Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto e ao que me rodeia! Educação é a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto e ao que me rodeia! Educação é a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! email: ag_silva@hotmail.com

Fotos das Férias em Porto Santo e Funchal 2015

 

FÉRIAS PORTO SANTO E FUNCHAL 2015 (41).jpg

São cerca de 300 fotos sem qualquer critério de escolha. Foram umas férias fantásticas com imagens do mais belo que existe. Para quem gosta de descansar depois de um ano de trabalho aconselho este lugar. Já é a 2ª vez consecutiva que vou para esta ilha de Porto Santo e com intenção de continuar para o ano. Repito para descansar não existe melhor, boas praias, água muito quente, boa gastronomia e barata, vida noturna com bares e discotecas abertas  durante toda a noite e um povo hospitaleiro.


Até que enfim!.

Férias.png

      Desenho feito no paint

Finalmente!. Acabaram os exames. Hoje, o último deste ano foi  a prova de equivalência à frequência de Francês do 3º ciclo, 2ª fase.Tanta tralha desde maio até finais de julho. Exames, provas de equivalência, provas finais de ciclo, 1ª fase, 2ª fase, orais de 1ª e 2ª fase e tanta gente implicada. Professores, Assistentes Operacionais, Assistentes Técnicos e GNR. Um rácio de bradar aos céus. 1 aluno = 12 professores. 

Agora sim.. já cheira a FÉRIAS.

 


Candidatura e Manifestação de Preferências (MI)

Acabou, hoje dia 23 de julho pelas 18 horas, o prazo para indicação da componente letiva (ICL) por parte dos diretores na plataforma do SIGRHE e vai decorrer entre 28 julho e 3 de agosto para os mesmos professores do QA/QE-QZP a  manifestação de preferências relativas à Mobilidade Interna. Muitos destes professores ainda serão repescados até ao inicio do concurso e serão novamente integrados na mesma escola/agrupamento. Aprovação de novas turmas, destacamentos à espera de autorização, projetos por autorizar, e muitas outras causas fazem com que este processo não esteja finalizado.
Aos professores do QA/QE a quem não foi possivel atribuir 6 horas de componente letiva e aos QZP que são obrigados a concorrer,  deixam-se algumas dicas relevantes a seguir:
 
a) Confirmem o tempo de serviço que irão utilizar neste concurso (se é que não o fizeram aquando do Concurso Interno);
 
b) Organizem com alguma antecedência a ordem da vossa manifestação de preferências, estando cientes que este ano é um ano de grande "mudança de cadeiras", uma vez que todos os docentes colocados em Mobilidade Interna terão as suas colocações terminadas e que (aparentemente) ocorreu um número excecional de docentes que viram os seus pedidos de Mobilidade por Doença deferidos;
 
c) Aquando da manifestação de preferências prestem especial atenção, não só à distância (em quilómetros e em tempo) calculada com recurso ao Google maps (ou a outro dos múltiplos recursos virtuais ao nosso dispor), à localização "pura e dura" (e aqui se destaca o mapa que se encontra a ser desenvolvido pelo "Blog de Ar Lindo" - aqui), mas também à qualidade das estradas e à possibilidade de boleias;
 
d) Relevante ainda será considerar alguns comentários de colegas (que conheçam pessoalmente e não como consequência da leitura de blogues e fóruns, pois existe quem coloque contra-informação propositadamente) que já estiveram em escolas que se encontrem dentro das vossas preferências, pois pode valer a pena fazer mais 10 minutos de carro. No entanto, não se esqueçam que as opiniões são subjetivas;
 
e) Não sofram por antecipação, pois independentemente de saberem o que aconteceu em anos anteriores, e de conhecerem as colocações dos colegas que estão acima de vocês na lista de graduação nacional, nada vos garante que o mesmo suceda neste concurso. Apenas tenham em linha de conta de que este ano as Mobilidades por Doença foram deferidas mais cedo e que um grande número de colegas dos quadros vão a concurso (como consequência da ocorrência do concurso interno que a isso obriga neste fase da Mobilidade Interna);
 
f) Como a fase de candidatura pode coincidir (e certamente que corresponderá na maioria) com o início do vosso período de férias "fora de casa", é melhor acautelarem a possibilidade de recurso a internet móvel ou a wireless.
Espera-se que este post ajude a lembrar o que é preciso fazer.

Retirado do Blog  "Professores Lusos"

Voluntário à ausência de componente lectiva.

  BISBILHOTEIRO.jpg

A bisbilhotada semanal é um aviso para quem quer ser voluntário à ausência de componente lectiva na sua escola/agrupamento.

