Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Cretinices governativas..

Depois de uma semana de loucura legislativa nas escolas, o mais comum é chamar-lhe diarreia legislativa que este governo inunda as mesmas, imitando e até superando um outro governo de má memória para os professores e a maioria dos portugueses.

Esta loucura legislativa tem uma só intenção que é a racionalização dos recursos em que os professores são os principais visados. Esta intenção de mandar para o desemprego milhares e milhares de professores com as novas medidas tomadas é também deixar um aviso aos outros para que se calem, comam o que lhes dão e cuidado não façam muitas ondas.

O que aconteceu com Sócrates e está acontecer com Relvas vem confirmar esta atitude de desagrado para com os professores. A ferocidade com que os últimos governos tomam medidas contra as instituições de ensino e nomeadamente contra os professores deve ter algo muito mais profundo…

Temos uns governantes que não acertam nas decisões que tomam e a forma e a ligeireza com que justificam os seus fracassos ainda mais revoltam aqueles que foram lesados.

Os factos de incompetência multiplicam-se: ficam muito admirados por as receitas fiscais serem menores quando tomam medidas que fecham empresas e mandam para o desemprego milhares de famílias;

ficam muito admirados pela taxa de natalidade atingir os mínimos históricos de que há registo, quando mandam os jovens em idade de procriar arranjar emprego no estrangeiro. Trabalhar lá fora e ter os filhos cá dentro, era o que estes governantes pensavam, mas enganaram-se. Se esperam que os mais idosos equilibrem o decréscimo da natalidade, desenganem-se também;

ficam muito admirados por não surtirem efeito as medidas gravosas contra os rendimentos dos portugueses, cortes nos subsídios que até foram além da troika, mas o défice aumenta e a meta de redução já não se cumpre.

Tudo que decidem só piora o que já está. Ao que parece somos governados por chico-espertos.

Se houvesse justiça e fossem julgados os que governam com dano e muito mal fazem ao país, haveria muito menos disputa pela política e pelo poder.

Fazem lembrar a história do burro que comia tão pouco, tão pouco e cada vez o dono a cada dia que passava lhe dava menos comida, até que lhe deixou de dar e o burro morreu, exclamando o dono muito admirado, que azar, agora que ele já estava habituado a não comer e só dava lucro é que morreu?

Com a incapacidade revelada pelos nossos governantes nas contas que fazem e nas decisões que tomam até apetece perguntar, em que escolas/universidades estudaram eles?


Visita a Parada de Gonta e os X-Brotherz

 

Um grupo de técnicos relacionados com o desporto fizeram uma visita a Parada de Gonta e foram recebidos pelo anfitrião de Parada de Gonta e Presidente da Associação Desportiva ADRC) de Parada de Gonta, Sr. Luis Sá.

Foi oferecido pelo Sr. Luis Sá um jantar convivio onde se pode saborear o néctar da terra, o melhor vinho da zona do dão. Depois fez-se a visita às instalações da ADRC e assistiu-se à apresentação duma banda de Parada de Gonta X-BROTHERZ que fez o seu concerto no estádio.


Dec.Lei n.139/2012, de 5 junho-Organização e Gestão dos Curriculos

 

Carregar na imagem

Vertido em lei e transformado em Dec.Lei o famoso despacho 139-A/2012 da Revisão da Estrutura Curricular. O que é mau continua mau. Tudo na mesma...

Algumas exceções:

No 1º e 2º ciclos as aulas podem-se prolongar por mais tempo a alunos com dificuldades. (artº 25 - efeitos da avaliação - ponto 5.);

No 1º Ciclo a Matemática e Lingua Portuguesa no 4º ano, a  avaliação passa a ser quantitativa de 1 a 5. (artº26 - avaliação sumativa - ponto 2.);

No ano letivo 2012/2013 excecionalmente continua a disciplina TIC com 90 min. (artº 35º - disposição transitória - ponto 1.).

 


Indicação da componente letiva - Esclarecimento aos Diretores

 

Enviado por e-mail às escolas. 

