Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

O meu recado à CAB-USA

“No dia 09/02/05, com a presença de sua Exa. o Senhor Diretor do Centro Distrital de Segurança Social de Viseu, Dr. Leonel Carvalho, o Senhor Presidente do Município de Tondela, Dr. Carlos Marta Gonçalves, Vereadores da Câmara Municipal, Presidente e Membros da Assembleia de Freguesia de Parada de Gonta, Direção e Órgãos Sociais da ASSODREC e Comunicação Social foi assinado protocolo entre o Centro Distrital da Segurança Social e a ASSODREC para início do apoio domiciliário aos idosos de Parada de Gonta.

A partir de agora, as pessoas mais idosas têm mais um motivo para sorrir. 
Os agradecimentos a todos os que contribuíram e acreditaram que esta obra era possível. (fonte
http://evtagostinho.blogs.sapo.pt/36717.html )

 Naquela 4ª feira de 2005 era assim feito o relato do protocolo entre a ASSODREC e a Segurança Social para dar início ao apoio domiciliário aos idosos de Parada de Gonta.

Passados estes anos a Associação ASSODREC mantém o apoio domiciliário aos idosos de Parada de Gonta (14 utentes) e tem pretensões de alargar horizontes num apoio que não passa só por ser domiciliário.”

Hoje, sexta-feira, dia 15 de Novembro de 2013, pelas 20 horas, na sede da ex-junta de freguesia, reuniu a ASSODREC, para dar a conhecer as atividades a realizar no ano de 2014 e analisar as realizadas no ano de 2013.

A reunião fez-se, mesmo estando a dar na TV o jogo do Portugal x Suécia, as pessoas que se comprometeram como eu lá apareceram (nem todas) na reunião. Por aqui também se pode medir a responsabilidade das pessoas com os compromissos assumidos, e a esta hora estavam meia-dúzia de pessoas aquelas que realmente se interessam e querem respeitar os seus compromissos. Também cheguei a pensar, está frio muito frio, estou à lareira a ver o Portugal jogar, e se faltasse à reunião? Bem me debati mas a razão veio ao de cima e lá fui para a reunião até porque sou o secretário da Assembleia.

Pois fui para a reunião e o que lá mais se debateu foi um texto no Jornal de Tondela mandado pela CAB - USA com as suas razões sobre o funcionamento da ASSODREC. Não critico as suas razões mas critico a sua forma de expor as suas razões atingindo todos os paradenses que pertenceram e pertencem aos corpos sociais da ASSODREC como sendo incapazes de saber gerir esta associação. Se fossem eles, diziam no texto, as coisas teriam levado um rumo diferente. Nas suas razões apontam a compra do solar como um dos entraves da ASSODREC a não estar a funcionar em pleno, porque segundo eles o terreno da costa é que era o ideal (mais barato) para a construção do lar.

Pois lembro que nessa altura da compra do solar pedi a demissão da ASSODREC por não concordar com o rumo das coisas. Não me parece que a CAB tenha na altura recusado a mudança para esta compra. Agora é tarde..

Apesar de me ter demitido daquele mandato, neste último mandato (2010 a 2013) fiz também parte dos corpos sociais da ASSODREC com o cargo de secretário da assembleia e com o intuito de ajudar mas o rumo já traçado e o imbróglio da situação é confuso para poder agradar a todos e creio que alguém tenha pulso para levar a bom porto outra iniciativa.

Não aceito, falo por mim, estas críticas de “acordem” porque o alerta já há muito foi dado, só que naquela altura ninguém quis ouvir e quando a política entra na dança então nada a fazer. Engraçado que nos 2 mandatos que estive (3+3 anos) coincidiu com o ano das eleições autárquicas e nesse ano de eleições não faltam amigos à ASSODREC e sempre dispostos a ajudar.

Não acuso ninguém mas a mim ninguém me pode responsabilizar sobre o rumo tomado pela ASSODREC e para mim seria muito mais fácil, como a maioria dos paradenses fazem, olhar para o lado e não se meter em nada.

Sei que os elementos e todos que representam a CAB-USA mereciam que as coisas estivessem bem, porque o seu empenhamento na ajuda às obras de beneficência em Parada de Gonta tem sido elevadas, mas este recado é em meu nome pessoal..

Por fim, na minha opinião a ASSODREC só terá pernas para andar se tiver à frente uma equipa que tenha como presidente uma pessoa com disponibilidade a tempo inteiro, que seja uma pessoa respeitável na aldeia e com peso político, digo bem peso politico, capaz de saber utilizar todos os meios para poder lidar com a CMT, Junta de Freguesia, Políticos e politiquices.