Aproxima-se a data da indicação da componente letiva (ICL) por parte das escolas (20 a 23 de julho) e o minimo é de 6 horas para se indicar a componente letiva, segundo a lei e para aqueles que requeiram ausência de componente letiva, fica a indicação.

Como se sabe está previsto no número 6, artigo 29º do Decreto-Lei 83-A/2014 a forma de envio dos docentes a ausência da componente lectiva. No caso de não haver docentes voluntários são indicados os menos graduados.

Para se ser voluntário à Mobilidade Interna por ausência da componente lectiva a decisão tem de partir do próprio interessado com o pedido ao diretor da escola/agrupamento, manifestando essa vontade de preferência por escrito. Se essa decisão for diferida com parecer favorável vão-se sujeitar às regras de quem não tem componente letiva, mas pode ser uma boa solução para quem se quer aproximar e não conseguiu. Cada um deve assumir os riscos pela decisão tomada.

As regras de acordo com a lei serão:

a) Caso o número de voluntários exceda a necessidade, o diretor deve indicar por ordem decrescente da graduação profissional;

 b) Na falta de docentes voluntários, deve o diretor indicar por ordem crescente da graduação profissional.

Qualquer diretor ou direção concederá a ausência de componente lectiva ao professor que a pede para poder concorrer em 1ª prioridade no concurso de Mobilidade Interna, concluindo assim o seu desejo.

Mas uma das regras que raramente se fala mas que é impeditiva da concessão do deferimento positivo por parte dos directores, é que, em caso algum o grupo de recrutamento do requerente fique desprovido e depois se tenha que contratar outro professor para ocupar o seu lugar.

Ou seja, os professores do quadro que estejam no final da lista de colocações nessa escola/agrupamento, dificilmente verão as suas pretensões com aval positivo por parte do diretor

 Bisbilhotice semanal


69º Convívio do Grupo do Tacho

Grupo do Tacho 2.jpg

Grupo do Tacho.jpg

(carregar nas imagens)

O 69º convívio do Grupo do Tacho realizou-se nas piscinas de Farminhão, freguesia  do Concelho de Viseu.

Neste convívio estiveram presentes 19 comensais para deglutir umas grelhadas mistas e um bacalhau à Lagareiro receita igual há de um ano atrás, porque nessa altura foi por nós muito apreciada e mantém-se um gosto 5 estrelas.

Tal como o ano passado teve neste repasto como música ambiente o Grupo Musical Índice de Viseu que alegraram e encantaram o público.

O Grupo do Tacho fez jus à sua reputação (noites longas) e depois ainda se dirigiram à Póvoa da Catarina para ver e apreciar o grupo musical Panorama.

O Grupo do Tacho, durante uns certos tempos ausentou-se, parou para refletir, mas não vale a pena carregar para dentro do grupo o que é negativo, a vida é curta e o que vale é a alegria, o convívio, a partilha, a amizade e como sempre é apanágio receber bem todos os paradenses emigrantes, que em alturas de Natal, Páscoa e Férias, visitam a sua terra e as suas famílias. É principalmente em honra destes amigos que nos visitam que o Grupo do Tacho vai continuar com os seus convívios.

Com o regresso dos paradenses que labutam fora de Portugal, o convívio proporcionado por este grupo de amigos é mais um  meio de convívio para que os emigrantes paradenses e os paradenses residentes  partilhem as suas vivências.

É com os paradenses emigrantes que nos visitam por estas alturas festivas, que os convívios deste grupo se tornam mais animados e é também uma forma de comemorar o seu regresso a Portugal. Apesar das contrariedades por que passam, não esquecer que alguns estão separados das famílias, não esquecem as suas origens e fazem questão de estar presentes nestes convívios que todos anos se realizam na nossa terra. São amizades que embora estando longe perduram nos corações de cada um e que nos orgulham de ser o valor principal como princípio orientador deste grupo de amigos paradenses.

Os paradenses residentes bem sabem, que a vida de cada um tem os seus encantos e desencantos, e por vezes  é difícil parar, olhar para os outros, de tão atarefada que a vida é, que não nos deixa tempo para estar com os amigos. Somos de Parada de Gonta e muitas vezes só nos encontramos nestes convívios. Os afazeres de cada um não deixam também margem para se encontrarem e simplesmente conversar.

É o que acontece nestes encontros, simplesmente amigos que partilham a sua amizade num jantar, a conversar e conviver, o que  muito nos orgulha, de sermos assim. Somos paradenses.

