Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

Avaliação..é para se fazer!.

 

Estive hoje, dia 28 de Março de 2008, numa reunião ou como um dos  Senhores Secretários de Estado lhes gosta de chamar, "numa sessão de trabalho", com o Senhor Secretário de Estado da Educação, Valter Lemos e com o Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Jorge Pedreira, na Escola Superior de Tecnologia de Viseu, para debater o panorama educativo que mais não foi do que dar a cara pelas medidas tomadas adocicando-as ligeiramente mas sem mexer uma virgula naquilo que está estipulado.

O processo de avaliação é para se fazer, sem qualquer implementação no terreno para verificação do que pode correr mal ou bem, não havendo por isso possibilidades de correcção. O que importa é que se faça seja de que forma for e a responsabilidade cai nas escolas se não o fizerem no prazo estipulado pelo ME. Até já foram divulgadas as ponderações para cada item (Insuficiente - 3, regular - 6, Bom - 7, Muito Bom - 8 e Excelente - 10). As faltas que não têm influência na   avaliação saírão brevemente.

Os contratados e aqueles que perfaçam o módulo para progressão terão que fazer a sua avaliação ainda este ano, preenchendo uma ficha de autoavaliação e alguns parâmetros que serão observados pelo PCE. Quer isto dizer que os instrumentos de registo e medida tem que estar concluídos para estes poderem ser avaliados.

Diz o Sr. Secretário de Estado que são pouquíssimos os professores a serem avaliados, por volta dos 7 mil  e até algumas escolas não têm ninguém nestas condições. Acho que é um suporte muito fraco do Sr. Secretário de Estado ao dizer que são pouquíssimos docentes a avaliar  para justificar ainda este ano as avaliações, porque quem os tem vai ter que fazer os procedimentos para avaliação não sendo justo nem para quem avalia nem para quem é avaliado.

Mas novidades vem no novo diploma de gestão escolar e todo o processo de constituição vai ter que ser feito até Maio de 2009, mesmo em cima das avaliações dos docentes e dos alunos. Não se prevê que seja um processo simples a constituição do Conselho Geral Provisório (21 elementos) que tem que estar concluído de forma que possa elaborar o Regulamento Interno, para que em Maio de 2009, possa dar posse ao Conselho Geral e eleger o Director. Se não o fizer a tempo este Conselho Geral Provisório poderá também ter que eleger o Director da Escola ou Agrupamento, mesmo que a sua representação se desfaça posteriormente.

Todos os Conselhos Executivos cessam funções em Maio de 2009, para poderem disputar e eleger a nova direcção de escolas.


7 comentários

Comentar post