Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação a minha paixão! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

Faz hoje..30 anos.

casamento 1.jpg

casamento 4.jpgcasamento 2.jpg

(cerimónia realizada em 9 de agosto de 1986) (carregar nas fotos)

Tirada do baú das recordações, esta foto que assinala a cerimónia do casamento dos pombinhos na altura, agora "pombões", que hoje comemoram 30 anos. Continuação de Boa Sorte e muitas felicidades.

Obs. Regista-se que naquela altura de agosto do ano de 1986, não havia a facilidade das comunicações de hoje, por isso deu origem à seguinte peripécia.

A noiva era de Parada de Gonta e o noivo de Penafiel e o casamento realizava-se na terra da noiva em Parada de Gonta, concelho de Tondela e distrito de viseu, então veio o noivo de Penafiel, concelho de Penafiel e distrito do Porto, com os seus convidados de autocarro. No autocarro também vinha o padre que ia fazer o casamento e acontece que o autocarro em plena serra de Montemuro avariou.

Como não havia telemóveis e nem telefone no local foi complicado gerir a situação, já que o casamento estava previsto para as 12,30h e a essa hora ainda continuava o autocarro avariado na serra do Montemuro. O padre (grande amigo meu) está na foto, na brincadeira dizia, não se atrapalhem que o casamento não se realiza porque o padre está aqui.

Um dos carros de particulares (convidados também) que acompanhavam o autocarro foi até Cinfães, que era a localidade mais perto, e foi à empresa relatar o sucedido. Asseguraram um novo autocarro e de novo rumo a Parada de Gonta onde chegamos muito atrasados, a fome já era enorme mas o casamento tinha que se realizar e, ainda a tempo de se fazer uma grande festa que muitos ainda se lembrarão. (Olhe-se aquela foto depois da festa de casamento dos convivas de Penafiel, tirada em Castro Daire a caminho de Penafiel). Na outro foto está o padre Marilio, o meu sogro, o meu pai,um tio e um amigo já muito bem dispostos. Na outra os agora pombões (pombinhos na altura)

Claro que mais tarde soube que por aqui se dizia, o noivo arrependeu-se e fugiu..

A falta que fazem os nossos telemóveis…


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.