Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Direito a escolher. Sim ou Não.

Merkel e Tsipras.png

A bisbilhotada semanal vai para a União Europeia  e para o Eurogrupo  que a troco de 2% do seu PIB deixam cair um tratado de muitos anos que tinha como objectivo a união dos povos da europa em politicas económicas e sociais.

A Grécia país visado e martirizado pelas politicas de austeridade que lhe foram impostas pelos bancos dos países ricos da europa, quer que o seu povo escolha através de votação livre e secreta, se quer continuar a manter as politicas de austeridade ou ter o risco de sair desta “união europeia”  se a votação for em sentido contrário ao que querem os países ricos e mandantes.

O governo Grego, eleito para acabar com a austeridade, assim foi a promessa eleitoral, quer manter essa promessa, levando a votação as políticas de austeridade que a união europeia quer impor ao povo grego depois de fracassadas todas as negociações.

O que se regista é que o governo de Tsipras, o partido Syriza, parece ser o único na europa a acreditar em eleições e no voto do povo, e quer cumprir o prometido em campanha eleitoral, coisa que parece ser de outro mundo e não de países democráticos.

A democracia nos países da europa que conhecemos e citando um governante e politico famoso “a democracia é a melhor dos maus sistemas” serve é para que em campanhas eleitorais os partidos e depois o governo prometam tudo, para depois não cumprirem, enganando quem os elegeu.

Democracias como a da União Europeia é só para servir os grandes interesses dos países ricos e dos grandes grupos económicos colocando em causa a soberania dos países mais pobres, com as suas politicas de austeridade.

Para o governo grego, pela sua coragem, porque também fica em risco a sua continuidade no euro, vai a homenagem dos povos que não querem ser enganados e subjugados por politicas de austeridade que levam ao empobrecimento e à desagregação social.

Também já está na altura de dizerem aos países ricos e aos seus grupos financeiros, como a banca, que quem manda nos seus países é o povo do próprio país.

Deixem os gregos escolher…

 

Bisbilhotice semanal

 


Logo (1).jpg

 

2 comentários

Comentar post