Exmo. (a) Senhor(a) Director(a),

No âmbito do preenchimento da aplicação informática da Indicação da Componente Lectiva, seguem alguns esclarecimentos adicionais que visam complementar a Nota Informativa já divulgada:

QA/QE - Está em mobilidade numa escola que não a de provimento – Se a escola de provimento não tiver componente letiva para lhe atribuir (mínimo 6 horas) deve indicá-lo na ICL

QZP - Está em mobilidade numa escola que não a última de colocação – A estes docentes não pode ser atribuída componente lectiva. Tem de vir a DACL.  A última escola de colocação deve indicá-lo obrigatoriamente na ICL.

QA/QE - Órgãos de Gestão (docentes que deixem de pertencer à Direcção Executiva ou que pretendam passar a exercer as funções de Assessor, e em que a escola não seja a de provimento) – Regressa à escola de provimento. Se a escola de provimento não tiver componente letiva para lhe atribuir (mínimo 6 horas) deve indicá-lo na ICL.

QZP - Órgãos de Gestão (docentes que deixem de pertencer à Direcção Executiva ou que pretendam passar a exercer as funções de Assessor, e em que a escola não seja a última escola de colocação/afectação) – A estes docentes não pode ser atribuída componente lectiva. Tem de vir a DACL.  A última escola de colocação deve indicá-lo obrigatoriamente na ICL.

QZP - Órgãos de Gestão (docentes que deixem de pertencer à Direcção Executiva ou que pretendam passar a exercer as funções de Assessor, e em que a escola é a última escola de colocação/afectação – A estes docentes não pode ser atribuída componente lectiva. Tem de vir a DACL.  A última escola de colocação deve indicá-lo obrigatoriamente na ICL.

QA/QE em situação de DACL - Os docentes em DACL tem de constar na ICL da escola de provimento, caso não exista no mínimo 6 horas de componente letiva para lhe atribuir.

QZP em situação de DACL - Os docentes em DACL tem de constar na ICL da última escola de colocação, caso não se encontrem em situação de plurianualidade. Nesta situação são obrigatoriamente opositores a DACL.

DAR – Caso não tenham componente letiva na escola de DAR, esta deve indicá-lo na ICL. Tem de vir a DACL pela escola de DAR.

Os docentes QA/QE que se encontrem em mobilidade, fora da sua escola de provimento, caso tenham docentes em plurianualidade no seu lugar e não exista no mínimo 6 horas de componente letiva para lhe atribuir, devem ser opositores a DACL.

Os docentes QZP que não mantenham a colocação de plurianualidade (docentes colocados nas necessidades transitórias), são obrigatoriamente opositores a DACL.

Os docentes que acederam ao procedimento de mobilidade por doença devem ser inseridos na ICL como não tendo componente letiva. Caso a mobilidade não seja autorizada pelo SR. SEEAE e se verifique a existência de componente letiva para lhes atribuir, aquando da 2ª disponibilização da ICL, os AE/ENA poderão reverter esta situação. Caso a mobilidade seja autorizada pelo SR. SEEAE, os docentes serão retirados do concurso da Mobilidade Interna.

Com os melhores cumprimentos

O Director Geral da Administração Escolar

 

Obs: Foi dito na posse das CAPs em Aveiro (hoje) que o prazo para indicação da componente letiva na plataforma vai ser prolongado pela semana que vem. Esta indicação seria até sexta-feira (06/07/2012) o que levaria o processo a fazer-se muito em cima do joelho.


Clima de tensão nas escolas – horários zero.

 

Os professores estavam adormecidos e começam a acordar do sonho. O sonho de ser do quadro de escola como sendo uma garantia dum lugar de trabalho, acabou-se. O sonho transforma-se em pesadelo. A realidade é um pesadelo que se abate sobre a classe.

É uma correria de um lado para outro. Perguntas e mais perguntas e respostas vagas. São os próprios colegas de escola a perguntar sobre a sua situação: ficam na escola onde estão ou vão para outro lado? respostas nada.

Como é que vão ser colocados os professores, quem vai dizer se tem componente letiva,  é o agrupamento sede da agregação? Resposta ténue, em princípio é a sede da agregação e haverá uma lista de graduação e as colocações/indicação da componente letiva serão através dessa lista.