Voltando ao convívio, foi um jantar convívio do Grupo do Tacho muito animado, muito bem confecionado e também muito bem regado com o néctar da região.

Durou até altas horas da manhã e valeu toda a diversão que nos foi proporcionada.

Embora se já tenha dito e para reforçar também a continuidade do grupo do tacho é de referir que esta forma de nos juntarmos tem muito mais a ver com as amizades do que simplesmente com o comer bem, como alguns possam pensar e que o digam os emigrantes que participam nestes encontros quando chegam dos países onde trabalham.

Assim, dizia um emigrante para o grupo, é das maiores  alegrias que tenho quando chego à terra e sou convidado para participar no Grupo do Tacho.


Momentos de regozijo

BISBILHOTEIRO.jpg

A bisbilhotada semanal esta semana é atribuída a três momentos que se podem considerar momentos de regozijo.

O primeiro momento vai para uma notícia de cariz local e tem a ver com as festas de santa ana paradenses. A Comissão de Festas de Santa Ana 2015 já apresentou o seu cartaz de festas o que é de agrado de todos os paradenses e tem uma página de facebook com o nome “Festa de Santa Ana 2015 – Parada de Gonta” onde vão colocando as notícias sobre os preparativos da festa. Assim, apela-se a todos os paradenses que contribuam cada um à sua maneira para que as festas de Santa Ana continuem a ser umas festas de referência no concelho e na região.

O segundo momento vai para a bofetada de luva branca que os gregos deram ao mundo, e não só à União Europeia, que tudo fizeram para intimidar o povo grego com ameaças, do mais baixo que existe na intromissão das escolhas dum povo e que o fez através de voto, um ato democrático. Vencendo o medo disseram o que queriam, se o vão conseguir é que é difícil, porque o capitalismo é como um parasita e tudo à sua volta deixa de existir, mesmo os maiores defensores dos valores democráticos acabam por cair.

O terceiro momento vai para uma notícia que me é muito querida e relacionada com a escola. A EB Prof. Mota Pinto – Lajeosa do Dão uma das escolas pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo, apesar de toda a carga negativa que existe à sua volta,  como sendo uma escola que tem os dias contados, por falta de alunos, devido principalmente à emigração, ainda ontem 5 pedidos de pais para que os seus filhos frequentem a escola no estrangeiro, e também à falta de natalidade, tem uns alunos excecionais, como revelam os resultados das Provas Finais de Ciclo – Exames Nacionais do 3º ciclo a Português e Matemática.

Segundo a Direção Geral da Educação , fonte do Ministério da Educação, a média nacional dos exames a  Português no ano 2015 situa-se nos 58% e a média nacional dos exames de Matemática situa-se nos  48%.

Feitas as contas com as pautas afixadas, verifica-se que a média dos alunos da EB Prof. Mota Pinto, a Português é de 58%, igual à média nacional, mas a média a Matemática é de 63,44%, o que revela cerca de 16% acima da média nacional. Nos rankings dará uma boa posição.

Em jeito de achega e um aviso aos pais desta região, continua-se a  afirmar que a EB Prof. Mota Pinto, embora sendo uma escola de aldeia, é uma boa escola, com óptimas instalações e um corpo docente estável, prepara os alunos com as aprendizagens necessárias ao seguimento de estudos e deixa-lhes o caminho aberto para tomar as decisões certas.

Bisbilhotice semanal


Convívio dos saudosistas do Ex agrupamento Lajeosa do Dão.

lajeosa grupo.jpg

 

Despedidas para uns, continuidade para outros, fazem parte da vida de professor e criam emoções fortes e difíceis de ultrapassar.

Despedidas podem doer, mas a vida é assim…

Saem uns, outros chegam e a vida contínua, porque é assim a signa da profissão de  professor. Lágrimas envergonhadas até poderiam correr, mas a contenção foi muita tal era a emoção das amizades que foram construídas ao longo dos anos e agora desfeitas, dos momentos bons e daqueles menos bons mas que todos passaram em conjunto.

São realmente momentos belos e únicos e ninguém os pode tirar a esta classe de professores e assistentes operacionais que conviveram  muitos anos na escola / ex-agrupamento da Lajeosa do Dão

Despedidas doem..mas não apagam as amizades construídas e cimentadas ao longo de muitos anos. Foi assim o jantar convívio deste pessoal no restaurante Palmeiras em Travanca de Bodiosa - Viseu.

Para os que ficam e para os que saem um bem haja em nome da escola e também em meu nome pessoal como vosso amigo e camarada de trabalho.


