Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

Avaliação a auto avaliação dos A.O.

Esta tarefa é mesmo de deixar os nervos à flor da pele. Deve haver muita gente por aí que gosta de avaliar, mas só se for pelo poder que lhes dá porque quem tem um mínimo de bom senso verifica que a avaliação, dos Assistentes Opercionais,  além de ser injusta cria aborrecimentos, tanto ao avaliado como ao avaliador,  segundo os parâmetros que são impostos na grelha de observação. Objetivos e Competências.

Se a avaliação fosse como medir quantos litros ou quantos kilos ou ainda quantos tijolos foram manuseados no dia, isto sim seria fácil e objetivo. Seria fácil, objetivo e não criava injustiças.

Avaliar é medir, é julgar, é ter algo com que possa comparar, mas como se pode comparar o feitio das pessoas, a vontade das pessoas, a predisposição das pessoas. Como?

Pode-se dizer que se avalia o que elas fazem no seu dia-a-dia! Claro que se pode, mas e distingui-las quando elas todas cumprem! Um Assistente Operacional tem o seu local de trabalho e cumpre todas as tarefas que esse posto requer. Todos eles cumprem, ou quase todos, porque se não cumprem alguém tem de fazer o que esse não fez e assim é denunciado e correrá de boca em boca. Para estes ( os que nada fazem) seria fácil também a avaliação, seriam corridos com desempenho inadequado e alertados para que quando fosse o próximo ciclo de avaliação e se mantivesse o desempenho inadequado  seriam convidados a mudar de profissão.

Agora avaliar todos que cumprem e quando as cotas para um desempenho excelente são mínimas, alguém tem que ficar aborrecido! Será sempre uma injustiça para alguém! Como atenuar! Não sei! Não parece haver antidoto.

É este o dilema de ser avaliador! Ter aborrecimentos à perna sem os ter provocado.

Bisbilhotices


Ambiente e Sustentabilidade - Casmurrice de Trump

Ambiente e Sustentabilidade 2.jpgO Presidente dos EUA, Donald Trump, continua a insistir que não existe aquecimento global devido à poluição, apesar das catástrofes que têm surgido por todo o planeta. Temperaturas elevadas com elevado impato nos grandes incêndios e secas e nas grandes massas de água dando origem aos tsunamis e cheias por todo o mundo.

Enquanto os povos esperam que a casmurrice de Trump passe e ele mude de ideias,  vai-se assistindo por todo o mundo a estes fenómenos que destroem vidas humanas e toda a espécie de habitantes no planeta terra. Se nada se fizer para reverter a situação as consequências vão ser dramáticas.

O homem tem de se consciensalizar que tem de mudar os seus hábitos de consumo sobre os fósseis e virar-se para as energias alternativas. Muita coisa tem que mudar para se evitar que cada vez mais o planeta se polua dando origem a estes fenómenos extremos.

Só Trump parece não se aperceber disso!

26º Cartoon com o tema mais debatido da semana.

Humor do ArteporumCanudo

 


15º Aniversário do Arte por um Canudo

15º aniversário.jpg

Para todos os amigos um bem-haja.

Há 15 anos foi assim o 1º post:

Educação Visual e Tecnológica

Aqui vão ficar comentários sobre as actividades da disciplina.

Composições Geométricas

sssssss.jpg

De lá para cá muita coisa mudou..

A ideia de divulgar os trabalhos dos alunos foi a razão principal do aparecimento do blogue Arte por um Canudo. Na altura não havia o facebook, o twitter, o instagran e outras redes sociais como existe atualmente e o aparecimento dos blogues, há mais ou menos 15 anos, foi uma lufada de ar fresco para aqueles que queriam dar a sua opinião na sociedade e como alguém afirmou e cito " dar voz a quem não a tem".

Ao longo destes anos o blogue teve e ainda tem um papel interventivo e participativo na área da educação nomeadamente na transmissão de saberes e aprendizagens para alunos e professores na área das artes e tecnologias das quais o autor do blogue é docente. Foi criada uma Página de EVT (http://evtagostinho.no.sapo.pt/) (infelizmente desativada do sapo) também de apoio a alunos e professores em parceria com o blogue Arte por um Canudo.

Nesta área da educação teve ainda um papel informativo e interventivo nos tempos em que a educação tinha um papel secundário nas prioridades dos governos. Deixou as suas opiniões e demarcou-se muitas vezes das correntes seguidistas e conservadoras aparecendo nas lutas a que a educação esteve sujeita. (escola)

Este blogue foi também voz ativa e interventiva na terra onde reside o seu autor, Parada de Gonta, ( olhares de parada de gonta) e durante anos alimentou vários debates sendo referência dos emigrantes paradenses registando as suas opiniões.

