Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

Que ideal europeu é este??

Que ideal europeu é este?

Sempre o homem sonhou!..

Sonhou com promessas da globalização que foi ouvindo e foi também criando as suas expectativas e esperanças. Só, que em cada etapa que parece conseguida, vem depois o ribombar do fracasso e os gritos do sofrimento da esperança perdida.
Ainda há pouco anos, ouvia-se por essa Europa fora, a voz dos aplausos aos inventores das máquinas cada vez mais sofisticadas e mais capazes que iriam permitir mais descanso, mais qualidade de vida, mais tempos livres para o desporto, o recreio, a cultura e a família.

Nos finais do século XX, com a Europa a unir-se em torno de certos valores, parecia que o sonho do homem se concretizava, a família tinha lugar no discurso político, os trabalhadores teriam melhores condições numa Europa sem fronteiras, os vencimentos com moeda única seriam mais equilibrados e as idades de reforma baixariam, para que se justificasse o princípio igualitário duma Europa a uma só voz.

Pura ilusão!..

Depois do advento o que se vê é uma Europa apossada por um capitalismo selvagem a apoderar-se das tecnologias, é a máquina a expulsar o homem, cada empresa precisa de menos homens, criam-se as fusões em prol da melhor eficiência no trabalho, dando origem ao desemprego, à infelicidade nas famílias, ao povoamento das ruas de farrapos humanos, ao engrossamento de legiões de pedintes que sem abrigo povoam as ruas do desespero, à insegurança nos rostos infelizes de um amanhã perdido.

Afinal, onde está a civilização ocidental com valores humanitários, o ideal europeu, que tantos (alguns) apregoam de esperanças de uma vida melhor?

Que Europa é esta que prometeu riqueza, felicidade, trabalho, solidariedade, mais qualidade de vida e que apenas vai criando miséria, infelicidade, insegurança, egoísmo e desemprego?

O que faltará a esta união europeia? Será falta de liderança? Uma coisa é certa, cada líder vê o seu canto como do seu umbigo se tratasse. O sentido de união dos países não ultrapassa as suas fronteiras.

Exigem-se novas soluções. Exige-se que a tal Europa dos valores que tanto se apregoa tem que ser para todos. Esta Europa que estes políticos têm vindo a construir, é boa, sim, mas para as grandes empresas, as multinacionais, a banca, o grande capital e seus correligionários, mas cada dia pior para os cidadãos que necessitam de trabalhar e não têm onde para poderem terem um mínimo de condições.

Assim não!.. é preciso parar, pensar e repensar a Europa que se pretende e para todos.

Arte por um Canudo 2