Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Encontro Regional Centro - Flexibilidade Curricular.

  

Ontem fui ao “Encontro Regional Centro - Escola Secundária da Gafanha da Nazaré” e para quem me visita sabe que gosto de deixar um resumo daquilo que ouço e também algumas dicas que possam ajudar os colegas que passam pelo mesmo. Nesta fase da Flexibilidade Curricular a legislação é muita e tudo que se possa apanhar sobre o assunto vai-nos enriquecendo para a nossa tomada de posição. Quando surgiram os diplomas sobre a atual flexibilidade curricular logo disse que isto não era mais que uma área de projeto ou até uma área escola, doutros tempos, mais abrangente e obrigatória e com um nome mais pomposo (DAC). O que se diz aqui não dispensa a consulta da legislação sobre o assunto até porque embora pareça que os presentes (direções) formam um grupo homogéneo se formos a ver o que dizem sobre o encontro teremos sempre pareceres diferentes (heterógeneos).

1-Com a presença do Secretário de Estado da Educação, Dr. João Costa, da DGE, Dr. Vitor Pedroso e Dr. Helder Pais e a Diretora da Escola secundária da Gafanha da Nazaré, deu-se inicio ao encontro com a apresentação das conclusões em PowerPoint do questionário enviado às direções das escolas/agrupamentos sobre a Flexibilização Curricular.

Assim:

- 85% das escolas responderam ao questionário;

- Tempos, o 1º CEB utiliza na maioria tempos de 60 minutos, enquanto que o 2º e o 3º ciclo, 55% das escolas utilizam tempos de 50 minutos;

- Flexibilidade, as disciplinas de TIC e Cidadania são as que têm maior flexibilidade, como semestrais e também utilizadas na modalidade de 15 em 15 dias.

- Para a Oferta de Escola, no 5º e 7º ano, a maiorias das escolas criaram uma disciplina nova, com incidência nas áreas regionais, artes e outros. São anuais e utilizam o tempo mais baixo.

- Apoio ao estudo, embora não seja obrigatório 86% das escolas ainda o mantêm, com maior incidência nos 90 minutos.

- Complemento de Educação Artística, no 5º ano a preferência vai para as Artes Visuais com 71,7%, seguida da Musica 36%, da Dança 19% e Teatro. No 7º ano a preferência vai para as Artes Visuais com 71%, seguida da Musica com 53% , da Dança com 25% e oTeatro.

- Opções Curriculares, no 5º e 7º ano, a preferência vai para as DAC, Português, Educação Artistica.

- Dinâmicas pedagógicas, a preferência vai para a coadjuvação entre docentes da mesma equipa pedagógica, sendo mais frequentes no 2º e 3º ciclo. As Tutorias também têm um peso significativo.

Instrumentos de avaliação, grande diversidade, não havendo uma prevalência por qualquer tipo de instrumento de avaliação embora o teste seja o mais transversal em todas as disciplinas.

2- Seguiu-se a apresentação da portaria + 25%, pela Drª Antonieta (sem qualquer número ou dia)

+ 25% Gestão Matriz Curricular – como se define e tem como principio a criação e desenvolvimento de Planos de Inovação Curricular, pedagógica ou organizacional. É baseado nos Dec. Lei 54 e 55.

Fez-se várias apresentações das possibilidades de integração na matriz curricular dos planos de intervenção, sendo a flexibilidade uma das variaveis mais utilizada. Pode ser integrada com horas de disciplinas, pode ser semestral, de 15 em 15 dias conforme o projeto criado. Conforme o projeto de inovação criado a matriz pode ir além dos 25% da autonomia.

Neste âmbito falou o Comissário das Artes procurando sensibilizar os presentes na integração das Artes nestes Projetos de Inovação.

Também foi sugerido que as direções na construção dos horários têm que assegurar tempos comuns para as equipas DAC.

Na parte da tarde foi a apresentação do projeto da escola/agrupamento M(aa)……e a escola/agrupamento V(ii)……… no âmbito das DAC.

Falaram no trabalho colaborativo, na gestão dos horários das equipas DAC, na grande responsabilidade e na mais valia das aprendizagens que são para os alunos. Também os constrangimentos são significativos, principalmente na harmonização dos horários dos elementos que fazem parte dos projetos e nos programas das disciplinas que podem não ser cumpridos.

Temas em M(aa) no 1º CEB foram:

Semana da Alimentação; Direitos da Criança; Os animais são todos diferentes; Reflorestação do Parque Ambiental.

No 7º ano, as disciplinas integrantes do projeto têm tempos comuns.

A escola/agrupamento V (ii) apresentou o projeto “O achado arqueológico do vale do Lapedo” com integração das disciplinas C.N.; HGP; PORT. E TIC. As atividades foram ajustadas sem alteração do horário.

 

29 de abril de 2019

Bisbilhotices


Logo (1).jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.