Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Bisbilhotar a arte é um ato educativo! Bisbilhotar a educação é um ato criativo! Bisbilhotar o que sinto é uma trapalhada! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!..email: ag_silva@hotmail.com

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Bisbilhotar a arte é um ato educativo! Bisbilhotar a educação é um ato criativo! Bisbilhotar o que sinto é uma trapalhada! Arte sem Arte é uma nova forma de Arte!..email: ag_silva@hotmail.com

Dia do caraças!

Nem parece véspera dum feriado e dum fim de semana em grande. Todos se queixam e se não é do vizinho é das calças do vizinho. Queixam-se de tudo e de todos, acusam que o outro não faz o que devia fazer, mesmo que esteja a fazer corretamente. As pessoas andam irritadas e mal-humoradas. Não se compreendem e julgam o vizinho, que pode ser o seu camarada de trabalho, sempre da pior forma.

Ouve-se dizer: Eu faço e ele não faz, vou também fazer como ele e ai de quem me diga alguma coisa!

Assim, hoje o dia na escola começa sem internet, depois de uma longa ausência por causa do incêndio, foi reposta há uns quinze dias, só que vem um dia e logo se vai no outro e juntando a isto as comunicações telefónicas que ainda não foram repostas desde o grande incêndio, formam um caldinho explosivo, que tudo se torna mais irritável. Será que a falta das novas tecnologias (internet) põem as pessoas irritadiças? Presumo que também ajudam neste ambiente nada positivo que se passa na escola.

Os professores queixam-se do isolamento a que a escola está votada, uma turma por ano, leva a que muitas vezes esteja só um ou dois professores na sala de professores, cada um preocupado com o seu mata bicho ou o seu cafezinho, porque não existe bar (foi-se com a troika), sem qualquer diálogo sobre os alunos porque os niveis não coincidem e ainda por cima sem internet, quando atualmente é pedido em todos os programas disciplinares aulas online, leva os professores a ficarem zangados e a dizerem mal do governo, da direção e de quem os rodeia! Depois dizem, esta escola devia fechar, não existem condições adequadas para dar aulas, se fosse em Lisboa isto não acontecia. São tantas as queixas que irritam qualquer um e fazem com que este dia seja “ um dia do caraças”.

Os alunos perguntam também pela internet, lá se tem que dizer que mais uma vez não há e a culpa não é da escola mas de quem está do outro lado. Ficam irritados, alguns por causa das matérias online mas a maioria é das brincadeiras online, então toca a fazer distúrbios e a provocar que a escola e a direção é que têm culpa.

Quanto aos assistentes operacionais, estes não se queixam da internet mas sim que são poucos para acudir a todos os fogos, ou seja, atender a todos os serviços. Mesmo assim, estão sempre culpar-se uns aos outros e nada está bem para eles. O do posto ao lado nunca faz bem o trabalho. É difícil compreender como é possível que numa comunidade tão pequena, exista tanta falta de diálogo, que até coloca em causa alguns serviços. As queixas "de uns contra os outros" são mais que muitas.

Por isso repito, são tantas as queixas que irritam qualquer um e fazem com que este dia seja considerado “um dia do caraças”.

 

Bisbilhotices


Projeto de pintura em acrilico - Entrada de Parada de Gonta

Estrada.jpg

Pintura da Entrada Principal de Parada de Gonta em acrílico s/ tela. É a segunda fase da pintura depois das áreas maiores e das cores claras vem os pormenores.

Esta pintura começou no dia 20 de novembro e todos os dias depois do trabalho da escola é realizado mais um pouco até à sua conclusão que se prevê para o Natal.

Também faz parte do compromisso da votação online aos que seguem os arte por um canudo e especificamente aos paradenses da pintura escolhida, a que teve mais votos, entre os vários locais de Parada de Gonta.

É uma pintura com médias dimensões 100 por 80


Prova de Corta - Mato do AETCF - nov.2017/18

CORTA MATO.jpg

Realizou-se no passado dia 22 de novembro de 2017, na Escola Secundária de Molelos, a prova de corta - mato do Agrupamento de Escolas Cândido Figueiredo, acolhendo este todos os alunos do agrupamento do 3º ao 12º ano de escolaridade. O mesmo contou com a participação de 591 alunos repartidos pelos vários escalões conforme a idade.

Foi uma manhã diferente para os alunos de todo o agrupamento à exeção do pré-escolar e 1º e 2º anos do 1º CEB.

