Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Foram ao meu bolso!..2

Estamos num país de chicos espertos e quem não o for é apanhado nas malhas dos gananciosos/burlões com o olhar para o lado do governo ou até com a sua conivência.

Criam-se empresas quando há dinheiro do governo para injetar e depois desaparecem as mesmas empresas quando a teta do governo acaba deixando os clientes ou consumidores com as calças na mão sem saber a quem se dirigir quando os produtos avariam ou não estão de acordo com o que estava prometido.

Com os incentivos que houve do governo para colocação de painéis solares, criaram-se para aí empresas que até bulhavam para arranjar clientes com ofertas disto e daquilo.

Não aproveitei estas dádivas que algumas empresas ofereciam e como só jogo pelo seguro, julgava eu, também como muitos dos portugueses aproveitei o incentivo do governo e através do banco inscrevi-me para instalar um painel solar em casa. Foi o banco (CGD) que fez tudo com a contratação da empresa instaladora e eu só me limitei a pagar ao banco a quantia acordada.

Foi-me instalado o painel solar e o respetivo cilindro no telhado da casa, embora eu duvidasse da segurança do local onde estava instalado na altura, e foi-me dito pela empresa “modernunes” empresa instaladora de Viseu que estava seguro e que a manutenção do painel vigorava por 5 anos.

O painel funciona bem e ainda tive direito a manutenção durante 2 anos, só que vieram umas chuvadas e ventos mais fortes e o telhado cedeu devido ao peso do cilindro, soube agora para estar no telhado (desde que não houvesse alternativas) devia estar fixo nas vigas e não nas ripas.

Como as ripas são finas e de cimento e para fixar o cilindro ainda tiveram que as furar, enfraquecendo-as, acabando por ceder aos 400Kg de peso.

A manutenção anual já estava em falta e com o perigo que se gerou com a cedência das ripas de cimento, um rombo por onde entrava chuva para dentro de casa e o cilindro inclinado, apressámo-nos a telefonar para a empresa modernunes de Viseu, só que andaram uns dias sem dar resposta até que ao fim de várias tentativas disseram que a empresa já não fazia a manutenção e já não tinha nada a ver com o assunto.  

Consultámos o contrato e verificou-se a quem o banco/governo atribuiu estas instalações de paineis como sendo uma empresa do sul do país que por sua vez contratou a modernunes de Viseu. Entramos em contato com a empresa do sul, atenderam-nos corretamente e disseram-nos que a modernunes estava falida e já não fazia serviço para eles.

Esta empresa veio fazer a manutenção e a deslocação do cilindro para uma parte segura, porque a empresa modernunes tinha sido incompetente ao ponto deixar o painel e o cilindro a ameaçar perigo. Só que este serviço devia ser pago por quem fez a asneira e não por mim. A quem devo responsabilizar? O governo seria um deles por deixar criar assim empresas e depois deixá-las desaparecer como se fossem fantasmas, lesando os consumidores.

É um alerta para se ter cuidado com estes chico espertos que gravitam à custa do governo e principalmente para aqueles que vivem na minha região.


Logo (1).jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.