Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Regresso às aulas!. ano letivo 2013/2014

Inicia-se mais um ano letivo e como já vem sendo hábito (até parece tradição) os velhos problemas de falta de professores numas escolas, outras com professores em horários zero, turmas que chegam aos trinta alunos apesar da falta de natalidade e ainda o despedimento coletivo de milhares de professores ( o ME diz que não é despedimento porque são contratados).

Nesta onda de tradições temos o Ministério da Educação a dizer que a escola abriu com normalidade e os sindicatos a dizerem o contrário e que o ministro falta à verdade nas suas declarações.

O certo é que houve uma mudança muito acentuada desde que o Ministro Crato assumiu o Ministério da Educação com a criação dos megaagrupamentos e a nivel dos curriculos com a extinção de certas disciplinas e a criação de outras e ainda na sua opinião ao considerar como essenciais certas disciplinas do curriculo servindo as outras para entreter os alunos.

É uma forma elitista de ver a escola ou a racionalização imposta pela Troika é que obriga a este cenário?

As turmas também se alteraram significativamente para maiores ( quem diria há 3 anos que poderia haver turmas com 30 alunos), pois é, atualmente é normal até com mais.

Diz Nuno Crato que é Ministro da Educação que uma turma de 30 alunos é melhor de trabalhar que uma de 15. Depende do professor e da sua qualidade.

Ora, parece-me que o Nuno Crato diz isto só para enganar a opinião pública e os menos entendidos, porque ele sabe que não é verdade e todos estudos sobre educação apontam nesse sentido. É uma opinião do ministro que não faz sentido e na onda do que vai este governo fazendo às escolas e à educação. Exige-se qualidade nas escolas e respeito para com os professores Sr. ministro.  

Quanto aos professores é notório um retrocesso nos seus direitos consagrados num estatudo muito desrespeitado em todos os sentidos e que só é respeitado quando interessa aos governantes (principalmente nos deveres da classe).

São muitos milhares os professores que nestes 2 anos de governação Crato ficaram sem trabalho devido a esta criação dos megaagrupamentos, à mudança/reformulação de curriculo dos alunos e à alteração das turmas. São professores que deixaram de ser contratados, professores com horário zero e com a ameaça de despedimento e ainda professores deslocados centenas de km da sua residência.

Os professores que ficam veem também cada vez mais a degradação da sua profissão e o corte no seu vencimento, com aulas entre várias escolas pertencentes ao mesmo agrupamento, note-se que estamos a falar de escolas que distam umas das outras dezenas de Kilómetros e a circulação entre as várias escolas ninguém as paga "em subsidio" aos professores.

Os alunos pedirão e exigirão melhor qualidade de ensino e os profissionais responsáveis, os professores fazendo das tripas coração, tudo farão para os servir. Assim seja...

De qualquer forma deseja-se um BOM ANO ESCOLAR a todos que por aqui passam sejam professores, alunos, funcionários ou encarregados de educação.


Logo (1).jpg

 

2 comentários

Comentar post