A participação pautou-se por níveis de civismo, Fair Play e são convívio.

Os aspetos competitivos não foram descurados e com empenho, dedicação e muito esforço lá se conseguiram os lugares de pódio.

Parabéns aos vencedores e a todos que participaram neste evento.

Parabéns ao grupo de Ed. Fisica pelo excelente organização do evento.

Ver Classificação (carregar lo Link: Folha de cálculo Excel Classificação Corta Mato 2017.xlsx

 

Ver os 3 primeiros classificados de cada escalão.

(Rodar imagem)

Parceria com Jornal Online Pingos Online


Missão Ambiente (concursos) - 2017/2018

 

Super med.jpg

Email enviado aos professores do 1º CEB

Prezados colegas;

O Agrupamento (aetcf) inscreveu-se na Missão Ambiente com o objetivo de alertar e sensibilizar, sobretudo os alunos de 1º ciclo, para a necessidade de preservação da natureza. Uma forma de o fazermos é levarmos periodicamente os resíduos de medicamentos às Farmácias onde existe um contentor da VALORMED porque há uma entidade, a VALORMED, que faz o seu tratamento.
 
O concurso começa hoje e vai até 6 de abril de 2018. Os alunos e as famílias só tem que levar os medicamentos fora de uso a uma das farmácias aderentes.
A maioria das farmácias de Tondela aderiu. Verificar no link: Em www.missaoambiente.pt, no menu Participantes, poderá consultar a lista de Farmácias atribuídas ao seu Agrupamento.
 
Haverá folhetos informativos e outro material que depois será disponibilizado para os professores e alunos. Este concurso fará parte das atividades do projeto PES do nosso agrupamento.
 
Agradecíamos que fossem sensibilizando os alunos, para que junto das suas famílias, façam a entrega dos medicamentos fora de uso nas farmácias.
 
Cumprimentos

Pela Direção do AETCF

Agostinho Silva

 

OS SUPER-MED ESTÃO PRONTOS PARA A MISSÃO AMBIENTE?

A partir de hoje e até 6 de abril de 2018 contamos com os super-poderes do seu Agrupamento. Espera-se que a comunidade envolvente, em idade adulta, dos alunos pertencentes ao seu Agrupamento, entregue os resíduos de medicamentos que recolherem em casa nas Farmácias que lhe foram atribuídas.
Os 6 Agrupamentos que entregarem a maior quantidade, em quilogramas, serão premiados. O primeiro prémio corresponde a 7.500€ em cartão Oferta FNAC.

Como proceder?

1 - Os responsáveis do projeto de cada Agrupamento devem alertar e sensibilizar, sobretudo os alunos de 1º ciclo, para a necessidade de preservação da natureza. Uma forma de o fazermos é levarmos periodicamente os resíduos de medicamentos às Farmácias onde existe um contentor da VALORMED porque há uma entidade, a VALORMED, que faz o seu tratamento.

Mas, atenção, deve ser feito um alerta importante: apenas os adultos podem fazer as entregas nas Farmácias, uma vez que as crianças se devem manter afastadas dos medicamentos.

2 - Os pais, familiares e comunidade envolvente adulta dos alunos devem fazer as entregas dos resíduos nas Farmácias atribuídas ao Agrupamento. Não é preciso indicar o nome do Agrupamento, porque todas as entregas feitas nas Farmácias atribuídas serão contabilizadas a favor do seu Agrupamento.

3 - Periodicamente vamos comunicar-lhe, através de email, o peso total entregue nas Farmácias a favor do seu Agrupamento e a posição provisória na competição. Prevemos enviar os primeiros resultados na segunda semana de dezembro e, a partir daí, com uma periodicidade quinzenal.

Em www.missaoambiente.pt, no menu Participantes, poderá consultar a lista de Farmácias atribuídas ao seu Agrupamento. Nesta atribuição, tivemos em consideração a indicação de Farmácias feitas no momento de inscrição e a localização ou proximidade geográfica, sendo que consideramos o número de ordem da inscrição dos Agrupamentos na aplicação dos critérios mencionados. Por estas razões, podem ter-lhe sido atribuídas Farmácias afastadas e até localizadas noutros distritos, mas, no entanto, elas vão recolher a vosso favor os resíduos de medicamentos que aí forem entregues e, assim, ajudar e contribuir para que possa ser um dos vencedores desta ação.

