras!.. Quem não desse...levava com travessuras.

Foi assim que a pequenada do 1º ciclo acompanhada das suas professoras comemorou na escola EB 2,3 Prof. Mota Pinto uma tradição Celta dos povos que habitaram a atual Irlanda, popularizada com as abóboras e a famosa frase "Doces ou Travessuras" pelos Estados Unidos da América.

Foi com grande alegria e muito alarido que os alunos percorreram a escola à procura de alguém desprevenido para lhe pregar partidas.

Foi assim também que entraram pela sala do órgão de gestão pregando as suas partidas.

Estão de parabéns alunos e professores pelo que fizeram e pela criatividade que demonstraram nas caricaturas e trajes apresentados.

Até para o ano!

 

Parceria "As Nossas Vozes

ADD - Novo ciclo.

Mais 2 despachos sobre a Avaliação do Desempenho Docente (ADD). Para os mais distraídos aqui fica o alerta para se prepararem para este novo ciclo de avaliação.

  • Despacho n.º 13981/2012. D.R. n.º 208, Série II de 2012-10-26

    Ministério da Educação e Ciência - Gabinete do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar

    Estabelece os parâmetros nacionais para a avaliação externa da dimensão científica e pedagógica a realizar no âmbito da avaliação do desempenho docente

  • Despacho normativo n.º 24/2012. D.R. n.º 208, Série II de 2012-10-26

    Ministério da Educação e Ciência - Gabinete do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar

    Regulamenta o processo de constituição e funcionamento da bolsa de avaliadores externos, com vista à avaliação externa da dimensão científica e pedagógica

S.Simão 2012 em Lobão da Beira

Foi dia de S.Simão. Como todos os anos se tem feito mais uma vez juntei-me à familia de Lobão da Beira e festejamos com um almoço convivio o dia de S.Simão. Neste almoço esteve a Srª Maria com 96 anos, junto dos bisnetos, que muito nos orgulhou. Depois do almoço e do convivio fomos até à feira junto da capela de S.Simão.É uma feira anual com um espaço muito grande e onde se vende de tudo um pouco.O dia estava bom e a feira com muita gente nas compras.

96 anos da S. Maria.


 


Hoje estive a festejar o S.Simão em Lobão da Beira com um familiar que tem 96 aos e uma lucidez incrivel. Não precisa de óculos para remendar e até para ler. Sim com 96 anos e sabe ler, contar histórias e tem uma excelente memória. Hoje fez questão de estar presente num almoço convivio junto dos familiares a comemorar o S.Simão.Parabens à Senhora Maria.

E assim vai a escola..

Depois de um mês e meio de aulas já se poderá fazer um pequeno balanço sobre a nova realidade da escola, no novo contexto que é o das agregações. As coisas não voltam a ser como eram e todos tomaram consciência disso e assim vão-se ajustando a esta nova realidade de menos recursos humanos, professores divididos entre 2 escolas e até 3 e com uma gestão que tem como sede outra escola.

Os alunos pouco sentem a nova realidade, apesar dum ligeiro aumento de alunos por turma, o edifício é o mesmo, os professores a maioria mantém-se e as suas aprendizagens vão continuar a ser como foram até agora.

Com mais ou menos dificuldades os professores vão manter a qualidade das aprendizagens dos alunos, embora a sua situação profissional se tenha degradado, porque não é a mesma coisa um professor estar em uma escola ou estar em duas escolas que distam ainda um bom par de quilómetros. Além da situação profissional a situação económica é que leva um grande rombo com estas deslocações de um lado para o outro.

Quanto aos funcionários o certo é que agora são tipo multifunções, estando em vários postos ao mesmo tempo, cansados dizem eles, mas mais vale ter trabalho do que ficar no desemprego.

Quanto à gestão, difícil falar nela até porque foi convidada pela CAP a gerir localmente e sem tomar decisões de fundo porque essas são tomadas pela própria CAP, as coisas vão-se mantendo dentro da normalidade, até porque não surgiram problemas que possam ter colocado em questão as decisões locais.

