Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Férias por Lamego e Régua

 

Aproveitando os últimos dias de férias, tem que se aproveitar bem porque até estas os nossos governantes as querem tirar, fui com a família, mulher, filho e namorada, até Lamego e Régua. Segui o lema "Vá para fora cá dentro".

Saímos logo pela manhã, quero dizer antes um pouco do meio-dia porque levantar cedo é como deixar de ter férias e já basta levantar cedo no tempo que se trabalha, e fomos direitos a Lamego para almoçar a especialidade daquela zona “O Cabrito Assado” e que bom que ele estava. Almoçamos no Restaurante/Churrascaria – Casa Filipe que fica por trás da Sé de Lamego, muito bem servido e já é a 2ª vez que lá vou, por isso aconselho quando passarem por Lamego.

Depois do almoço fomos a pé pelas escadas acima até ao Santuário Nossa Senhora dos Remédios que é uma das grandes marcas da cidade. A ligação a Lamego faz-se através de nove lanços de escadas, intercalados por patamares, num total de 686 degraus que arrancam do centro da cidade.

Depois de umas fotos no santuário novamente pelas escadas abaixo até ao centro da cidade onde deixamos o carro e fomos até Peso da Régua.

Peso da Régua é também uma cidade muito bonita onde se conflui o antigo com o moderno. Passando pelas ruas estreitas vamos até à marginal que é uma vista maravilhosa para fotos e repouso. Seguidamente fizemos o passeio no Douro que é espetacular.

Foi um dia bem passado…


Logo (1).jpg

 

3 comentários

Comentar post