Toca o telefone e a pergunta é a mesma, existe vaga para mim? Porquê responde o questionado (já sabendo a resposta), não tens vaga na escola onde estás? Não, por isso regresso à escola de origem. Pois aqui também não. Então o que me acontece? Em princípio vais ser colocada na plataforma sem componente lectiva para depois concorreres. E depois? Se fores colocada muito bem, senão não fores também não se sabe a resposta, mas em princípio ficas na escola à espera de colocação na chamada Bolsa de colocação.

Mas, se todos os agrupamentos têm professores de sobra devido às novas medidas que o governo tomou, como é que vai ser? Nunca chego a apanhar vaga!. Mais uma vez não se sabe a resposta.

Este é o dilema de milhares de professores que não têm a sua situação definida nem sabem o que lhes vai acontecer. É o stress a atacar.

A coisa está mesmo séria e no grupo de EVT então atinge o cúmulo. Uma professora de EVT com 36 anos de serviço e 58 anos de idade na escola/agrupamento que se agregou foi-lhe comunicado que não vai ter componente lectiva. Até na velhice as preocupações não largam os professores e ainda se arranjam mais umas rugas e uns cabelitos brancos.

A realidade começa a tomar conta dos professores e vai ser o caos.


Indicação da componente letiva 2012/2013

Carregar para ver o documento


A pressa não é boa conselheira e a ânsia de mostrar trabalho neste contexto idem. São documentos ou diplomas uns atrás dos outros. O que vai acontecer com tanta pressa vão ser os professores a pagar. Nem se conhecem os procedimentos das fusões e muito menos as suas necessidades e mandam que cada escola faça esta indicação na plataforma dos professores sem componente letiva. Embora se diga que a plataforma pode ser corrigida e um professor que não tenha componente letiva (hoje) pode vir a ter amanhã e ser retirado da plataforma, já o contrário não.

A indicação minima para se dizer que um professor tem componente letiva é de 6 horas, mas cuidado que os horários têm de ser preenchidos na totalidade das horas que o professor dá. Exemplo: se houver 12 horas duma disciplina não dá 2 horários de 6+6, mas sim 1. O diretor é obrigado a informar os professores que não tem componente letiva no seu agrupamento para poderem concorrer a DACL. Isto vai ser uma confusão e vai criar muito stress...


Publicado o Regime de Autonomia, Administração e Gestão

Foi publicado hoje o Decreto Lei nº 137/2012, de 2 de julho, que procede à segunda alteração do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, que aprova o regime jurídico de autonomia, administração e gestão dos estabelecimentos públicos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário.

Quando foi criado o decreto –lei nº 75/2008, de 22 de Abril, a sua contestação foi enorme pelos poderes dados ao director, não chegando este decreto-lei sequer a acabar a sua vigência que era por um período de 4 anos.

Os departamentos curriculares e outros órgãos criados pelo Decreto-lei 75/2008 podem e devem agora ser modificados de acordo com o novo diploma.

Embora pouco mude é uma nova aragem, já que o decreto – lei nº 75/2008 era muito polémico e contestado e esperemos que não aconteça por comodismo, que estes órgãos vão continuar a existir tal como foram criados.

Seria uma machadada no bom senso daqueles que sempre contestaram e transversalmente em toda a classe docente.


ESPANHA - Campeã do Euro 2012

 

 

 

 

ESPANHA 4 - ITÁLIA 0

A Espanha venceu a Itália  por 4 bolas a 0 numa final arbitrada por uma equipa de arbitragem portuguesa liderada por Pedro Proença. Num jogo em que a equipa da Espanha foi superior ao seu adversário esmagando-o como revelam os números no resultado.

Neste Euro a equipa de Portugal chegou às meias-finais e foi batida nos penaltis, após o empate ao fim do tempo regulamentar e ao fim do prolongamento, pela equipa que veria a sagrar-se campeã da Europa.

Realce também para a equipa de Pedro Proença que apitou a final e foi consagrada como uma das melhores da Europa.

 


Logo (1).jpg

 

Pág. 2/2