Em conclusão pode-se dizer que existe um certo desânimo nos professores e funcionários e pouca esperança de que as coisas melhorem, mais trabalho, mais cansaço e mais preocupações, menos alegria e menos rendimento é o que todos esperam.

E assim vai a escola….

Colheita de sangue na EB 2,3 Prof.Mota Pinto

Aqui ficam algumas fotos desta iniciativa.
Obrigado a todos aqueles que generosamente contribuíram para que não falte sangue a quem dele mais necessita. Um agradecimento especial à farmácia da Lajeosa por, uma vez mais, ter-se associado a esta iniciativa e realizar um rastreio de níveis de glicémia, colestrol e tensão arterial.
Esperamos voltar a vê-los em Maio e que cada um traga um amigo!

ASSUNTO:AGRADECIMENTO/COLHEITA DE SANGUE

O Centro Regional de Sangue de Coimbra, vem por este meio agradecer a Vª Ex.ª e a todos os colaboradores a disponibilidade e o empenho demonstrado que tornaram possível a realização destas Colheitas de Sangue.

25/10/2012

Inscritos – 18

Aprovados – 12

Suspensos – 06

Não queremos pois, deixar de enaltecer o elevado sentido físico e grandeza do vosso gesto de solidariedade.

Em nome dos doentes, renovamos os nossos agradecimentos

Com os melhores cumprimentos/Best wishes

Materiais para Educação Tecnológica 5º e 6º anos - 2º post de ET

 

Partilha de materiais para a nova disciplina de Educação Tecnológica dos 5º e 6º anos. Construções com animações em PowerPoint.

57º Convivio do Grupo do Tacho.

Foi o 57º Convívio do Grupo do Tacho para preparação da receção a um conterrâneo da terra.

Como se pode ver através das fotos foi um convívio do grupo do tacho que espelha bem a crise que reina nos membros do grupo do tacho consequência da crise gravíssima que o país atravessa. Sendo o grupo constituído por trabalhadores é natural que a crise se note e alguns elementos do grupo estão sem emprego e outros com perspetivas pouco animadoras a nível de futuro. O grupo do tacho já teve melhores dias ou seja já foi em tempos muito mais animado do que é neste momento.

Mesmo assim houve animação quanto baste para podermos continuar a manter o grupo do tacho e os seus convívios que tanto fazem bem ao espirito.

Este convívio foi realizado na Associação Cultural e Recreativa os Amigos de Parada de Gonta e o Grupo do Tacho endereça desde já os agradecimentos ao Presidente da Associação, Sr. Filipe Gabriel, pela sua disponibilidade em ceder o salão para o efeito.

Jogador do Parada de Gonta 5 e 6

 

Acaba a publicação de jogadores da equipa do Parada de Gonta antes de esta ser federada. Estes quem são?

Fotos da equipa de Parada de Gonta guardados num baú que só agora foi aberto.

Fotos que surpreendem muitos paradenses e principalmente os próprios porque estas fotos devem ter uns quarenta anos.

Procura-se saber quem são os jogadores que estão na foto?

Jogador do Parada de Gonta 4

Jogador da equipa do Parada de Gonta antes de esta ser federada. Quem será?

Fotos da equipa de Parada de Gonta guardados num baú que só agora foi aberto.

Fotos que surpreendem muitos paradenses e principalmente os próprios porque estas fotos devem ter uns quarenta anos.

Procura-se saber quem será o jogador que está na foto?

Jogador do Parada de Gonta 3

Jogador da equipa do Parada de Gonta antes de esta ser federada. Quem será?

Fotos da equipa de Parada de Gonta guardados num baú que só agora foi aberto.

Fotos que surpreendem muitos paradenses e principalmente os próprios porque estas fotos devem ter uns quarenta anos.

