Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Educação e Arte são a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto no que me rodeia! Educação e Arte são a minha paixão! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!. email: ag_silva@hotmail.com

Olhares a Pincel de Parada de Gonta - A Ponte, o Rio e o Aqueduto. (8)

 (rodar a imagem)

Outros olhares, olhares diferentes sobre os Lugares e o Património de Parada de Gonta

 


Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

Simulacro de evacuação e incêndio Abril 2017

(rodar imagem)

Realizou-se hoje, dia 27 de abril de 2017, um simulacro de evacuação do edifício Sede do Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo, devido a uma situação de emergência em caso de incêndio.

O Objetivo foi testar a operacionalidade do plano de emergência interno, treinar a comunidade escolar, criar rotinas de comportamento e de atuação e, em sequência, aperfeiçoar os procedimentos a adotar.

A evacuação total do edifício fez-se em três minutos e todos se encontravam no ponto de encontro ao fim de 4 minutos depois do toque de alarme. Os Bombeiros chegaram passados 4 minutos da chamada de emergência e a operação levou mais sete minutos para combater o simulacro de incêndio.

Findo o simulacro, os alunos puderam ainda ver o tanque e conversar com os bombeiros.

Finalmente, agradeceu-se a todos a forma como participaram para depois alunos e professores regressarem às aulas, assistentes operacionais para os seus postos de trabalho para o normal funcionamento da escola.

O Responsável da Segurança

Agostinho

Retirado do Jornal Online Pingos Online


Laço Azul 2017

 (rodar imagem)

Construção do Laço Azul pelas crianças das escolas dos JI do Concelho Tondela no Parque Urbano de Tondela e organizado pela Comissão de Proteção de de Crianças e Jovens de Tondela. Animação a cargo dum grupo de alunos do Agrupamento Ecolas Tondela Cândido Figueiredo.

 

Retirado do Jornal Pingos Online

Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

25 Abril de 2017!. A Geringonça de Abril

25 ABRIL.jpg

(Desenho e pintura em aguarela feito especialmente para comemoração do 25 de Abril de 2017.)

Faz hoje 43 anos que se fez a revolução de Abril. São 43 anos de liberdade, de democracia, de igualdade, de oportunidades iguais, de direitos iguais, de pensar e agir sem medo. Faz 43 anos em que o povo mantém a esperança nos ideais da revolução. Mas será que estes ideais foram concretizados? Há quem diga que sim mas a uma boa parte do povo dirá que não. Ainda são muitos aqueles que sofrem na pele a arrogância de certos senhores, o desemprego, a miséria, a fome, a falta de habitação, justiça desigual, porque não nos esqueçamos que ainda recentemente tinha-mos uma Troika, adepta da austeridade, que nos fustigou com medidas que nos empobreceram e deixaram o país e o povo sem esperança em dias melhores.

O Abril duma sociedade com os sonhos de igualdade, fraternidade, liberdade e justiça para todos foi-se.

Durante este reinado, os ideias de Abril afastaram-se e parecia que não iriam mais voltar, até surgir a geringonça, aliança de partidos anti austeridade, que parece nos querer doar novamente a esperança.

Assim, atualmente, sem troika mas com a geringonça, existe uma réstia de esperança com as promessas do virar da austeridade.

Ao fim de 43 anos de revolução é justo continuar a perguntar o que falhou? Os ideais ou a política?

Claramente na minha opinião foi a política feita pelos nossos políticos apadrinhados por políticos estrangeiros debaixo do manto da Troika.

Como tudo neste país, se foi perdendo e o verdadeiro sentido de Abril também, mas recordo com orgulho o ter assistido a data tão importante (ver a minha 1º lição sobre Abril) e tenho esperança que o verdadeiro significado do 25 de Abril dos sonhos, um dia ainda venha acontecer.

Viva o 25 de Abril!..

Viva a Liberdade!.

Poema de Abril

Imigrante não defendas

O Portugal do passado

Vê bem que dele fugiste

Por tudo te ser negado.

