Acabaram-se!..

fermilfontes2.jpg
Praia de Milfontes

Acabaram-se as férias mas não se acabaram os incêndios!
Foi uma tristeza e doeu ver o que ardeu durante uma semana durante o percurso que fiz de ida a Milfontes e depois o regresso a Parada de Gonta - Tondela.
Cheguei ao ponto de ter receio ao passar na A1 na zona de Leiria, quando de repente ficou tão escuro e a temperatura ter descido de tal forma que até julguei que era uma tempestade que estava para vir. O que aconteceu foi que a nuvem de fumo era de tal forma espessa que cobriu toda a luz do Sol, chegando a temperatura naquele local a descer abruptamente dos 34º para os 26.5º.
Que mal fizeram as florestas para que esta praga não seja dizimada!..
Quando se diz que os trabalhadores portugueses têm uma má relação com o trabalho e índices de produtividade muito baixos, para isso, lhes vão sendo retirados alguns direitos, verificamos que outros  portugueses queimando florestas, têm índices de produtividade muito elevados  batendo todos os recordes dos anos anteriores ao ponto de se temer que nada restará para o ano que vem.
Estes  são aqueles que nem justiça, nem governo, nem comunicação social é capaz de denunciar e proibindo todas essas regalias e mais valias que uma floresta a arder lhes vai doando.
Continuamos a ser um povo "sue generis" que olha muito para o seu umbigo. Assim, quem nos compreende!..
Apetece dizer a esta  cambada, deixem a floresta e Vão de Férias!..

Cito o El País " Por cada 1.000 hectáreas, hay 7 veces más fuegos en Portugal que en España, 20 veces más que en Francia, 7 veces más que en Italia y 22 más que en Grecia". Porque será?

Para ler:  Ilusões devastadas em Portugal

publicado por Arte por um Canudo 2 às 19:00