Procura-se saber quem será o jogador que está na foto?

Jogador do Parada de Gonta 2

Jogador da equipa do Parada de Gonta antes de esta ser federada. Quem será?

Fotos da equipa de Parada de Gonta guardados num baú que só agora foi aberto.

Fotos que surpreendem muitos paradenses e principalmente os próprios porque estas fotos devem ter uns quarenta anos.

Procura-se saber quem será o jogador que está na foto?

Jogador do Parada de Gonta 1

Jogador da equipa do Parada de Gonta antes de esta ser federada. Quem será?

Fotos da equipa de Parada de Gonta guardados num baú que só agora foi aberto.

Fotos que vão surpreender muitos paradenses e principalmente os próprios porque estas fotos devem ter uns quarenta anos.

Procura-se saber quem será o jogador que está na foto?

Comemorar o Dia da Alimentação 2012

O dia 16 de Outubro, Dia Mundial da Alimentação, não passou despercebido na EB 2,3 Prof. Dr. Mota Pinto. Foram dinamizadas várias atividades com o intuito de transmitir aos jovens, boas práticas para uma alimentação saudável.

Os alunos fizeram uma exposição dos seus trabalhos relacionados com uma alimentação saudável e decoraram os espaços da escola, tendo como principal mensagem o alerta para erros alimentares e sugestões para uma alimentação equilibrada. Fizeram também um lanche saudável e tiveram a “Avó Miquinhas” para os incentivar a comer saudável.

A construção de uma Roda de Alimentos “ao vivo”, com alimentos naturais, foi uma das atividades que envolveu, na sua construção, os alunos do 1º e 2º ciclo e atraiu a atenção dos alunos, professores e funcionários em geral, na medida em que as cores e a informação aí presentes foram bastante apelativas.

Ao longo da «Semana da Alimentação Racional» irão sendo exploradas outras atividades.

Foi um dia animado, produtivo e que levou uma mensagem saudável a todos, no sentido de fornecer pistas de melhoria dos hábitos alimentares.

 

Parceria com o Jornal On-line "As Nossas Vozes

Projeto "O Dão e o Pavia não se conhecem num dia"

PRÉMIO ESCOLAR MONTEPIO

A Escola Básica Prof. Dr. C. Mota Pinto, de Lajeosa do Dão, foi uma das 50 selecionadas, pela Fundação Montepio, a nível nacional, de entre aquelas que demonstraram uma grande evolução de resultados externos, nos últimos 5 anos.

O esboço do projeto “O Dão e o Pavia não se conhecem num dia”, que visa deixar uma marca de atualidade e de abertura para a vida, envolvendo a comunidade e os alunos, faz parte de um grupo restrito de 13 projetos selecionados, de entre os 50 apresentados.

Na 6ª feira, dia 12 de Outubro, recebemos a visita de um dos elementos do júri de seleção, o Professor Doutor David Justino, Ex-Ministro da Educação, que, in loco, veio aferir da viabilidade do referido projeto, para assim poder apresenta-lo e “defendê-lo” junto dos pares.

Dos 13 projetos selecionados, serão aprovados 5 finalistas, que receberão o prémio Montepio, podendo atingir os 25 mil euros, a fim de levar a cabo a implementação do projeto proposto.

Desde já, cheios de orgulho e entusiasmo com o incentivo, de um dia para o outro, foi preparada uma apresentação alusiva à época, onde toda a comunidade escolar colaborou.

Esperamos que o nosso projeto seja distinguido, porquanto vai contribuir para a valorização científica, cultural e patrimonial da região, da escola e de cada um de nós, em particular.

Ficamos a aguardar … por boas novas.

 

Parceria com o jornal On-line "As Nossas Vozes" 

A dança do orçamento.

Sapatos

 

As linhas orientadoras do orçamento para 2013 que o governo apresentou aos portugueses através da Assembleia da Republica é como a dança dos sapatos, avança e recua conforme a música. A música é dada conforme os protestos de rua.

