Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dar voz ao que sinto! Arte e Educação de mãos dadas! Arte sem Arte é outra forma de Arte! Família, Amigos, Humor e Bisbilhotices são pilares desta Arte.

15º ano.jpg

Mau agoiro..

Não é preciso ser bom observador para verificar que o reino da educação vai mal.

Temos as notícias dos cortes das verbas para a educação e temos os nossos ministros a dizerem que não podia ser de outra forma se queremos manter alguma coisa do que temos.

Os cortes continuam na educação a todos os níveis, menos auxiliares, menos professores, turmas maiores, menos verbas para coisas essenciais como a eletricidade, aquecimento, impressões ou até para manutenção dos equipamentos e instalações, mas as escolas continuam a funcionar. Porquê?  Porque também a todos os atores educativos interessa que a escola não feche, seja comunidade educativa, seja a junta de freguesia ou até o pároco, e assim se vai mantendo a escola, servindo os vários atores e principalmente os desígnios dos nossos governantes, a mando da troika, que vão cumprindo o objetivo do deficit com a austeridade sobre o país mas que, aos olhos de outros, apesar dos cortes o reino da educação vai funcionando.

Toda a gente sabe como funciona, com muito "menos" fazer o mesmo de "mais" é tirar nalgum lado e esse lado é a qualidade da escola.

O que acontece é que o corte dos recursos na escola pública leva a menos qualidade e lógicamente ao afastamento dos alunos com mais posses para um ensino que lhes ofereça as comodidades de qualidade de escola.

Nunca se viu tanta desilusão na classe dos professores por este estado das coisas na escola pública. O seu sentimento é que a construção de escola pública como centro de aprendizagens, formar e educar, para todos está a acabar. Já de si com o corte nos vencimentos, o aumento do horário de trabalho, o agravamento das condições de trabalho a nível de sala de aula, o degradamento do ambiente de escola, leva a que no futuro esta profissão só seja escolhida por quem não tem outra, tudo razões para o empobrecimento da escola pública e a este estado de alma dos que ainda cá estão.

Tudo se conjuga para haver escola para elites e escolas para pobres e todos sabem onde fica a escola pública.

Arte por um Canudo