Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

A onda dos giga-agrupamentos

Quando em tempos atrás se falou neste post “A bomba” sobre mega -agrupamentos parecia que tudo não passava duma invenção, mas o processo consolidou-se e fez as suas vítimas.

Dos mega-agrupamentos passa-se para os giga-agrupamentos. Até agora eram os mega-agrupamentos que estavam na onda, agora são os giga-agrupamentos ou antes tera-agrupamentos (ironicamente a palavra TERA, aqui usada como prefixo, significa monstro, até parece mais adequada) os mais aconselhados para poupar mais uns milhões em recursos humanos que serão dispensados das escolas.

Pelo que se entende deste processo os megas não cortavam o suficiente e passa-se para os gigas, que poderão ter quatro mil alunos se não for mais porque não existe critério para o número e segundo fonte do governo o critério é em benefício dos alunos.

Até agora julgava-se não ser possível mas já existem propostas de junção entre TEIP e escolas com contratos de autonomia.

Tudo se faz contra o bom senso e a razoabilidade das coisas, e citando a Educação do meu Umbigo A megalomania continua, a contracorrente de todos os modelos que se diziam querer seguir, pois lá fora o encaixotamento dos alunos  entrou em descrédito há muito o big is beautiful há muito que é uma escola anacrónica.” Como andamos sempre em contracorrente em relação a outros países mas julgamos, os nossos políticos é que julgam, que somos pioneiros na moda das questões de educação vamos adotar medidas que noutros países não trouxeram vantagens e há muito partiram para outra. Em comunicado, e citando o jornal  público, “o MEC frisou, que se propõe concluir este processo até ao final do ano letivo em curso e seria conduzido com o acordo das respetivas direções de escolas e autarquias”. A questão que se coloca é se as autarquias e direções de escolas são ouvidas? Quanto às autarquias têm uma palavra a dizer na rede de transportes, agora os diretores só se forem para ouvir o que o MEC diz.

O que conta é o que a Troika deixou escrito, cortes na educação, e a melhor forma de o conseguir é fazendo estas agregações gigantes “giga-agrupamentos” para poupar em pessoal dispensando-o, que se cuidem os professores, os assistentes técnicos e os assistentes operacionais, porque a coisa ainda se vai tornar pior que o que está.

Nesta caminhada só se ouve a troika, os estudos sobre questões de educação, foram mandados para as calendas. O que até agora estava nos grandes debates das TVs, a qualidade de escola, parece ter caído em favor da poupança e do racionamento, transformando as escolas em giga agrupamentos, sem critérios ou sem qualquer estudo que comprove que esta escola será a melhor para as aprendizagens dos alunos. Nada interessa a não ser cumprir os critérios do deficit para que fomos mandados.

Concordo com o (Matias Alves) “É certo que esta “solução” pode poupar alguns milhões de euros (em qualquer caso, está longe de estar demonstrado o ganho significativo). Mas os prejuízos educativos e pedagógicos são incalculáveis. Custa-me viver num país que tão levianamente afeta e prejudica centenas de milhares de portugueses”.

Que interessam os alunos e as suas aprendizagens em relação ao deficit?

 

Relatos perdidos

 

Ver Mega-Agrupamentos..a bomba!.

 

Ver Mega-Agrupamentos...A luta perdida..

 

Ver Mega-Agrupamento...Rumores!

 

Ver Mega-Agrupamentos...Porquê??

 

Ver Mega-Agrupamentos...Machadada final!.

 

Ver Mega-Agrupamentos..Para quê?


Arte por um Canudo 2


4 comentários

Comentar post