Os impostos que fazem parte das receitas desse orçamento são o instrumento mais melindroso e mais doloroso para os trabalhadores portugueses. A forma como os impostos serão aplicados é que tem levado aos avanços e recuos do governo.

O governo sabe que os trabalhadores portugueses estão no limite máximo no pagamento dos impostos e qualquer decisão que não seja equilibrada, justa e com equidade pode levar a um súbito despertar de ânimos mais exaltados.

Os trabalhadores portugueses vão esperando e desesperando na esperança de que estas decisões tenham um efeito benéfico para o país e para o seu bem-estar.Só que a esperança vai-se desvanecendo com o tempo. O tempo são promessas de um tempo que não chega.

É tempo dos nossos governantes serem responsabilizados pelas promessas que fazem, pelas mentiras que dizem e pelo mal que fazem ao país.

Uma governação errada, negligente e irresponsável que lese o país devia ser também responsabilizada perante a lei pelos seus atos como crime contra o estado e contra o povo.

Enquanto isso,  o povo, os trabalhadores portugueses vão-se manifestando pelas ruas em protesto até um dia...

 

Rankings das Escolas do Distrito de Viseu 2012

Fonte "Correio da Manhã" 
 

Escola

Localidade

ex 9º

nota 9º

ex 6º

nota 6º

1

Colégio   Imaculada Conceição (Lamego)

Lamego

20

3,95

58

3,98

2

Colégio da   Via-Sacra, Viseu

Viseu

154

3,67

164

3,87

3

Escola   Secundária Alves Martins

Viseu

110

3,58

   

4

Colégio   Lamego

Lamego

44

3,48

50

3,40

5

Colégio da Imaculada Conceição, Viseu

Viseu

50

3,42

56

3,79

6

Escola   Básica Álvaro Coutinho O Magriço - Penedono

Penedono

48

3,40

60

2,90

7

Escola   Secundária de Tondela

Tondela

160

3,30

   

8

Escola   Básica de Campo de Besteiros n.º 2

Tondela

91

3,27

162

3,13

9

Escola   Básica Grão Vasco

Viseu

324

3,25

371

3,51

10

Escola   Secundária de Nelas

Nelas

87

3,24

   

11

Escola   Secundária de Carregal do Sal

Carregal do Sal

76

3,21

   

12

Escola   Secundária Viriato (Viseu)

Viseu

202

3,18

   

13

Escola   Básica de Ferreira de Aves

Sátão

34

3,12

32

3,34

14

Escola   Básica de Mundão n.º 3

Viseu

124

3,10

124

3,38

15

Escola   Básica Infante D. Henrique, Viseu

Viseu

202

3,08

214

3,30

16

Escola   Básica e Secundária Eng. Dionísio Augusto Cunha

Nelas

62

3,06

80

3,13

17

Escola   Básica de Campia

Vouzela

56

3,02

82

3,06

18

Escola   Básica de Carregal do Sal n.º 2

Carregal do Sal

46

3,00

152

3,17

19

Escola   Secundária de Vila Nova de Paiva

Vila Nova de Paiva

98

2,99

   

20

Escola   Básica de Santa Cruz da Trapa

São Pedro do Sul

74

2,99

74

2,68

21

Escola   Secundária Emídio Navarro (Viseu)

Viseu

64

2,98

   

22

Escola   Básica Dr. Azeredo Perdigão, Abraveses

Viseu

158

2,97

321

3,26

23

Escola   Básica Prof. Dr. Carlos Mota Pinto

Tondela

28

2,96

56

3,00

24

Escola   Básica e Secundária de Oliveira de Frades

Oliveira de Frades

218

2,96

172

3,01

25

Escola   Secundária de Vouzela

Vouzela

112

2,95

   