Para o ajudar nesta missão, vai receber um kit com materiais informativos numa Pen-USB. Pode também encontrar esses materiais no site da Missão Ambiente, no menu Materiais.

Chamamos a atenção para uma leitura atenta e divulgação das regras que constam do regulamento do concurso, presente em www.missaoambiente.pt.

Contamos consigo para dinamizar esta ação junto do seu Agrupamento e contamos com todos para proteger o ambiente!

Desejamos uma boa participação!

Com os melhores cumprimentos,
Super-Equipa da Missão Ambiente


Lição 15 e 16 de Ed. Visual

 
Como a aula 13 e 14 foi dia de greve avançou-se para a seguinte com o respetivo sumário:

Continuação da aula anterior com a reprodução da imagem para o Livro do artista.

Desenho e pintura com vários meios de expressão (lápis de grafite, lápis de cor, Lápis de cera, guache e marcadores).

Ficam aqui os registos da experimentação da atividade materiais riscadores e pictóricos:

(rodar imagem)


TVs - Parvoíce compulsiva

 

A propósito da greve dos professores e das suas lutas pelo descongelamento do tempo de serviço para progressão na carreira ouve-se cada uma nas TVs (na RTP1) que a julgar pela certeza que têm devem pensar que somos parvos.

Quando é anunciado na televisão que um professor chega ao topo da carreira facilmente em 34 anos e que a sua progressão é baseada só no tempo de serviço, estão a dizer mentiras e a prestar um mau serviço de informação à população! Diga-se antes, estão a criar forma de hostilizarem os professores nesta luta da contagem de todo o tempo de serviço para a progressão.

Quando a TV e muita da comunicação social diz que os professores têm um regime favorável de progressão na carreira baseado só no tempo de serviço e chegam ao topo em 34 anos, enquanto o resto da função pública é por mérito e chegam ao topo ao longo dos 120 anos, novamente a dizerem asneiras ofensivas e com a intenção de criarem na opinião pública uma imagem de facilitismo para hostilizarem os professores nesta luta.

Quanto aos 34 anos para chegar ao topo mentira grossa, porque já tenho 38 anos e ainda não estou no topo. Pelas atuais condições só se chegaria lá com 45 anos de carreira. E mais, quando dizem que não existe mérito mas só a contagem do tempo de serviço mais uma vez a dizerem asneiras e da grossa. Todos os anos os professores fazem um relatório com o seu desempenho e com a formação atualizada. Esta formação corresponde ao mínimo de 25 horas anuais com aprovação e os respetivos créditos, mas a média de formação até porque as ações assim o obrigam é de 50 horas com apresentação de um trabalho para aprovação. Mais ainda, esta formação é feita fora das horas de trabalho, normalmente ao sábado e se dividirmos 50h por 4 (uma manhã de sábado das 9.00h às 13.00h como é habitual), temos os professores, talvez os únicos no mundo do trabalho, com ocupação de 13 semanas, ou seja, cerca de um terço do ano os professores não têm um fim-de-semana decente.

Também será que não sabem e cito art.º 37º do Estatuto da Carreira Docente:

"- A progressão na carreira docente consiste na alteração do índice remuneratório através da mudança de escalão e depende da verificação cumulativa dos seguintes requisitos:

- Permanência de um período mínimo de serviço docente efetivo no escalão imediatamente anterior; - Atribuição, na última avaliação do desempenho, de menção qualitativa não inferior a Bom: - Frequência, com aproveitamento, de formação contínua ou de cursos de formação especializada, durante, pelo menos, metade do ciclo avaliativo, correspondam, num total não inferior a: . vinte e cinco horas (25), no 5.º escalão da carreira docente; . cinquenta horas (50), nos restantes escalões da carreira docente.

A progressão aos 3.º, 5.º e 7.º escalões depende, ainda, dos seguintes requisitos:

Observação de aulas no caso da progressão ao 3.º e 5.º escalão.

Obtenção de vaga, no caso da progressão ao 5.º e 7.º escalão."

Sabem o que quer dizer (Srs Jornalistas/Jornaleiros) obetenção de vaga? Sabem quantos professores com trinta e tantos anos de serviço e ainda continuam à procura de vaga para entrar no 5º escalão? Aqui não é só mérito e tempo de serviço, também precisa de ter sorte.

