Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

A Greve e os Números!.

Escolinha!..2

Dados avançados pelos sindicatos dizem que a adesão à greve dos professores se situou nos 85%. Depois vem os dados do Ministério da Educação a dizerem que a greve se situou nos 32%. E eu que é que acho? Pois bem!..acho que devem regressar aos bancos da escola para aprenderem a fazer continhas. Não seria muito difícil saber a verdade mas parece que alguém aqui gosta de estar a brincar aos números. Só que os números estão errados porque não sabem fazer continhas. Cada vez ficamos mais desacreditados e alguém quer que isso aconteça para poder reinar sem contestação.

Vamos às conclusões: Se os sindicatos dizem que a greve se situou nos 85% e fazendo uma ronda pelo país viu-se que realmente havia muitos e muitos alunos sem aulas e muitíssimas escolas fechadas. Viu-se pais a protestarem por não terem onde pôr os filhos e viu-se outros que compreendem esta luta e também se  viu muitos alunos contentes por não terem aulas (alguns até disseram, que alívio..desta vez temos mesmo folga e não há substituições).

Por outro lado, se o ME diz que a greve se situou nos 32% e se maioria dos alunos não teve aulas, equivale a dizer que os professores que não fizeram greve são daqueles que não dão aulas e só contam para as estatísticas. Isto quer dizer que 68% dos professores segundo o ME deviam estar a dar aulas e não folga aos alunos. Onde é que eles estão?

Hoje, dia 18 de Outubro, a luta continua...

 

Novos dados: sindicatos dizem 85% e ME 39%. O post continua a ser pertinente.

 

"Arte por um Canudo 2"


28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2