26

Escola   Básica Dr. Fortunato de Almeida, Nelas

Nelas

36

2,94

202

3,00

27

Escola   Secundária de São Pedro do Sul

São Pedro do Sul

180

2,94

   

28

Escola   Básica General Serpa Pinto, Cinfães

Cinfães

122

2,93

296

2,70

29

Escola   Secundária Dr.ª Felismina Alcântara (Mangualde)

Mangualde

348

2,92

   

30

Escola   Básica Aristides de Sousa Mendes

Carregal do Sal

56

2,89

38

3,37

31

Escola   Secundária de Castro Daire

Castro Daire

84

2,88

   

32

Escola   Básica Ferreira Lapa

Sátão

58

2,88

186

2,89

33

Externato   D. Afonso Henriques

Resende

116

2,81

   

34

Escola   Básica do Viso

Viseu

242

2,81

344

3,18

35

Escola   Secundária de Molelos

Tondela

68

2,78

   

36

Escola   Básica Integrada com Ensino Secundário Jean Piaget, Viseu

Viseu

140

2,78

172

2,95

37

Escola   Básica e Secundária de Moimenta da Beira

Moimenta da Beira

212

2,75

256

2,91

38

Escola   Básica de Castro Daire n.º 2

Castro Daire

94

2,73

188

3,37

39

Escola   Básica e Secundária de São João da Pesqueira

São João da Pesqueira

97

2,72

116

2,80

40

Escola   Básica de Mões

Castro Daire

68

2,72

107

3,30

41

Escola   Secundária de Santa Comba Dão

Santa Comba Dão

216

2,71

   

42

Escola   Secundária Frei Rosa Viterbo (Sátão)

Sátão

184

2,71

   

43

Escola   Básica e Secundária de Penalva do Castelo

Penalva do Castelo

165

2,70

   

44

Escola   Secundária Dr. João Lopes de Morais (Mortágua)

Mortágua

154

2,69

   

45

Escola   Básica de Souselo

Cinfães

130

2,69

136

2,82

46

Escola   Básica e Secundária da Sé (Lamego)

Lamego

178

2,67

210

2,80

47

Escola   Básica D. Duarte, Vil de Soito

Viseu

104

2,66

106

3,12

48

Escola   Básica D. Luís Loureiro

Viseu

62

2,66

80

2,83

49

Escola   Básica de Lamego

Lamego

88

2,66

332

2,83

50

Escola   Básica Padre João Rodrigues

Sernancelhe

64

2,64

93

3,43

51

Escola   Básica do Caramulo

Tondela

36

2,64

62

3,16

52

Escola   Secundária Latino Coelho

Lamego

288

2,63

   

53

Escola   Secundária Prof. Dr. Flávio F. Pinto Resende

Cinfães

86

2,60

   

54

Escola   Básica e Secundária Dr. José Leite de Vasconcelos

Tarouca

118

2,58

198

2,76

55

Escola   Secundária D. Egas Moniz

Resende

186

2,54

   

56

Escola   Básica e Secundária Abel Botelho

Tabuaço

64

2,44

80

2,85

57

Escola   Básica Gomes Teixeira (Armamar)

Armamar

108

2,39

130

2,62

58

Escola   Básica de São Pedro do Sul n.º 2

São Pedro do Sul

60

2,32

236

2,97

 

Escola   Básica Gomes Eanes de Azurara

Mangualde

   

378

2,88

 

Escola   Básica Dr. José Lopes de Oliveira

Mortágua

   

186

2,96

 

Escola   Básica de Ínsua

Penalva do Castelo

   

138

3,17

 

Escola   Básica dos 2º e 3º Ciclos de Santa Comba Dão

Santa Comba Dão

   

200

2,96

 

Escola   Básica de Tondela n.º 2

Tondela

   

293

3,35

 

Escola   Básica Aquilino Ribeiro, Vila Nova de Paiva

Vila Nova de Paiva

   

110

3,22

 

Escola   Básica João de Barros, Marzovelos

Viseu

   

240

3,61

 

Escola   Básica de Vouzela

Vouzela

   

140

3,11

O Escrivão do pequeno reino - ep4

Escriba sou eu, senhor Bobo da Corte, e tenho muito orgulho no que faço.
Não confunda quem escreve o < > com o verdadeiro escriba que viveu no pequeno reino. São muitos os documentos do reino que se redigiu ao longo dos tempos descrevendo fatos e realidades vividas no reino e sempre de acordo com a lei mas nem sempre a favor do rei.

