Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dizer o que vai na alma é dar voz ao que sinto! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Arte e Educação são a Paixão.

Arte por um Canudo (Blog do Agostinho)

Dizer o que vai na alma é dar voz ao que sinto! Arte sem Arte é uma outra forma de Arte! Arte e Educação são a Paixão.

Tradição das Maias 2023

Todos os anos na passagem do dia 30 de abril para o 1 de maio, coloco maias amarelas nas portas e janelas da casa.  Já o disse e repito sempre a forma como chegou, a mim, a tradição.

É uma tradição muito usada no norte do país e como sou do norte, Penafiel, também a mantenho por Parada de Gonta, Tondela,Viseu. Aliás, já são muitos  paradenses e amigos daqui que também o fazem. Os borgas (grupo de amigos) todos têm maias nas Janelas e portas. 

A razão desta tradição foi-me contada pelos meus pais e vizinhos e já vinha dos seus antepassados. Diziam que na véspera do 1 de Maio era tradição colocar estas giestas, para o carrapato (diabo) não entrar. Até se dizia: quem não colocasse as ditas maias amarelas o carrapato ia fazer xixi na cama onde se dormia. Imagina-se isto na mente de uma criança, fica para sempre. É o que acontece comigo e no dia 30 de abril um clix faz-me lembrar que é vespera do 1 de maio, por tradição, dia das casas enfeitadas com as maias (giestas marelas).

Mais a fundo parece que esta tradição tem a ver e julgo que uma das razões das giestas amarelas, colocadas nas portas e janelas, tem a haver com o "esconder algo" e tem a ver com Herodes e o Menino Jesus da época. Com a continuação do tempo e ao longo dos tempos foi passando de geração em geração como algo mau, e agora se diz na voz do povo que é para o "carrapato (diabo) não entrar".

Segundo este site, Raízes , "Herodes soube que a Sagrada Família, na sua fuga para o Egipto, pernoitaria numa certa aldeia. Para garantir que conseguiria eliminar o Menino Jesus, Herodes dispunha-se a mandar matar todas as crianças. Perante a possibilidade de um tão significativo morticínio, foi informado, por um outro "Judas", que tal poderia ser evitado, bastando para isso, que ele próprio colocasse um ramo de giesta florida na casa onde se encontrava a Sagrada Família, constituindo um sinal para que os soldados a procurassem e consumassem o crime... A proposta do "Judas" foi aceite e Herodes tratou de mandar os seus soldados à procura da tal casa. Qual não foi o espanto dos soldados quando, na manhã seguinte, encontraram todas as casas da aldeia com ramos de giesta florida à porta, gorando-se, assim, a possibilidade do Menino Jesus, ser morto."

Sendo assim, vale pela tradição do conto e pela beleza do ato.

À procura de maias...

Assim, o grupo dos borgas ( grupo de amigos com respetivos familiares), ontem,  foram à procura das maias (giestas amarelas). Foi divertido e as nossas casas pela manhã ficam diferentes neste dia.


A todos se deseja também FELIZ DIA DO TRABALHADOR

Amigos do ARTE POR UM CANUDO (blog do Agostinho)