Pelo tempo fora o blogue foi dando espaço a quem queria ter voz e particularmente o que sentia o seu autor registando através do seu olhar o que lhe vai na alma. Assim foram-se desenvolvendo várias tags, abarcando temas como a política, família, evt, et, escola, brincadeiras artísticas, pinturas, desenhos, etc..e atualmente a tag bisbilhotices e cartoons que falam e desenham de tudo um pouco com certa ironia.

Foi pela facilidade com se divulgava uma ideia, um trabalho ou uma opinião que o mentor/criador do arte por um canudo também criou para a escola onde trabalhava, EB 2,3 Prof. Mota Pinto-Lajeosa do Dão, um blogue para dar voz aos alunos e aos professores, “Jornal Online As Nossas vozes”, que foi objeto de estudo numa apresentação/tese de um trabalho pós-graduação, “O BLOGUE - Jornal Escolar na Motivação dos Alunos”, talvez o primeiro trabalho/estudo em Portugal sobre blogs.

Pena é que este jornal online também tenha acabado por motivos de fusão da escola da qual era promotor, num agrupamento de escolas o que originou um novo blogue, ou seja, um novo Jornal Online "PINGOS ONLINE" que abarca as noticias de todo o agrupamento e do qual o autor do arte por um canudo é também o seu criador.

Ao longo dos 15 anos, os posts que mais alimentaram o blog arte por um canudo foram os relacionados com o Educação/Escola e com a localidade de Parada de Gonta, e o seu público maioritário o dos professores e o dos paradenses emigrantes.

Atualmente, o público maioritário continua a ser o dos professores, principalmente os das disciplinas de ET e EV, antes EVT, e os posts mais vistos são as tags da disciplina de Educação Tecnológica - 2º ciclo e Educação Visual - 2º Ciclo.

De salientar que este blog participou num concurso promovido pelo site Aventar nos anos de 2011, ficou em 3º lugar e no ano de 2012 ficou em 2º lugar. Foi espetacular a votação e o apoio que se gerou a este blogue.

É com orgulho que deixo este pequeno depoimento dos 14 anos do blogue..

Carregar no link e fazer GOSTO na página do blog no Facebook.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)


Negociações à vista!

BRUXELAS OU NEGOCIAÇÕES COM PROFESSORES 2.jpg

A luta dos professores pela recuperação dos 9 anos, 4 meses e 2 dias para progressão na carreira (e outros) tem tido muitos avisos com muitas greves e muitas tentativas  de negociação, só que  existe sempre  alguém que recua e o impasse continua..

O ministro da educação, Tiago Brandão, depois de mais uma greve da administração pública disse que voltaria à mesa das negociações de boa fé.

25º Cartoon com o tema mais debatido da semana.

Humor do ArteporumCanudo

 


Lição 27 a 32 - Educação Visual 6º

Lição 27 e 28

Esquadria. Centro da folha.

Ida ao pavilhão apoiar a escola no campeonato de badminton.

Lição 29e 30

Estudo da forma e do espaço.

Representação do volume no espaço (claro/escuro).

Natureza Morta (3 objetos).

Lição 31 e 32

Estudo da forma e do espaço.

Representação do volume no espaço (claro/escuro).

Natureza Morta (3 objetos).

Sensibilização aos Cartoons

Tema “ Ambiente e Sustentabilidade!

Trabalhos de alunos


(Carregar nos lados para rodar imagem)


ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DAS ESCOLAS - 2019

Cartaz OPE 2018.jpg LOGO_COR-02.png

Está formalmente lançado o Orçamento Participativo das Escolas para 2019.

Esta é uma das boas ideias criadas por este Ministério da Educação que leva alunos do 3.º Ciclo e do Ensino Secundário a pensar em projetos exequíveis para a sua escola.

Pelo terceiro ano consecutivo, os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola. Para isso, precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguirem os votos dos colegas! Trata-se de um processo democrático que acontece em cada escola.

Podes apresentar a tua proposta aqui até ao fim do mês de fevereiro ou então entregar na secretaria da tua escola.

No início de março as propostas apresentadas serão avaliadas pelo coordenador do projeto na tua escola, e as que forem validadas ficarão disponíveis aqui.

10 dias antes das eleições será dado início ao debate de ideias. Nesta fase, podem ser organizadas assembleias para apresentar todos os projetos que vão a votos.

Por altura da celebração do Dia do Estudante, os alunos poderão votar e decidir qual a melhor ideia para a sua escola.

O Regulamento deste projeto foi publicado, no Diário da República, em anexo ao Despacho n.º 436-A/2017 e pode também ser consultado aqui, na nova página criada para o Orçamento Participativo das Escolas de 2018.