Vivi neste pequeno reino desde a sua fundação até à sua extinção e não concordo nada com o que diz vossa senhoria sobre o rei e o seu reinado.

 Que eu saiba foram vários os reinados desde a fundação do reino e foram vários os reis com a sua prole que por ali passaram.

Uns melhores que outros mas o último rei com a sua prole foi o mais duradouro e aquele que melhor cumpriu com a sua missão de ter um reino feliz e contribuiu com os melhores resultados para os rankings dum reinado com qualidade.

Foi um reino que sempre acreditou que um dia chegaria ao top da qualidade, conseguindo-o ao fim duns vinte e poucos anos sempre de pleno desenvolvimento, onde pontuou o rigor, o empenho e o gosto por pertencer e identificar-se com este pequeno reino.

 Não me recordo do “Bobo da Corte” porque bobos, patetas e fingidores houve sempre alguns, embora disfarçados, até o mordomo do rei desconheço e será um disparate confundir quem vivia em perfeita harmonia, sem qualquer divisão de classes, com outros reinos onde imperava essa divisão social de classes.

Neste pequeno reino todos eram iguais perante o seu rei, todos respondiam de acordo com as suas responsabilidades e é com muita pena que se assiste à sua extinção.

Foi-se o rei fica o reino. Acaba o reinado deste pequeno reino mas começa outro reinado integrado no grande reino, com um novo rei e a sua prole situada no grande reino. O pequeno reino faz agora parte integrante do grande reino e tem uns governantes nomeados pelo grande reino para tratar das papeladas burocráticas. Vamos ver como se comporta dentro do grande reino o pequeno reino.

O pequeno reino nunca mais é o que era…

Redigido pelo ex-escrivão do pequeno reino

Obs: Comentário que virou post /seguir em recados da escola

Mordomo do rei do pequeno reino - ep3

Também vivi naquele pequeno reino e lembro-me de vossa senhoria o Bobo da Corte que na altura era feliz e entretinha todos, não todos, só os da burguesia com o senhor nosso rei.

As suas brincadeiras bem aceites pelo rei nunca foram postas em causa naquele pequeno reino, mas muitos sabiam que havia uma conspiração contra o rei e vossa senhoria o Bobo da Corte era apontado como o principal matador do rei.
Sem rei acabava-se o reinado o que levou o povo a temer que tal acontecesse e apesar das boas palavras, das promessas que vossa senhoria fazia, foi denunciado ao rei.

Foi deposto pelo rei e exilado deste pequeno reino. Constam os novos ventos que um reino distante lhe deu guarida e tal como tinha feito no anterior pequeno reino, armou uma conspiração contra o rei e conseguiu levar a melhor, sendo agora o rei, embora dum pequeno reino também.

Consta também que reina a seu bel-prazer, com punho firme em torno das leis, muitas vezes lesando o povo que não está feliz e polindo as botas dos grandes reinos.

O Mordomo do rei.

Obs: Comentário que virou post /seguir em recados da escola

Jorge Colaço


Painel de azulejos de Jorge Colaço na estação de S. Bento no Porto. Jorge Colaço foi um grande ceramista português com afinidades a Parada de Gonta.


Jorge Colaço, foi casado com a poetisa Branca Gonta Colaço filha de Tomás Ribeiro, e teve uma filha cujo nome é Ana de Gonta Colaço, escultora com atelier na casa das matinas em Parada de Gonta.

