Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

1ª Comunhão do Diogo

O Diogo e os Padrinhos.

Este foi um feriado bem passado. Digo feriado porque a partir do ano que vem acaba-se e o Corpo de Deus com está anunciado passa a ser comemorado a um Domingo. Isto do poder económico ainda tem que se lhe diga, até a igreja é influenciada por este poder e acaba com um feriado que tem um certo significado para as gentes católicas.

Neste feriado aproveitavam algumas terras para enfeitar com passadeiras de flores a passagem da procissão do Corpo de Deus. É uma pena que tenha acabado um feriado só pela simples razão que quem trabalha tem que trabalhar ainda mais, para não ter tempo para a familia ou outros deveres.

Trabalho, mais trabalho e ainda mais trabalho para encher os bolsos daqueles que não trabalham, mas mandam.

Além das passadeiras de flores e das procissões do Corpo de Deus, outras terras, como Lobão da Beira - Tondela, aproveitam para fazer a festa da profissão de Fé e 1ª comunhão aos rapazes e raparigas da terra.

Foi o que aconteceu com o Diogo, meu sobrinho a afilhado que fez a 1ª comunhão e uma grande festa com os familiares.

Como se costuma dizer a familia é o bem mais precioso que temos e por isso se devem aproveitar todos os momentos que temos com elas. Existem certos valores que não devemos abdicar custem o que custarem e nem o poder económico nos fará demover. O recado fica dado.

 

Obs: Ontem para ir a um funeral dum familiar (tia, irmã do pai) foi preciso mover montanhas para conseguir estar presente porque nem no dia do funeral existe uma dispensa ao trabalho. A igreja mais uma vez deixou cair um valor o de acompanhar as familias no seu último percurso...depois ainda dizem que cultivam os valores como a familia!..não me parece quando o poder económico se lhes opõe.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.