 

Teu Portugal é de hoje

O de ontem nunca foi teu

Não te iludas não defendas

Quem nunca te defendeu.

 

P'las portas que Abril abriu

Podes entrar à vontade.

E sem medo ergueres bem alto

Teu grito de liberdade.

 

Nesse tempo derradeiro

O tempo do Padre António

Ninguém acendia o isqueiro

Com medo desse Demónio.

 

Agora acende à vontade

Sem ter medo nem tonturas

Deu-lhe o braço a liberdade

Já não teme as queimaduras.

 

Poema de Zé Carrapato (Emigrante português)


Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

Olhares a Pincel de Parada de Gonta - Estação CF (7)

(rodar imagem)

 Olhares diferentes sobre Parada de Gonta


Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

Sons do vento 2017

Papoilas 2017.jpg

(Na vinda do trabalho)

Uma papoila,

Crescia, crescia..

Grito vermelho

Num campo qualquer

 

Como ela,

Somos livres,

Somos livres

De crescer.

Sons que chegam para lembrar um tempo que não deve ser esquecido. Ser livre de: crescer,viver, pensar, querer e voar.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

Tempo de grilos 2017

 (rodar imagem)

Hoje fui aos grilos. Vindo do trabalho pelas 18.00h ouvia pela janela do vidro do carro os grilos a cantar (grilar).Pensei para com os meus cotovelos, vai ser hoje que vou apanhar um grilo e vou pô-lo a cantar na minha palma da mão.

É tempo de grilos e está bom tempo, dia bastante solarento, exatamente conforme os grilos gostam. Poêm-se fora da sua lota e fazem aquele ruido que todos conhecem ao bater das asas de gri-gri.É aqui que eles são apanhados.

Chegado a casa fiz uma palheta, conforme os meus tempos de criança, fui para o campo com a mulher e o cão e puz-me à escuta.

Lá estava um à entrada da lota e todo arrebitado a fazer gri-gri, mas mal me aproximei calou-se logo. De mansinho aproximei-me mas ele continuava calado, só que eu tinha-o visto e peguei na palheta que tinha feito, rolando-a entre dois dedos fiz com que ela rolasse dentro da lota para fazer cócegas ao grilo.

Quando ele sentiu as cócegas veio para fora da lota e foi quando o apanhei. O meu cão atirou-se logo a ele mas consegui defendê-lo.

Coloquei-o na palma da mão conforme a foto e comecei a assobiar levemente para o grilo, para ver se ele cantava, ou antes fazia gri-gri. Depois de algumas tentativas ele começou com o seu carateristico gri-gri e eu disse para comigo, este é dos bons.Veio durante todo o caminho até minha casa na palma da mão a cantar. 

Está numa gaiola dentro de casa com o papo cheio, deitei-lhe alface qu eles gostam muito, e a grilar e até parece que gostou da casa.

Parece-me ser o tipo de grilo pedreiro, por causa do seu grilar que parecem ferramentas a bater umas nas outras, são bons cantadores. Os grilos também os há cantadores e aqueles que são pouco cantadores.

As grilas têm três rabos, não cantam e são menos coloridas que os machos grilos.

Ver tudo sobre tipos de grilos:

Grilos e Sons da Natureza!.

Fui aos grilos!. 

Sons da Natureza!

Apanhar grilos. 

Grilos

Tempo dos grilos

Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega em Gostar da Página!.

 

Posts em destaque

post em evidência2.png

post em evidência1.png

A importância da escola neste blog, verifica-se nos posts da semana que passou. Com a diferença de 4 dias em relação um ao outro, passaram no primeiro " Concurso de professores - a mesma confusão" 14.207 pessoas e pelo segundo "Regresso à escola - 3º período" 6.756 pessoas. Foram cerca de 21.000 pessoas que passaram deram atenção a estes 2 posts.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega e faz GOSTO!.