Depois fazem comparações entre topos de carreira com 34 e 120 anos, que grande asneirada, tanto os empregadores como os empregados e os sindicatos devem estar doidos para fazerem acordos destes com 120 anos de carreira. Quanto será a esperança de vida destes funcionários? Ena que assim até eu gostaria de ter uma carreira sabendo que poderia viver 150 anos. Só os dinossauros.

Julgam que somos parvos ou estão a chamar-nos burros, sem ofensa ao animal, que até é simpático e trabalhador. Estas TVs (eu vi a RTP1) só desinformam e deviam levar uma ripeirada.

Bisbilhotices


O meu S.Martinho de Penafiel

3.jpg

O S. Martinho de Penafiel tem como "antiga" tradição a venda das albardas, ferraduras e palas para colocar nos burros e ainda tudo relacionado com a agricultura. Atualmente continua a ser uma feira sobre a agricultura mas que se vende de tudo um pouco como qualquer feira desde o vestuário ao calçado e conta com um parque com muita diversão tanto para adultos como para crianças.

Como é S.Martinho o ponto alto é também castanhas e vinho.

Por ter muita gente não consegui e bem o tentei ir até ao largo da ajuda para provar o vinho á caneca. Muita gente e uma fila enorme fez com que eu desistisse desta prova de vinhos assim como muitas pessoas que foram desistindo.

(rodar imagem)


WEB Summit – Tecnologias do Futuro?

arte por um canudo.png

 

Acaba hoje, dia 9 de novembro, o maior encontro de pessoas reunidas, 60 mil, debaixo do teto das tecnologias. Lisboa por esta altura é conhecida como sendo a cidade que organiza a maior feira de tecnologias do mundo.

Nesta feira de tecnologias para uns e o maior encontro de pessoas para outros, imagine-se a noite lisboeta com milhões de pessoas em rede, estão envolvidos negócios de milhões e procuram-se outros de muitos mais.

Do lado de fora, como eu a fazer esta bisbilhotice, o que se sabe é pelas TVs e nestes três dias foram apresentados projetos que só têm a ver com a realidade virtual, ou seja, tudo á base da virtualidade, como os robots parecidos com alguns dos cientistas a dar as boas vindas, como as aplicações que melhoram a burocracia e que, como se pensa, como o carro do futuro que saberá o que o condutor quer e a melhor forma de chegar ao seu destino.

Tudo bem, as tecnologias melhoram e de que forma a qualidade de vida da humanidade mas tudo a um nível virtual porque a nível da estado fisico/dor deixam muito a desejar.

Que fazem as tecnologias para acabar com a dor? Se as tecnologias estão tão avançadas porque não se encaminham no sentido de acabar com o cancro?

Num mundo em constante mudança mas cada vez mais com situações extremas a nível de ambiente, porque não se encaminham as tecnologias no sentido da prevenção dos furacões, tempestades, sismos e outros, que tanto sofrimento têm infligido à humanidade?

E no meio de tanta tecnologia será que é muito difícil provocar chuva (nem que seja artificial) para evitar as secas? Será que é também muito difícil transformar a água salgada em água doce?

Tanta tecnologia mas será que é só para substituir o homem nos seus empregos tradicionais?. Será?

 

Bisbilhotices


Lição 11 e 12 de Ed. Visual

Planalto Beirão 1.jpg

Depois da criação da ilustração/imagem de acordo com o tema proposto “Recolha Seletiva de Resíduos (ecopontos) e Reciclagem” , fez -se a reprodução da imagem com papel vegetal em folha A5.

Aqui estão os trabalhos com pintura a aguarela, marcadores, lápis de grafite e lápis de cor. Falta a guache e tinta da china para completar o manuseamento com os vários materiais. Depois será feito o Livro do artista.

O trabalho em folha A4 é que vai para concurso do Planalto Beirão.


85º Convívio do Grupo do Tacho - Karaokes

GT 85.jpg

 

O 85º Convívio do grupo do tacho realizou-se ontem, dia 4 de novembro de 2017, na casa do Paulo Matos, com duas dezenas e meia de convivas à volta duma enorme panela de arroz de cabidela de gallinha.

A ajudar na degustação da cabidela de galinha um vinho da casa muito bom que fez as delicias dos convivas. Desta vez cada um dos convivas mostrou os seus dotes musicais.

Já é sabido que Parada de Gonta é terra de poetas, referência em alguns jornais, agora de tanto talento escondido é que não se sabia! Fica aqui uma amostra enquanto durou a bateria..

Foi uma noite de convívio que jamais será esquecida