Visitar o Porto

 

Aproveitando o feriado do 5 de Outubro dia da Implantação da Republica e por ser o último segundo os nossos governantes, fui até ao Porto recordar os meus tempos de estudante e também algumas ruas que me são tão intimas.Tirei lindissimas fotos e comi uma francesinha num restaurante da Cidade do Porto o que muito me agradou.

Foi um passeio muito agradável que fica registado como sendo o passeio do último feriado da Republica.

O Bobo da Corte do Pequeno Reino - ep2

Desenho a tinta de esferográfica..

Comentário que virou post tal é a sua criatividade nos contos do reino.

 

O Bobo da Corte do Pequeno Reino.

Ainda bem que sou apenas um plebeu Bobo da Corte deste pequeno reino.
Oh "caro escriva" do pequeno reino, parece que vossemecê andava só pelo castelo e não descia ao povoado, se cá viesse, também era daqueles que levaria uma bordoada dos aldeões plebeus cá do pequeno reino.

Vossemecê era daqueles que vivia à farta no Castelo, mas o que é facto é que cá por baixo pelo povoado ninguém acreditava no "Rei" e nos seus diletos seguidores que viviam à farta na lauta mesa do mesmo e que achava que sendo "rei" (e afinal não era mais que um mero governador de um pequeno reino), tudo geria a seu bel prazer como se fosse um autocrático e emproado senhor.

Gostaria era o povo, ralé que era obrigado a deixar que os seus rebentos fossem ao castelo para ficarem mais cultos, que um dia verificassem tudo direitinho e aí sim se veria se afinal a tal figuraça teria governado mais para os seus diletos seguidores, ou para os seus súbditos.

A mentira e a realidade muitas das vezes andam próximas, mas neste caso, credo, cruzes canhoto, Deus nos livre de tal demo belzebu, as mentiras tem perna curta como o Saci do Sitio do Picapau Amarelo.

Embora que ainda paire por aí o dito "Rei" afinal mais parecido com o Governador Gisborne, Saxão, dos Reinos do Norte, estou convencido que faltará pouco para que este saia do novo Grande Reino.

Se isso acontecer não terá qualquer hipótese de importunar o povo aqui do pequeno reino.
Ah e já agora pode ser que leve com ele este escriva, que mais não é que uma mero arauto de recados encomendados pelo apeado "Rei".

Este texto é um extrato retirado de um conto que um dia tenho para publicar, assim haja uma editora interessada.

O Primeiro dia de aulas..na escola dos grandes!.

Entrámos pela porta da frente, esperámos pelas nossas professoras e ... os "nossos padrinhos" do 3º e 4º ano deram-nos a mão para subir as escadas para as salas de aula.

SIM...que nós somos gente!...Temos aulas no 1º andar!

Conversámos sobre algumas regras a respeitar e lá vamos nós conhecer a escola - o refeitório, a sala de convívio, a papelaria, o bufete, o recreio, o campo de jogos, o pavilhão...e as casas de banho é claro...

...e era chegada a hora do recreio. Comer o lanche, correr, saltar, pular e... azar...

... Não podemos subir às árvores... (e como elas nos tentaram...), nem podemos brincar com os bebedouros... mas temos muito espaço só para nós.

No período da tarde tivemos uma visita quando fomos à Biblioteca...

É claro que estou a falar da nossa amiga avó Miquinhas. Ainda nos lembramos das histórias e das brincadeiras do ano passado. Fechámos a boca e ouvimos com muita atenção a história que hoje nos trouxe.

No fim, a avó deu-nos um miminho muito doce que fomos degustando enquanto íamos novamente para as salas continuar as nossas atividades.

No final do dia regressámos a casa muito satisfeitos, dizendo:

Até qualquer dia avó Miquinhas...

Sim, sim... ela prometeu voltar e contar outras histórias...

 

Retirado do blog "As Nossas Vozes

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.