 

Regresso à escola – 3º período 2017

Com o regresso às aulas depois da pausa letiva, os alunos entrarão na reta final do ano letivo, tendo à sua espera nos diversos níveis de ensino as provas de aferição, provas de equivalência e exames nacionais. É uma etapa importante do sistema de ensino que os alunos terão que ultrapassar mostrando as suas competências e para isso terão que trabalhar para cumprir os objetivos com sucesso. Sem trabalho (estudo) nada se consegue e se estamos à de espera que caiam do céu facilidades, vem podemos esperar sentados porque elas nunca chegam.

Para os professores, neste regresso à escola para o 3º período, temos como ordem do dia o Concurso de Professores e Educadores regulado pelo Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março, ainda a decorrer e a pomposa medida do governo da redução de 2 alunos por turma, através despacho normativo n.º 1-B/2017, de 17 de abril e pode ser descarregado se clicarem na imagem abaixo.

 

Analisando o despacho a medida deixa de ser pomposa ao verificarmos que a redução de 2 alunos por turma só se aplica às escolas TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária). Se formos ainda ao fundo da questão verificamos que estas escolas já usufruíam de certas exceções e provavelmente esta seria uma delas.

Poderia ser uma medida pomposa se a medida pedagógica aplicada fosse para todas as escolas.

A montanha pariu um rato..

Bisbilhotice do dia

 

Campanha dos 1000 (mil) Gostos. Carrega e faz GOSTO!.

 

Visita Pascal 2017

 (carregar para rodar imagens)

Páscoa. Visita Pascal em Parada de Gonta e vosita Pascal em Penafiel. Antes do almoço foi a visita da cruz na casa em Parada de Gonta e depois do almoço foi a visita da cruz em Penafiel. Fotos do dia com a familia  dos dois lugares.


CRISTO 2017

CRISTO 2017.jpg

 (Pintura em acrilico s/tela. Cristo 2017.)

Na senda da Paixão de Cristo, Cristo 2017, feito com tinta acrilica s/ tela, especialmente, para desejar a todos os amigos bloguistas que visitam o blog Arte por um Canudo  um excelente fim de semana e uma Santa Páscoa.

A todos desejo Uma PÁSCOA FELIZ!..

Se és amigo do blog Arte por um Canudo. Carrega e faz GOSTO!.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos.

E Já que estamos na semana da Páscoa..faça o seu donativo e contribua com o seu IRS para a ASSODREC

SSSSSSSSSSSSSSS.jpg

Contribua com 0,5% do IRS para a ASSODREC (Associação Social, Desportiva, Cultural e Recreativa - Parada de Gonta). Atualmente encontra-se a prestar serviços ao domicilio aos mais idosos e continua a ter como objetivo prioritário a construção do Centro de Dia e do Lar.

Pode ver aqui a lista de IPSS e outras que surgem identificadas o ficheiro excel 3482 entidades elegíveis para receber a consignação de IRS em 2017..a quem se pode doar.

 


Concurso de professores – a mesma confusão

 

Com o Aviso n.º 3887-B/2017, deu-se inicio ao Concurso de educadores de infância e de professores dos ensinos básico e secundário para o ano escolar de 2017/2018, nos termos do previsto e regulado pelo Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março.

Pois é, todos os anos é a mesma coisa com a confusão gerada à volta dos concursos de professores. São professores em stress levados à loucura.

A lei que rege os concursos é ambígua e quando se recorre a um sindicato e são muitos a dar dicas, cada um tem a sua opinião, e isto para quem precisa é a loucura total.

Parece que o português redigido nas leis é para fabricar advogados. Sem eles quem é que aguenta dizer que entende o que está redigido na lei. Mesmo os advogados, os sindicatos recorrem a eles, é cada um com o seu entendimento.

Isto de virgula e sem virgula continua a fazer mossa..

Apetece dizer, mude-se a lei e escreva-se em portuganhês. Pode ser que todos entendam!

Ainda ontem, na escola, fui confrontado com as mesmas situações de professores do quadro de zona pedagógica e nas mesmas situações tinham-lhes sido dito pelos sindicatos coisas diferentes.

As que mais levantam dúvidas são as dos professores dos quadros de Zona pedagógica.

Situações como: Sou do QZP e tenho horário na escola, sou obrigada a concorrer?