Convívio das Educadoras do aetcf

Educadoras aetcf.jpg

O grupo de Educadoras do Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo, comemorou o final do ano lectivo com um almoço convívio no parque de merendas de Alvarim, com muita animação, alegria, camaradagem e com o que deve ser o valor principal que uma  sociedade deve adquirir… a AMIZADE. Neste convívio estiveram presentes os elementos da direcção do aetcf, Diretora, subdirectora e adjuntos da diretora, todas as educadoras do agrupamento que se fizeram acompanhar de um bom repasto e dum bom néctar da região.

Foi muito agradável o convívio entre colegas mas também se fizeram algumas despedidas com uma certa emoção de algumas colegas que foram colocadas noutros agrupamentos, algumas por sinal bem longe, e que assim quiseram mostrar o seu apreço, o seu carinho, por este grupo neste agrupamento.

Para todas a direcção do Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo (aetcf) deseja-lhes umas boas férias e para aquelas que saem do aetcf que revelem noutras escolas o profissionalismo que revelaram nesta escola/ agrupamento

Para todas um bem-haja.


Referendo Grego

referendo grego.png

Os Gregos decidiram dar o seu apoio a Tsipras e ao Syriza.

Contra tudo e contra todos e principalmente contra o medo o povo grego em referendo disse não às politicas de austeridade impostas pela União Europeia. 

A União Europeia pela primeira vez tem que lidar com uma situação nova: a não aceitação das suas politicas de austeridade por um dos seus membros.

Vamos ver no que isto vai dar..


Pintura abstrata - INCÓGNITO

ABSTRATO VERÃO.jpg

 Pintura em acrilico s/ tela de 80 x 50 

Incógnito é o primeiro quadro de pintura abstrata do tema "Sensações Desconhecidas".

Com cores fortes a condizer com época de verão é também uma homenagem ao povo grego que hoje decidem o seu futuro na União Europeia.

Incógnito é a sensação que existe na mente do Gregos sobre o seu "Futuro" devido a um referendo que os opõe entre o Sim e o Não.

As cores fortes e alegres serão o resultado do referendo. 


Direito a escolher. Sim ou Não.

Merkel e Tsipras.png

A bisbilhotada semanal vai para a União Europeia  e para o Eurogrupo  que a troco de 2% do seu PIB deixam cair um tratado de muitos anos que tinha como objectivo a união dos povos da europa em politicas económicas e sociais.

A Grécia país visado e martirizado pelas politicas de austeridade que lhe foram impostas pelos bancos dos países ricos da europa, quer que o seu povo escolha através de votação livre e secreta, se quer continuar a manter as politicas de austeridade ou ter o risco de sair desta “união europeia”  se a votação for em sentido contrário ao que querem os países ricos e mandantes.

O governo Grego, eleito para acabar com a austeridade, assim foi a promessa eleitoral, quer manter essa promessa, levando a votação as políticas de austeridade que a união europeia quer impor ao povo grego depois de fracassadas todas as negociações.

O que se regista é que o governo de Tsipras, o partido Syriza, parece ser o único na europa a acreditar em eleições e no voto do povo, e quer cumprir o prometido em campanha eleitoral, coisa que parece ser de outro mundo e não de países democráticos.

A democracia nos países da europa que conhecemos e citando um governante e politico famoso “a democracia é a melhor dos maus sistemas” serve é para que em campanhas eleitorais os partidos e depois o governo prometam tudo, para depois não cumprirem, enganando quem os elegeu.

Democracias como a da União Europeia é só para servir os grandes interesses dos países ricos e dos grandes grupos económicos colocando em causa a soberania dos países mais pobres, com as suas politicas de austeridade.

Para o governo grego, pela sua coragem, porque também fica em risco a sua continuidade no euro, vai a homenagem dos povos que não querem ser enganados e subjugados por politicas de austeridade que levam ao empobrecimento e à desagregação social.

Também já está na altura de dizerem aos países ricos e aos seus grupos financeiros, como a banca, que quem manda nos seus países é o povo do próprio país.

Deixem os gregos escolher…

 

Bisbilhotice semanal

 


Projeto pintura - Abstratos de verão 3

ABSTRATO 3.jpg

Pintura de acrilico s/tela 

Pintura de verão com cores alegres e não figurativa. Pintura que procura na arte de Kandinsky o seu conteúdo. Pintura que esconde a instabilidade que se vive na luta atual entre países ricos e países pobres e na luta de poderes. A democracia tem de ser vista do lado de quem escolhe através do voto. Deixem os Gregos escolher...


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.