Podem ser encontrados aqui diversos materiais de apoio e de divulgação ao OPE e aqui as perguntas e respostas sobre este projeto.

Também poderá ver aqui o histórico da edição anterior

 

Ver noticia na Página do (AETCF)

Parceria com o Jornal Online Pingos Online

 


A guerra dos enfermeiros!

bastonária 10.jpg

Depois de muitas greves, muitas reuniões para conciliação e muitas perrices, o governo corta relações com a ordem dos enfermeiros na pessoa de sua bastonária.

Mas a saga continua...

24º Cartoon com o tema mais debatido da semana.

Humor do ArteporumCanudo

 

 


Roteiro Reutilização de Manuais Escolares

mega escolas.jpg

Hoje, dia 5 de fevereiro de 2019, no auditório do Centro de Arte e Espetáculos da Figueira da Foz, realizou-se uma sessão para Diretores de Agrupamentos de Escolas e outros sobre o Roteiro da Reutilização dos Manuais Escolares, tendo como oradores a Secretária de Estado da Educação, Ana Leitão, a Diretora dos Estabelecimentos Escolares, Maria Manuela Faria e a Delegada Regional de Educação do Centro, Cristina Oliveira.

Iniciou-se a sessão com as boas vindas aos presentes e tendo a Drª Alexandra Leitão feito uma pequena introdução à forma como decorreu e está a decorrer a gratuitidade dos manuais escolares do 1º ciclo e 2º ciclo.

- Para o ano de 2019/2020 a gratuitidade dos manuais escolares abrangerá o 3º ciclo e Secundário até ao 12º ano.

- Que existe um manual de apoio à reutilização dos manuais escolares.

- Que as 100 escolas que mais reutilizam vão ter como prémio um selo de mérito e um certo valor em euros.

- Que a verificação das faturas dos livros reutilizados passa a ser no Igefe.

- Todos os manuais reutilizados são registados na plataforma.

- Critérios na verificação da reutilização dos livros.

- Casos especiais devem ser ponderados pelos diretores, por exemplo: aluno do SASE com escalão A estragou ou não entrega os livros. Se pela condição não tiver livros gratuitos no próximo ano, supõe-se que vai andar sempre sem livros. Nestes casos ponderar.

- Que também deve haver uma bolsa de livros na biblioteca para atender a circunstâncias imprevistas, como transferências de escola ou mesmo caso dos alunos que estragam.

Seguidamente foram chamados os Diretores que tinham conduzido as boas práticas sobre a reutilização de manuais escolares e iriam partilhar os seus feitos naquela sessão.

Algumas dicas foram deixadas pelos Diretores dos Agrupamentos de Escola de Idanha-a-Nova e Oliveira do Hospital:

- Os alunos levam para casa os manuais escolares só quando são mesmo necessários para os trabalhos, ficam na escola num cacifo individual.

- Sensibilizou-se alunos e seus encarregados de educação que não devem riscar os livros, só podem fazer alguns apontamentos quando muito necessários a lápis.

- Fizeram marcadores para não dobrarem os livros.

- Quem estraga não tem direito a mais e sendo chamado o enc. de educação para o compromisso.

- Livros que já não estão em condições de serem utilizados são transferidos para as salas de multideficiência.

Depois entrou-se na sessão das perguntas e respostas: A plataforma tem que ser mais agilizada; os livros eletrónicos têm de começar a ser mais utilizados, podendo ser descarregados sem internet; pais que não querem os livros não se devem registar na plataforma; no 1º e 2º ano de escolaridade, sabendo-se que existe pouca reutilização dos manuais mesmo assim deve-se pedir a devolução dos mesmos; que a publicidade para sensibilização dos encarregados de educação e alunos para a reutilização dos manuais não devia passar só pelas escolas mas sim também por outros meios.

Para acabar foi dito pela secretária de estado a uma pergunta dum diretor que os livros e os cadernos de atividades vendem-se separadamente, o que contraria algumas livrarias que só vendem o kit completo.

Uma coisa é certa, algumas dificuldades encontradas no passado para introdução dos nomes e manuais na plataforma vão ser ultrapassados por se conhecer a forma de os evitar.

Este texto também faz parte das boas práticas, ou seja, dar a conhecer formas apresentadas de agilizar as boas práticas na reutilização dos manuais escolares.

Bisbilhotices

 

Links para consulta:

MEGA MANUAIS ESCOLARES GRATUITOS - https://manuaisescolares.pt/

REUTILIZAÇÃO MANUAIS - http://www.reutilizar.org/REUTILIZAR.ORG/REUTILIZAR.html 

OBSERVADOR - https://observador.pt/2018/11/26/escolas-so-reaproveitam-10-dos-manuais-escolares-usados/