Resposta: Sim e não.

Uns dizem que sendo do QZP é sempre obrigado a concorrer neste concurso, outros dizem que não, e só mais tarde, se não tiver as 6h ou mais, é que é obrigado na mobilidade interna.

Também tendo lido a lei fico na dúvida. No aviso de abertura diz e cito:

“Parte II

I Concurso Interno.

1- São opositores ao concurso Interno.

  1. c) Os docentes de carreira de quadro de zona pedagógica portadores de qualificação profissional que pretendam a transferência para lugar de quadro de agrupamento de escolas ou escola não agrupada, para outro lugar de quadro de zona pedagógica ou a transição de grupo de recrutamento.”

Aqui diz que pretendam e se é pretendam não é obrigado a concorrer ao concurso. É o que se depreende.

Sendo assim, a questão que se coloca é: Sendo do QZP sou obrigado ou não a concorrer?

Um professor do QA/QE, só concorre se quiser, e um QZP?

Se alguém quiser responder, agradeço.

Bisbilhotada semana

A todos desejo Uma PÁSCOA FELIZ!..

Se és amigo do blog Arte por um Canudo. Carrega e faz GOSTO!.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos.


Legislação, Manuais, Códigos e Nota Informativa 2017/18

 

(Como tenho o dever de informar e por ser muito importante foi retirado do Blog DeArlindo)
Concurso Interno

Aplicação eletrónica disponível entre o dia 12 de abril e as 18:00 horas de 24 de abril de 2017 (hora de Portugal continental) para efetuar candidatura ao Concurso Interno, Concurso Externo/Contratação Inicial/Reserva de Recrutamento e Concurso de Integração Extraordinário, destinados a Educadores de Infância e a Professores dos Ensinos Básico e Secundário, com vista a satisfação das necessidades permanentes dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas (AE/ENA) e dos quadros de zona pedagógica e das necessidades temporárias.

SIGRHE

Aviso de abertura

Nota informativa Concurso Nacional

Nota informativa Permutas

Manual de utilizador QA/QE

Manual de utilizador QZP

Manual de utilizador LSVLD

Decreto-Lei 28/2017

Portaria 129-A/2017

Portaria 129-B/2017

Portaria 129-C/2017

Códigos dos AE/ENA

Concurso Externo/Contratação Inicial/Reserva de Recrutamento e Concurso de Integração Extraordinário

Aplicação eletrónica disponível entre o dia 12 de abril e as 18:00 horas de 24 de abril de 2017 (hora de Portugal continental) para efetuar candidatura ao Concurso Interno, Concurso Externo/Contratação Inicial/Reserva de Recrutamento e Concurso de Integração Extraordinário, destinados a Educadores de Infância e a Professores dos Ensinos Básico e Secundário, com vista a satisfação das necessidades permanentes dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas (AE/ENA) e dos quadros de zona pedagógica e das necessidades temporárias.

SIGRHE

Aviso de abertura

Nota informativa Concurso Nacional

Manual de utilizador Externo

Manual de utilizador LSVLD

Decreto-Lei 28/2017

Portaria 129-A/2017

Portaria 129-B/2017

Portaria 129-C/2017

Códigos dos AE/ENA

Lista de Estabelecimentos Particulares com contrato de associação, para efeitos da 2ª prioridade

Lista de instituições públicas que relevam para efeitos da 2ª prioridade 

 

Com a cortesia do blog do Arlindo

A todos desejo Uma PÁSCOA FELIZ!..

Se és amigo do blog Arte por um Canudo. Carrega e faz GOSTO!.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos.


Paixão de Cristo - Aguarela

PAIXÃO DE CRISTO.jpg

(Pintura em aguarela s/papel cavalinho) 

 

Paixão de Cristo feito em aguarela s/ papel cavalinho, especialmente, para desejar a todos os amigos bloguistas que visitam o blog Arte por um Canudo  umas excelentes férias e uma ótima Páscoa.

A todos desejo Uma PÁSCOA FELIZ!..

Se és amigo do blog Arte por um Canudo. Carrega e faz GOSTO!.

Campanha dos 1000 (mil) Gostos.


Alguns esclarecimentos relevantes para os colegas dos Quadros de Zona Pedagógica

 

 

(Por ser muito importante foi retirado do Professores Lusos)

Para que não restem dúvidas da opcionalidade da ida a concurso interno para os atuais professores de Quadro de Zona Pedagógica e da obrigatoriedade dos mesmo concorrerem na Mobilidade Interna, deixo-vos dois excertos do aviso de abertura (aqui):

 
Nota: negritos e sublinhados de minha autoria.
 
"Parte II
I. Concurso interno
 
1 — São opositores ao concurso interno:
a) Os docentes de carreira de agrupamento de escolas ou de escola não agrupada portadores de qualificação profissional que pretendam a transferência para outro lugar de quadro de agrupamento de escolas ou escola não agrupada, para lugar de quadro de zona pedagógica ou a transição de grupo de recrutamento;
b) Os docentes de carreira sem componente letiva nos termos do n.º 2 do artigo 22.º do Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março, devem ser opositores ao concurso interno;
c) Os docentes de carreira de quadro de zona pedagógica portadores de qualificação profissional que pretendam a transferência para lugar de quadro de agrupamento de escolas ou escola não agrupada, para outro lugar de quadro de zona pedagógica ou a transição de grupo de recrutamento.
 
(...)
 
3 — Docentes do quadro de zona pedagógica:
3.1 — Os docentes de carreira de quadro de zona pedagógica que, não obtiverem colocação no concurso interno em agrupamento de escolas ou escola não agrupada, são obrigados a concorrer à mobilidade interna, ao abrigo da alínea b) do n.º 1 do artigo 28.º do Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março.
3.2 — Os docentes do quadro de zona pedagógica acedem à 3.ª prioridade do concurso de mobilidade interna — mobilidade por interesse do próprio — previsto na alínea d) do n.º 1 do artigo 28.º do Decreto- -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março, se através do concurso interno obtiverem colocação em agrupamento de escola ou escola não agrupada.
3.3 — Os docentes do quadro de agrupamento de escolas ou escola não agrupada deixam de aceder à 3.ª prioridade do concurso de mobilidade interna — mobilidade por interesse do próprio — previsto na alínea d) do n.º 1 do artigo 28.º do Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março, se através do concurso interno obtiverem colocação em quadro de zona pedagógica."

(...)

II. Concurso de Mobilidade Interna 
A — Opositores 
5 — O concurso de mobilidade interna realiza-se para os grupos de recrutamento criados pelo Decreto-Lei n.º 27/2006, de 10 de fevereiro e pelo Decreto-Lei n.º 176/2014, de 12 de dezembro, identificados no anexo I do presente aviso. 
6 — Os docentes de carreira dos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas que venham a ser indicados como não sendo possível a atribuição de, pelo menos, seis horas de componente letiva são, obrigatoriamente, candidatos à mobilidade interna ao abrigo da alínea a) do n.º 1 do artigo 28.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 28/2017, de 15 de março. 
7 — Os docentes de carreira de quadro de agrupamento de escolas ou escola não agrupada do continente e das regiões autónomas da Madeira e dos Açores podem exercer transitoriamente funções docentes noutro agrupamento de escolas ou escola não agrupada do continente, ao abrigo da alínea d) do n.º 1 do artigo 28.º Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 28/2017, de 15 de março. 
8 — Os docentes do quadro de zona pedagógica são, obrigatoriamente, candidatos a mobilidade interna ao abrigo da alínea b) do n.º 1 do artigo 28.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 28/2017, de 15 de março. 
9 — Os docentes referidos nos n.os 6 e 8 do presente capítulo que não se apresentem a concurso de mobilidade interna são sujeitos à aplicação do disposto na alínea b) do n.º 1 do artigo 18.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 28/2017, de 15 de março.
 
Ver aqui: Concursos de professores 2017/2018: Calendário
 
Com a cortesia do Blogue Professores Lusos

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 1/2